29.10.18

Filme da Vez #81 Tudo Por Um Pop Star

FICHA TÉCNICA:
Título Original: Tudo por um pop star
Ano de Produção: 2018
Lançamento no Brasil:  11 de Outubro de 2018
Duração: 115 minutos  
Gênero:  Comédia
País de Origem: Brasil
Classificação Etária: Livre
Direção: Bruno Garotti
Elenco: Maisa Silva, Klara Castanho, Mel Maia, João Guilherme Ávila, Felipe Neto, Giovanna Lancellotti.
Distribuidora: Paris Filmes
Sinopse: A banda pop masculina Slavabody Disco Disco Boys, febre entre as mocinhas de todo o Brasil, anuncia que irá tocar no Rio de Janeiro. Fãs de carteirinha do grupo, as adolescentes e melhores amigas Gabi (Maísa Silva), Manu (Klara Castanho) e Ritinha (Mel Maia) farão de tudo para que seus pais deixem que elas saiam da cidade em que moram para assistir ao show do grupo.
Ouvi vários comentários positivos sobre esse filme e sabia que me identificaria por também ter um ídolo e ser capaz de cometer algumas “loucuras” por ele até hoje, então fui com minha mãe conferir essa produção brasileira. Como já esperávamos, a maioria do público era composta de crianças e adolescentes, já que as protagonistas são bem populares entre essa faixa etária.

Me senti representada já na primeira cena: a euforia das três amigas (Gabi, Manu e Ritinha) ao saber que a banda faria um show no Brasil e todo o planejamento delas para vê-los no show, coisa que sempre acontece comigo e com minhas amigas que compartilham o amor pelo mesmo ídolo. Elas se deparam com algumas dificuldades antes da viagem, mas com a ajuda de Babette (Giovanna Lancellotti) chegam ao Rio de Janeiro, com toda a ansiedade e expectativa pré-show típicas de fãs.


Gabi é super positiva e cheia de planos para poder ver os ídolos, Manu apoia praticamente todas as ideias dela, enquanto Ritinha analisa todas as situações e aponta os riscos possíveis. O colunista Billy Bold interpretado por Felipe Neto é um colunista (estilo Hugo Gloss) que protagoniza uma cena inesperada que pode destruir o sonho das meninas.      

Me pareceu importante que elas tenham sido punidas por algumas atitudes em que tentaram infringir regras ou tiveram comportamento inadequado, para não incentivar as crianças que as assistem a fazerem o mesmo. Em uma situação decisiva no dia do show, as meninas demonstram amizade, união e companheirismo acima de tudo.


Assim como elas, tinha fotos dos meus ídolos nas paredes do quarto, já fiquei na calçada para vê-los passar e “madruguei” na fila para shows. Como bem descreve a música “Tudo por um pop star” (tema do filme), amor de fã não é mesmo para se entender, já que o ídolo nos faz feliz só por existir. É um filme bem do estilo sessão da tarde, mas rende boas risadas, recomendo principalmente para quem tem (ou já teve) um ídolo, pois se identificará demais!

Trailer: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário