31.5.19

Verity (Colleen Hoover)

FICHA TÉCNICA
Nome original: Verity
Autora: Colleen Hoover
País de origem: Estados Unidos
Número de páginas: 333
Ano de Lançamento: 2018
ISBN: B07HJYTRMD
Editora: Kindle

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 37º livro lido em 2019 e foi Verity (Colleen Hoover). Depois que eu fiz as pazes com a autora – Tarde demais e As Mil Partes do Meu coração me decepcionaram muito – fiquei interessada em ler Verity e fui desbravar esta leitura em inglês mesmo, já que o livro ainda não foi publicado no Brasil. 

O livro nos traz a Lowen, uma escritora que está atravessando uma fase difícil da vida, falida e totalmente insegura em relação ao próprio talento. Após o falecimento da sua mãe ela se encontra sozinha, cheia de dívidas e decide aceitar o trabalho de ser coautora de Verity Crawford, uma escritora best seller, que não poderá concluir uma série de muito sucesso devido a um acidente. Para isso, ela terá que morar na casa da escritora que se encontra acamada e conviver com o marido dela, Jeremy e o filhinho do casal.

Quando Lowen começa a trabalhar nas anotações e manuscritos de Verity, descobre que ela estava escrevendo uma autobiografia e ao ler este trabalho, tem acesso a confissões muito sérias sobre a vida da autora. Sua consciência pede que ela mostre tudo aquilo a Jeremy, mas ao mesmo tempo percebe que ele está sofrendo por causa das circunstancias que o assolaram nos últimos tempos.

Jeremy é um pai amoroso e um esposo muito dedicado. Um pouco antes do acidente que deixou Verity como um vegetal, suas duas filhas faleceram em um curto espaço de tempo. Uma delas sofreu um choque anafilático enquanto passava a noite da casa de uma amiguinha e a outra morreu afogada no lago do quintal de casa. Ele ficou devastado com essas perdas como todo pai ficaria, mas tenta a todo custo dar forças para Verity e seguir amando o filho que sobreviveu.

O livro então irá se desenvolver em conhecermos a vida pregressa de Verity, acompanhar a atração entre Lowen e Jeremy nascer e crescer e aos poucos sabermos as circunstancias que as filhas de Jeremy morreram.

A autora possui um jeito único em nos envolver na sua narrativa. Somos capazes de imaginar cada reação que Lowen tem ao ler os textos de Verity e entendemos a motivação de Jeremy em se aproximar da escritora contratada, porém, o livro não foca totalmente neste mistério que é saber se Verity é culpada ou não e perde um tempo imenso descrevendo as relações sexuais de Jeremy e Verity e de Jeremy e Lowen. Já no início do livro sabemos que esse triângulo amoroso é poderoso no quesito química, então a repetição de tantas cenas sensuais se tornou muito cansativo para mim.

O final não foi surpreendente. Na metade do livro eu já imaginei exatamente aquilo, por isso quando a conclusão chegou, foi previsível. Mas como falei, a autora nos prende na sua narrativa pela boa intimidade com as palavras, não exatamente por curiosidade ou por nos sentirmos instigados a ler. Sabemos como tudo se concluirá e seguimos lendo em função da boa escrita.

A história é original e interessante, mas acho que faltou um pouco mais de ousadia para que o final fosse de fato surpreendente. Quando previ o final, achei simples e quando ele se confirmou, fiquei desapontada. A premissa em si merecia uma reviravolta mais consistente do que a narrativa ganhou.

De qualquer maneira, a autora já fidelizou o seu público e segue com sucesso dentro da literatura contemporânea. Para quem gosta de mistério com cenas eróticas e não faz questão de um final muito elaborado, o livro pode ser uma boa leitura de entretenimento. Salvo isso, não é nem de longe o melhor trabalho da autora.

Eu gostei, mas esperava muito mais.


Um pouco sobre a autora: Colleen Hoover é uma escritora norte-americana que começou a escrever romances de forma independente e atingiu números de vendas impressionantes. No Brasil, seus livros publicados são:

MÉTRICA
PAUSA
ESTA GAROTA
UM CASO PERDIDO
SEM ESPERANÇA
EM BUSCA DE CINDERELA
O LADO FEIO DO AMOR
TALVEZ UM DIA
NOVEMBRO 9
NUNCA JAMAIS
NUNCA JAMAIS PARTE 2
CONFESSE
É ASSIM QUE ACABA
TARDE DEMAIS
AS MIL PARTES DO MEU CORAÇÃO

4 comentários:

  1. Oii parabéns pela resenha! Eu sempre quis ler um livro da Colleen! Vejo muitas pessoas elogiando seu trabalho, e fiquei bem surpresa com a sua resenha. Realmente é um tanto decepcionante quando nos deparamos com aquele final previsível, mas ainda assim, talvez eu dê uma chance pra essa obra :)

    Beijos

    http://nebulosadeflores.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Essa autora escreve um livro melhor que o outro pelo que eu vejo e eu ainda tenho vários na minha lista, só esperando as promoções entrarem. Ela entende muito de relações dramáticas e é isso que gosto muito em livros!

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Confesso que eu achei que era a única que havia se decepcionado com As Mil Partes do Meu Coração.
    Uma pena a trama instigar o leitor, mas o final não ser aquilo tudo, sinceramente eu adoro finais que dão aquela reviravolta que surpreende o leitor. Infelizmente é um livro da autora que eu irei passar bem longe!

    ResponderExcluir
  4. Esse livro Verity já chegou ao Brasil?

    ResponderExcluir