9.1.20

Manda na minha Estante #06 Jojo Moyes


Oi gente que ama livros, hoje é dia da coluna Manda na Minha Estante, que consiste em compartilhar o meu amor por alguns autores com vocês. A autora do mês é a maravilhosa Jojo Moyes. Se você viveu embaixo de uma pedra nos últimos anos e não sabe de quem eu estou falando, vou te contar um pouquinho sobre ela: Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres. Estudou jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent por 10 anos. Publicou seu primeiro livro em 2002, e desde então dedica-se integralmente à carreira de escritora. Jojo vive em Essex com o marido e o filho.

👁‍🗨 Qual o primeiro dela que você leu? Foi o mais famoso de seus livros e um dos meus favoritos da vida: Como Eu Era Antes de Você. O livro nos traz Lou, uma moça de 26 anos que ainda mora com os pais, se sente à sombra da perfeita irmã mais nova e se achando a criatura mais desprovida de inteligência e oportunidades do universo, acaba de perder o emprego. Lou precisa trabalhar para ajudar a família financeiramente e após algumas tentativas de emprego, faz uma entrevista na Granta House, a casa luxuosa de uma família rica e o cargo proposto é cuidar de um jovem tetraplégico, Will. O primeiro dia de trabalho é uma prova de fogo. Will é irônico, ácido e ainda que não ofereça perigo para ela, pois tem todos os seus movimentos comprometidos do peito até os pés, Lou se sente intimidada por ele. Ela enfrenta os dias de trabalho sabendo que não pode se dar ao luxo de abrir mão daquele emprego e lentamente desenvolve uma amizade tocante com Will. 
Resenha AQUI
⠀⠀⠀
👁‍🗨 Qual o último livro dela que você leu? Foi A Casa das Marés. O livro nos traz Celia e Lottie como melhores amigas, praticamente irmãs. A família de Celia é tradicional na pequena cidade costeira de Merhan, vive de forma confortável no aspecto financeiro e praticamente adota Lottie após a segunda guerra mundial. Embora as duas meninas sejam muito diferentes uma da outra, elas se dão bem e convivem de forma cúmplice. Alguns artistas se mudam para uma mansão chamada Arcádia e começam a viver com hábitos e princípios diferentes da atrasada e conservadora cidadezinha e isso desperta a curiosidade tanto de Celia quanto de Lottie. Isso será o estopim de uma série de conflitos que acontecerão dentro da narrativa. O livro é dividido em dois períodos temporais: pós-guerra e dias atuais. No primeiro período, temos o desenvolvimento das personagens principais, mostrando como cada uma terá que assumir as consequências de suas escolhas. Já na segunda parte, temos uma decoradora de interiores, Daisy, recém-abandonada pelo marido e por precisar de emprego urgentemente, aceita um trabalho na cidade de Merhan. Daisy tem como missão transformar uma mansão em um hotel de luxo e a mansão em questão é Arcádia. Quando ela chega à cidade, descobre que muitas pessoas não querem que aquilo se torne um hotel com medo que isso atraia festeiros e bêbados de Londres para a tão pacata e respeitada cidade. Nesta parte do livro temos também a volta de alguns personagens do passado.
Resenha AQUI
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
👁‍🗨 Um livro dele que não pode deixar de ler esse ano? Sem dúvida é o último lançamento da autora aqui no Brasil: Um caminho Para a Liberdade. Sinopse: Cinco mulheres vão enfrentar uma cidade inteira por amor aos livros e juntas vão descobrir o poder do conhecimento, da liberdade e da amizade.  Em uma época em que não seguir os costumes e a religião era transgressão gravíssima, o caminho de um grupo de mulheres se cruza de maneira inesperada. A década de 1930 está chegando ao fim, e, em uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos, a ideia de que as moças administrem uma biblioteca itinerante desafia o status quo. Com o compromisso de levar livros para os moradores mais pobres da região, Margery, Alice, Beth, Sophia e Izzy aceitam trabalhar na biblioteca. À medida que enfrentam inúmeras dificuldades, como aprender a cavalgar, percorrer rotas de difícil acesso e suportar o preconceito dos mais conservadores, elas fortalecem o laço que as une e descobrem mais sobre si mesmas. Em pouco tempo, toda a cidade se volta contra o grupo, colocando em risco a sobrevivência do projeto. E as mulheres vão se perguntar mais uma vez se o poder das palavras será suficiente para salvá-las. Inspirado em uma história real, Um Caminho Para a Liberdade fala de lealdade, independência e justiça. Com uma trama envolvente e emocionante, Jojo Moyes faz o leitor refletir sobre as redes de apoio e amizade entre mulheres e como é preciso ir além dos nossos — supostos — limites. Afinal, conquistar a liberdade nunca é fácil.

👁‍🗨 Hora do hype: um livro superestimado dela: Sem dúvida foram as sequências de Como Eu Era Antes de Você. O primeiro livro é perfeito e não precisava de continuações. Não li e não pretendo ler, ainda que eles estejam lindamente na minha estante.

👁‍🗨 Os queridinhos: qual seu top 3 dela?
    • Como Eu Era Antes de Você
    • Um Mais Um
    • Baía da Esperança
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
👁‍🗨 Sem fôlego: um livro dela que te surpreendeu? Foi Baía da Esperança. O livro nos traz três personagens muito incisivos: Kathlen, Liza e Mike. Kathlen é uma senhora de 76 anos que administra o hotel Baía da Esperança, um estabelecimento de família em uma pequenina cidade litorânea na Austrália, chamada Silver Bay. No passado, o Baía da Esperança foi maior, porém, depois de um incêndio, a estrutura diminuiu e com a cidade não recebe muitos turistas, o hotel funciona como uma pousada. Quando Kathlen tinha 17 anos, ela ficou muito conhecida em todo o país porque pescou um tubarão enorme e todos a apelidaram de domadora de tubarões. Liza é a sobrinha de Kathlen. Ela morava em Londres, mas após uma grande tragédia, ela e a filha Hannah, foram morar com a tia em Silver Bay. Liza é uma mulher discreta, fechada e de poucos amigos e apesar do relacionamento com a filha e a tia serem de muita cumplicidade e carinho, estes são sentimentos que ela não demonstra com mais ninguém. Temos também o Mike, um inglês que trabalha no ramo imobiliário e vai para Silver Bay para estudar a cidade e as condições para que a empresa que ele trabalha construa um grande resort e um parque de esportes aquáticos na região. A questão é que Silver Bay é a rota de passagem da migração de baleias e a baía é o habitat de uma população de golfinhos, a instalação de um empreendimento deste porte com certeza afetará diretamente a vida dos animais do local. O livro se desenvolverá em Mike conquistar a confiança das pessoas da região que a princípio, nem desconfiam da sua motivação ali e lentamente, ele se envolve com Liz, mas ela possui um passado obscuro e um grande segredo não permite que ela tenha grandes aspirações para o futuro com outra pessoa.
Resenha AQUI

👁‍🗨 Não, não acaba: qual livro dele você queria uma continuação? Não sei se uma continuação, mas gostaria de rever os personagens do livro Um Mais Um em um conto ou algo parecido. O livro nos traz a história de Jess, uma mãe batalhadora e amorosa, que se divide em dois empregos para que nada falte ao enteado Nicky e a filha Tanzie. Separada do marido há dois anos, um homem que nunca a ajudou financeiramente e não se esforça para ser um bom pai, ela dribla o dia a dia, economizando o máximo que pode para não depender de ninguém. Temos ainda o Ed, um nerd típico que ganhou muito dinheiro no mundo do software com seu trabalho, mas para se livrar de uma namorada pegajosa comete um erro que pode levá-lo à prisão. Não posso deixar de mencionar Norman, o cachorro de Tanzie, um vira-lata que todos acreditam ser retardado. Estes são os personagens que vão dar vida às 320 páginas de um livro delicioso. Tanzie tem um talento natural para a matemática, consegue desenvolver equações dificílimas e em função disso, ganha 90% de uma bolsa de estudos para um colégio tradicional que poderá direcioná-la no caminho certo. Porém, os 10% restantes com o qual Jess teria que arcar, estouraria o orçamento da família e o único jeito de Tanzie conseguir o dinheiro restante, é vencer a olimpíada de matemática que será realizada no outro lado do país. Jess não tem sequer dinheiro para as passagens e depois de conhecer Ed, ele se disponibiliza em levar todos para o local da prova.
Resenha AQUI

👁‍🗨Qual seu personagem favorito dele? São vários, mas vou ficar com a Lou de Como eu Era Antes de Você em função do quanto essa história é especial, polêmica e inesquecível para mim.

👁‍🗨Qual a capa mais bonita de um dele publicado no Brasil? Para mim, a capa mais bonita é a do livro O Som do Amor, que por sinal, é um livro maravilhoso também. O enredo é ágil e bem original. Temos uma casa aos pedaços sendo disputada por várias pessoas e cada um tem seu merecimento legítimo para possuí-la, mas é fácil entender quem ficará de fora da disputa e quem aguentará até o fim para ficar com a casa. Apesar de ter que aposentar sua carreira de musicista e se sentir muito frustrada diante disso, a protagonista consegue entender as prioridades e mesmo falida e sendo passada para trás de várias formas, tem a força necessária para seguir em frente.
Resenha AQUI

Enfim, pude esmiuçar um pouquinho da obra maravilhosa desta autora. Se você nunca leu nada dela, comece agora porque sem dúvida, é uma autora que merece a atenção e o amor de todos os leitores.

Beijos

8 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Que bacana essa coluna! Eu só li um livro da Jojo Moyes, que foi "A última carta de amor", e eu simplesmente amei, então com certeza quero ler outros, principalmente "Como eu era antes de você".

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Da Jojo só li mesmo Como eu era antes de você e parei aí hahahahahaha Foi um bom livro, mas os outros não me chamam muita atenção.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu achei interessante a sua coluna, pois é possível conhecer um pouco mais do autor citado, no caso a Jojo Moyes. Eu sempre tive uma certa curiosidade em conhecer a escrita da autora, ainda não li nenhum livro dela.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Eu tenho todos os livros da autora na minha estante, mas confesso que só li os livros de como eu era antes de você, me decepcionei super com eles e fiquei com muito receio de ler os demais.
    Acho que irei dar uma nova chance este ano para ficar ou desapegar.

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi, amei esse formato! Vou utilizar no meu blog, mas pode deixar que vou dar o devido crédito. Da JoJo Moyes eu só li Como Eu Era Antes de Você e achei maravilhoso. Achei tão bom que fiquei com medo de ler outro livro da autora e me decepcionar.Vou aproveitar o seu top 3 e dar mais uma chance com Um Mais Um. Parabéns pelo Posto.
    Com amor, André
    www.garotosperdidos.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, oi!!
    Eu não vivi debaixo de uma pedra não. Pelo menos eu conheço a mulher de ouvir falar. huahauhauhaua Mas, confesso que realmente nunca li nada dela. Não é o estilo de leitura que chama minha atenção, digo isso, pelo gênero. Contudo, acredito em sua bagagem como autora. E toda a fama que certamente ela merece.
    Achei demais essa "coluna" do seu blog. Muito legal conhecer um pouco mais de um autor que você gosta tanto.
    Grande abraço

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  7. Eu sou apaixonada por Como eu era antes de você, esse livro tem um enredo belíssimo que para sempre estará no meu coração. Outro livro da Jojo que eu li foi Baía da esperança, mais confesso que não gostei muito. Enfim, amei a postagem... quem sabe eu não faço algo parecido lá no meu blog. Haha


    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Ivi!!!
    Eu acho que tenho que primeiro me recuperar da overdose de Jojo na minha vida que foi muito grande ano passado quando resolvi ler a trilogia de "Como Eu Era Antes de Você", também acho as continuações desnecessárias e acho que os mesmos não vieram acrescentar nada acerca de uma das minhas personagens favoritas. Porém, que também não minto que quero ler o último lançamento da autora pois fiquei mega curiosa acerca da história do mesmo.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir