4.6.19

Viagem #34 Flórida - Magic Kingdom - Kelly Silva


O nosso terceiro dia de viagem foi o mais esperado pela minha mãe, afinal era o momento de encontrar o Mickey e os outros personagens da Disney e de assistir a parada, que é um desfile tradicional com os personagens.

Ao chegarmos ao parque, aguardamos na fila pelo ferryboat e a primeira coisa que vimos no parque foi especificamente a parada (Festival of Fantasy Parade), que ocorre todos os dias às 15 h. Foi um momento muito legal pela emoção da minha mãe ao ver os personagens e principalmente ao ganhar um abraço do Tico (esquilo, irmão do Teco).

Após a parada, fomos para o Town Square Theather, local em que encontramos Mickey e Minnie com roupas comemorativas devido ao aniversário do Mickey! Por ser o parque mais cheio e os personagens mais famosos, o encontro é bem rápido, mas minha mãe saiu MUITO feliz e realizada! Um detalhe que eu não sabia é que os personagens dão autógrafos, o que foi algo ainda mais legal para minha mãe.


Além do Mickey e da Minnie, também teve encontro com Buzz Lightyear, personagem de Toy Story, que carimba o autógrafo. Há fotógrafos da Disney nos encontros com os personagens e também em diversos pontos do parque para que as fotos sejam vendidas posteriormente, mas é possível tirar fotos normalmente com o celular ou câmera.

Depois de ver os personagens, começamos a procurar brinquedos e percebemos que a maioria dos brinquedos desse parque é destinado ao público infantil, mas há alguns bem interessantes, como a Disney Splash Mountain (como é brinquedo de água, eu já vou bem predisposta a gostar, mas é legal mesmo!), o Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin (em que atiramos para salvar o mundo, divertido!) e a Disney Space Mountain (montanha russa praticamente no escuro, com luzes e sons projetados), esse foi o nosso último brinquedo no parque e valeu a pena!

Uma dica interessante em todos os parques da Disney é o Fastpass+, sistema gratuito de pré-agendamento de atrações, após criar uma conta e cadastrar os ingressos pelo aplicativo My Disney Experience. É possível escolher até 3 atrações por dia de visita e depois de utilizar os 3 passes, o sistema é liberado para agendar outros ao longo do dia. Todos têm direito a este agendamento, independentemente da idade ou de onde está hospedado. No horário marcado, é só entrar diretamente na fila referente ao FastPass+ e a espera infinitamente menor do que nas filas normais.

O que me deixou decepcionada e até um pouco surpresa nesse parque foi a falta de acessibilidade nos brinquedos, precisei de ajuda para entrar em praticamente todos, o que não aconteceu nos parques da Universal. Destaco como um ponto bastante negativo e que precisa ser levado em consideração, já que é um parque conhecido mundialmente e visitado por milhares de pessoas diariamente.

Ao anoitecer, nos preparamos para um dos momentos mais esperados pela minha mãe: a queima de fogos no Castelo da Cinderela (Happily Ever After), que ocorre todos os dias, às 21 h. A queima de fogos é realmente linda, um espetáculo de cores, as projeções são muito bem feitas e mostram vários filmes da Disney, passando pelos clássicos como Peter Pan (com direito a Sininho real voando), A Bela e a Fera e até mais atuais como Frozen e Moana. O momento mais impactante para mim foi quando apareceu Hércules (personagem do filme de mesmo nome, lançado em 1997) e o início da música tema, cantada por Ricky Martin. Lembrei de quando o assisti no cinema, fiquei esperando passar o vídeo clipe após os créditos e naquele momento pude vê-lo e ouvi-lo na Disney, surreal!

A apresentação completa tem duração de 18 minutos e o ingresso desse parque vale a pena por esse momento, encantamento total independente da idade!  Depois disso, ainda vimos o espetáculo Once Upon a Time, com projeções inspiradas em A Bela e a Fera, em que a Madame Samovar conta histórias para a xícara e também é bem bonito. Foi um dia lindo por poder realizar o sonho da minha mãe e vê-la tão encantada e feliz. Segundo ela, após o nascimento das filhas, foi o dia mais lindo da vida dela, então valeu muito a pena proporcionar estes momentos a ela!

Particularmente, como eu prefiro brinquedos aos personagens e tive problemas devido a falta de acessibilidade em diversos brinquedos, acredito que não voltaria ao Magic Kingdom.

No próximo relato, contarei sobre nossa visita ao Animal Kingdom e algumas particularidades do parque. 

Se você perdeu o primeiro post da viagem da minha viagem, pode conferir abaixo:

Flórida - Orlando AQUI
Parques Universal AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário