13.9.18

Séries do Meu Coração #22 Merli


Oi gente que ama livros, hoje venho com mais um post da coluna Séries do Meu Coração e compartilharei com vocês o meu amor por mais uma série apaixonante.

A série do mês é Merlí.


Merlí é uma série de televisão produzida pela TV3 sobre um professor de filosofia que ao usar alguns métodos pouco convencionais, incentiva seus alunos a pensar livremente, dividindo as opiniões de alunos, professores e famílias.

Merlí é o personagem principal e a boa atuação de Francesc Orella contribui para isso. Ele é um jovem senhor, descolado, que sabe lidar com adolescentes de forma ímpar, talvez pelo fato de sua personalidade ainda conter traços de sua fase adolescente. No primeiro episódio, quando ele usa o fato da professora gostar de cães, para criar uma situação onde ele resgata falsamente um cão só para conseguir seduzi-la, é um ótimo exemplo deste seu traço de personalidade. E o mais interessante é que ele alcança os seus objetivos, de forma inconsequente e irresponsável na maior parte das vezes.

Isso já mostra que a filosofia entra de modo subversivo também em suas ações. Se Kant uma vez cobrou por uma moralidade plena, Merlí se utiliza de uma moral que lhe é conveniente. Seduz uma mulher que tem namorado, mente para conseguir dar aulas para um aluno com problemas psicológicos e pede para o grupo de alunos enganar o concurso de literatura da escola. Tudo isso acontece em poucos dias e a moral que Merlí vai pregar não é aquela comumente vista em aulas.


Se como profissional ele não é exemplar, na sua vida pessoal consegue ser ainda pior. O seriado começa com ele perdendo o apartamento e tendo que voltar a morar com a mãe aos cinquenta e tantos anos. Sua ex esposa está indo para Itália e ele terá que cuidar do filho adolescente, o Bruno, com quem nunca se deu bem. E o melhor de tudo isso é que ele se tornará professor do filho.

Todo esse conjunto de imperfeições no protagonista consegue ser o charme do enredo. É tão fácil se identificar com o protagonista quanto com os alunos. Cada um deles tem um arco próprio e suas histórias são desenvolvidas de forma que você se envolve e torce por cada um deles. Alguns você odeia, outros você ama profundamente. É por isso que é tudo tão encantador.


Mas como abordar a filosofia, um assunto que nem todos gostam e que na escola é passado de maneira tão chata, em um seriado jovem? Cada episódio traz um filósofo ou uma escola filosófica como título e todo o desenvolvimento deste episódio é trabalhado sobre este tema e assim naturalmente, estamos refletindo sobre isso e a importância no dia a dia. 

A série traz assuntos pertinentes como homossexualidade, gordofobia, drogas, relacionamento familiar, bullying e todos estes temas são apresentados de forma humana, real, crível. Todas as situações apresentadas ali nós já vimos, já pode ter acontecido conosco ou conhecemos alguém que vive aquilo e isso torna o roteiro muito próximo de nós.


Eu conheci a série porque estava buscando produções espanholas e quando comecei a assistir levei um choque porque o idioma original é o catalão, uma língua falada no estado da Catalunha, Espanha. A princípio, isso me trouxe um estranhamento, mas conforme me forcei ao assistir no original, fui me apaixonando pela maneira que eles falavam e para mim foi um ponto bem positivo em relação à série.

Merlí é uma série apaixonante e que já está concluída na Netflix. São três temporadas muito boas e o último episódio é avassalador. (Eu chorei por 58 minutos).


A trilha sonora da série também é uma obra de arte à parte. As festas ou os momentos melancólicos são recheados de músicas incríveis e para mim foi um bálsamo porque eu amo músicas em espanhol e agora, amo em catalão também.

Enfim, é uma série que me conquistou fortemente. O cenário, a abordagem, os atores, tudo, absolutamente tudo me seduziu e eu adorei todos os episódios. Por isso gostaria que mais pessoas pudessem ter contato com essa produção que é diferente, original, ousada e muito real.

Assistam!!!

Confiram o trailer e se apaixonem:


Mês que vem trago mais séries do meu coração.

Beijos

6 comentários:

  1. Oi Ivi. Você tem um fraco por séries espanholas né! Não conhecia essa e achei muito legal a maneira criativa que fizeram pra abordar a filosofia, colocando em prática mesmo, envolvendo os alunos em situações reais, pra que eles pensem e utilizem todo o ensinamento de maneira positiva! Achei super legal! Obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Eu ainda não conhecia essa série, mas fiquei bem interessada em conferir. Gostei muito do que apontou sobre a série, e agora preciso saber mais sobre ela. Estou um tanto atrasada em algumas séries, mas sempre busco algo novo.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  3. Poxa vida, eu nao fazia ideia de que a lingua original era o catalão, isso me deixou super curiosa porque nunca vi nenhuma produção que tivesse como lingua, ela, então certamente ja é um diferencial, né? Adorei a dica, Ivi! Amos seus posts porque minha lista de séries só cresce hahh

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Ahh que delícia essa indicação. Não sabia sobre essa série mas já deu aquele quentinho no coração e só de saber que fechou bem a história me deixou com vontade de conhecer e me emocionar com esse professor e os alunos.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Vou confessar que eu nunca ouvi falar antes dessa série, e apesar de filosofia nunca ter sido algo que me chamou a atenção no colégio, no cursinho que fiz eu fiquei completamente apaixonada! Achei muito interessante eles abordarem algo do tipo em uma série para jovens, e principalmente pelo protagonista não estar em um momento muito favorável na vida, ne não?! Kk realmente me despertou o interesse e vou atrás pra conferir, fazia tempo que eu não ficava assim por um seriado, espero gostar!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá Ivi!!!
    Essa série é totalmente diferente do que venho assistindo nos últimos tempos, principalmente que ando o tempo todo voltada para doramas do que outra coisa.
    Eu admito que Filosofia só veio a me conquistar com o livro "O Mundo de Sofia", pois não tive uma professora que fizesse a gente se apaixonar pelo conteúdo administrados mas eu achei essa série com um tom tão único e até mesmo com um humor que faz você querer ver.
    Vou adicionar em séries para assistir futuramente ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir