17

Fale! (Laurie Halse Anderson)

Ficha Técnica:
Nome Original: Speak
Autora:  Laurie Halse Anderson
Tradução: Flávia Carneiro Anderson
País de Origem: Estados Unidos
Número de Páginas: 248
Ano de Lançamento: 2014
ISBN-13: 9788565859073
Editora: Valentina

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 92º livro lido em 2016 e foi Fale! (Laurie Halse Anderson). Desde 2013 eu tinha curiosidade para ler este livro, em função dos muitos elogios para com a obra. Essa vontade só aumentou após eu ler um outro livro da autora, Garotas de Vidro, que tratava de forma direta e bem corajosa, a anorexia e bulimia. No livro Fale!,  a autora traz um outro tema, infelizmente, muito pertinente aos dias de hoje.
“É mais fácil não dizer nada. Fechar a matraca, passar o zíper, calar o bico. Toda aquela babaquice que você escuta na TV sobre se comunicar e expressar o que sente não passa de uma mentira. Ninguém quer realmente ouvir o que você tem a dizer.” Página 22
A narrativa nos apresenta a Melinda, uma garota no seu primeiro ano do ensino médio, sofrendo um retraimento muito intenso. Algo sério aconteceu em uma festa no verão, quando ela e algumas amigas estiveram em uma festa para alunos mais velhos de seu colégio. Este acontecimento fez com que Melinda ligasse para a polícia pedindo ajuda, porém esta atitude acabou estragando toda a festa e agora, ninguém quer se relacionar com ela ou tê-la em sua roda de amigos.


Em casa, as coisas também não são nada favoráveis. Melinda não teve coragem de contar para os pais o que aconteceu com ela e tanto a mãe quanto o pai de Melinda, tentam mascarar a realidade, encenando que formam uma família feliz.

O livro nos traz o bullyng como o fio condutor da trama, mas conforme o leitor vai descobrindo o que realmente aconteceu com a Melinda, a abordagem do bullyng torna-se até desbotada por causa de um tema ainda mais forte. A autora ainda faz uso de certos maneirismos para deixar o leitor sufocado com a situação, e eu achei essa caracterização bem inserida, como por exemplo, escrever um parágrafo inteiro sem vírgulos ou demais pausas.


É um livro que com certeza, deveria ser leitura obrigatória nas escolas, porque o assunto trazido é sério e digno de ser discutido e o livro serviria bem como um veículo de informação e encorajamento para as devidas denúncias.

Além da história, o livro traz alguns anexos interessantes, como um guia de discussão do tema, uma nota da autora sobre a motivação para ela escrever esta história e também, uma entrevista com ela. Apesar de o livro ter apenas 248 páginas, não se trata de uma leitura rápida e muito fluida, em função da introspecção da personagem e da forma como a autora conduz a narrativa. Ainda assim, é um livro impressionantemente bom, forte, apropriado e muito pertinente para os dias de hoje.
“Melhor encarar um demônio conhecido do que uma camisinha desconhecida, eu acho” página 16
Recomendo a leitura para todo tipo de leitor, incluindo pais e professores e demais pessoas que trabalhem ou tenham a oportunidade de conviver com adolescentes. O livro é um grito de alerta e deve ser levado a sério.


Uma adaptação cinematográfica foi feita dele, estrelado por Kristen Stewart no papel de Melinda, mas confesso que eu não consegui assistir nem 15 minutos do filme, porque a protagonista vivida pela atriz em questão, não me convenceu. Pretendo dar uma segunda chance, porque já ouvi falar que o livro é bem fiel à obra original. Confiram o trailer:


Eu gostei muito e é uma história que deixa um alerta forte sobre a necessidade de falar, denunciar, levar a público as violências, os abusos e os crimes que ocorrem no silêncio e tentam colocar as vítimas como as únicas responsáveis. É um livro que ficará na minha mente por muito tempo, e que eu recomendarei sempre que tiver oportunidade.


Um pouco sobre a autora:  Laurie Halse Anderson é a aclamada autora de inúmeros livros para jovens e de uma série de 12 volumes para o ensino fundamental. Mundialmente conhecida por Fale!, um dos romances juvenis mais importantes publicados na última década, adotado pelas mais conceituadas escolas dos Estados Unidos e escolhido pela Associação Americana de Bibliotecas (ALA) como leitura fundamental. Mora com a família em Nova York. Seus livros publicados no Brasil são:
  • Garotas de Vidro
  • Fale! 
Comentários
17 Comentários

17 comentários:

  1. Oiii ivi

    Essa autora sempre escreve sobre temas profundos e seus livros deixam uma mensagem importante, vale super a pena conferir. Tenho esse na minha lista e espero em breve ter a oportunidade de conhecer essa história.

    Beijos

    Resenha Atual

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, especialmente porque já fiz essa leitura também e sempre recomendo muito a leitura. A temática é muito bem desenvolvida, agora sobre a adaptação eu nem assisti, e acho que nem tenho interesse para não me decepcionar.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oiii!
    Não conhecia esse livro, e depois que li sua resenha, fiquei bem impressionada com o que posso encontrar nele. A pior coisa que os pais podem fazer é ignorar os sinais que seus filhos deixam de que não estão bem. Do que adianta viver de aparências? Desconfio do que pode ter acontecido nessa tal festa, mas quem a ignora por ter chamado a polícia, não passa de uma pessoa idiota. Fazer média pra amigo, não vale a pena, quando você está na pior, eles são os primeiros a virarem as costas. Espero conseguir ler mais para frente, achei bem interessante pelo o que você descreveu.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Não conhecia o livro e nem a autora.
    Realmente é um tema muito importante e que precisa ser abordado nas escolas.
    Me refiro tanto ao bullyng quanto ao fato de as vítimas muitas vezes não denunciarem um crime por medo de serem consideradas as únicas culpadas.
    Só um atendo: Kristen Stewart destruindo filmes desde sempre...

    ResponderExcluir
  5. Ivi!
    Li Garotas de vidro, porém não foi uma das minhas melhores leituras, achei muito deprimente, embora seja um assunto sério a ser discutido.
    Como aqui também. Não li Fale ainda, mas pelo visto, além do bullyng, que já é um tema forte, aconteceu algo mais com Melinda para ela se calar...e alfo bem sério...
    “Natal não são as luzes lá fora, mas a Luz que brilha em seu coração... Feliz Aniversário, Senhor!” (Daniela Raffo)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ivi, tudo bem?
    Pelo visto esse livro além de ter um enredo instigante è bem educativo já que você o recomenda para pais, professores e até mesmo como leitura obrigatória nas escolas.
    Fiquei curiosa para saber o que aconteceu com Melinda que ela precisou chamae a polícia embora eu ache que tenho uma ideia do que seja.
    Dica anotada.
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Oi Ivi, eu separei Garotas de Vidro para ler, e até então nem desconfia da existência desse livro. Vou anotar aqui e quando eu ler, volto aqui para dizer o que achei.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  8. OI!!!
    A primeira vez que ouvi falar desse livro foi no canal da Pam e coloquei ele na minha lista de desejados, depois li várias resenhas sobre esse livro, pelo o que eu sei dele concordo com você, deveria ser um livro obrigatório, acho muito importante esses livros que abordam temas como bullying, depressão, violência, homofobia e etc. Pois temos que ter conhecimento sobre tais assuntos e nada melhor que um livro para nós passar o conhecimento, para nós mostrar o que o personagem sente naquela situação. Adorei sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oii Ivi, tudo bem? Concordo com você quando diz que este livro deveria ser leitura obrigatória nas escolas. Eu não gostei tanto da leitura como esperava gostar, achei um pouco lento... Mas faz muito tempo que li, então acho que agora seria um pouco diferente, não sei. Eu li também o Garotas de Vidro, da mesma autora, e é um dos meus livros favoritos.
    Ah, assim como você eu não consegui assistir ao filme! Nota 0 pra Kristen como Melinda.
    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu já li esse livro e eu adorei a forma como o bullying é trabalhado. Na verdade nós temos um assunto muito sério e que acontece muitas vezes sem a maioria das pessoas perceberem ou como os pais dela sem querer enxergar. É muito comum vermos famílias encenando o papel de família de comercial de margarina por ai quando na verdade está destruída.

    ResponderExcluir
  11. Olá Ivi,
    Já vi várias vezes esse livro na livraria, mas nunca soube ao certo sobre o que a obra tratava-se e, agora que sei, fiquei mega ansiosa para ler e curiosa.
    Gostei de conhecer suas impressões e fiquei contente por saber que o livro é um grito de alerta. Acho muito bacana quando pensamos que um livro deveria ser leitura obrigatória nas escolas.
    É uma pena que a interpretação da Kristen não tenha sido boa.
    Vou anotar essa dica, tomar vergonha na cara e ler logo esse livro.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu assisti o filme e a trama é bem intensa, mas imagino que a leitura deve ser ainda mais angustiante. Não sabia que o filme era uma adaptação de Fale, preciso ler! Adoro histórias que falam sobre assuntos sérios e comuns, mesmo que dê um aperto no coração.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  13. Ainda não li o livro mas já faço uma ideia do que aconteceu com ela, acho que livros assim deveriam mesmos nas escolas pois são alertas para as adolescentes. Achei a capa muito bonita e a trama parece ser ótima, mas não sei se eu leria.

    ResponderExcluir
  14. Oie...
    Adorei sua resenha!
    Achei a premissa do livro bastante interessante e creio que deve se criar uma certa angustia no leitor durante a leitura. Leituras assim com assuntos sérios sempre dão aquele friozinho na barriga.
    Fiquei interessada em ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ivi!

    Nossa, eu não conhecia a obra mas ainda bem que li sua resenha! Adoro livros que retratam como o silêncio pode ser ainda mais perigoso. A necessidade de falar mas não conseguir me interessou muito. Gosto de livros que me deixam angustiada, hahaha! Dica anotadíssima, parabéns pela resenha!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Ivi, tudo bem?
    Acho que sou a única pessoa que não leu esse livro ainda, e olha que sempre me falam muito bem e acho o assunto abordado muito importante. Quando se trata de bullying, geralmente os autores retratam de um modo que mexe com o leitor, e percebi pela sua resenha que teve esse resultado em você, achei muito boa a sua resenha e me deixou muito curiosa. Com certeza lerei o livro uma hora dessas, e verei o filme também.

    beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Sempre vejo muitos comentários positivos sobre esse livro, o que me deixa bem curiosa para poder ler, fiquei curiosa para saber mais, parece que a autora aborda ao longo dessa historia temas muito importantes e que acaba nos deixando uma mensagem através dessa obra !!

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014