18

PEÇA-ME O QUE QUISER (Megan Maxwell)

Quem assina a resenha de hoje é a Kelly Silva.

Comecei a leitura pelos comentários e pelo fato de ser um romance espanhol, considerando meu encanto pelo idioma e por música latina.
O livro é narrado por Judith (Jud), secretária de uma empresa alemã chamada Muller, do ramo de medicamentos. Ela vive em Madri com um gato, é muito próxima da família: adora o pai (Manuel), a irmã Raquel e é encantada pela sobrinha, Luz.
Entre os amigos, destaca-se Fernando, com o qual sai algumas vezes e a família torce por um futuro relacionamento sério.
Em relação ao trabalho, Jud se sente explorada e já nas primeiras páginas, flagra a chefe com um companheiro de trabalho no estacionamento.
Ao sair para almoçar, Jud fica presa no elevador e conversa com um desconhecido bonitão. Quando a porta do elevador se abre, ela percebe que o desconhecido é simplesmente o alemão Eric Zimmerman, chefe da empresa.
Ele se interessa por ela e ao chamá-la para sair para jantar, demonstra um mundo desconhecido por Jud. A protagonista tem respostas rápidas, o que torna o ritmo do livro divertido, quase como uma partida de futebol entre a fúria espanhola e a frieza alemã (considerando o apelido dado a Eric pelos funcionários da empresa, “Iceman”).
Após o convite para acompanhá-lo como secretária nas viagens pela Espanha, Jud pensa que poderá conhecê-lo melhor, porém, sempre há certo mistério na vida de Eric, como a relação dele com o pai, os telefonemas de mulheres desconhecidas que sempre o deixam irritado e as constantes dores de cabeça.
Em um momento, há várias discussões e mal entendidos do casal, o que torna a leitura um pouco cansativa, pela insegurança dela ao ver uma nova secretária ou pela reação de Eric em certas situações. Este é contraditório, pois ao mesmo tempo em que a procura e se preocupa com ela, informa que não permitirá que se apaixone por ele.
Com o afastamento dele, Jud surta e decide fazer uma tatuagem com uma frase que Eric sempre dizia, o que surpreende até o tatuador, pelo local e pelo sentido da frase!
Ela tenta reconstruir a vida e retoma as corridas de motocross e em novo encontro com Eric, ele explica o motivo pelo qual se sente tão incomodado com esportes radicais, fato bem válido e traumático.
Quando tudo parece bem para o casal, uma situação que Jud não imaginaria pode colocar o relacionamento deles em risco.
Recomendo o livro para quem goste do gênero hot, há trechos longos e alguns escandalizadores! Já li “50 tons de cinza”, “Toda Sua” e outros desse estilo, mas acho que este foi o mais forte até hoje... rs
No decorrer da trama, são citados vários lugares e comidas espanholas, além de momentos embalados por músicas latinas (como “Blanco y Negro” da cantora Malu, tema do casal), o que aguça a curiosidade. Os mistérios que envolvem Eric são bem construídos e importantes tanto para o entendimento de atitudes do passado e atuais como para a continuação da trama.
Trata-se de uma trilogia, os dois outros volumes (“Pídeme lo que quieras, agora y siempre” “Pídeme lo que quieras o déjame”) já foram lançados, mas acredito que ainda não estejam disponíveis no Brasil.

Quotes escolhidos: “... A música amansa as feras e as letras de muitas canções podem ser tão significativas que podem nos  ajudar a esclarecer muitos sentimentos.” – página 60.

“Você pode me expulsar, me despedir, mas não me calar” – página 422.

Vale lembrar que esta leitura não é apropriada para menores de 18 anos.

Confiram o BookTrailer do livro: 




Um pouco sobre a autora: Mega Maxwell é uma escritora espanhola. No Brasil, o livro PEÇA-ME O QUE QUISER é a sua única publicação. A sequencia desta trilogia será lançada em novembro.
Comentários
18 Comentários

18 comentários:

  1. Tipo... sou super fã da série Crossfire, mas é pela autora do que eroticidade dos livros, já estou saturada de romances eróticos. Não leria este livros simplesmente pelo fato dele ser mais do mesmo já poido e desgastado. Apesar de ter me interessado no mocinho alemão, curto um homem de gelo, mas ainda assim não leria, não agora, nessa febre. Talvez um dia, quando eu já não estiver cheia dessa temática eu leia.

    ResponderExcluir
  2. Não passei da página 100 do livro, acho que até a página 40, já tinha rolado de tudo o que eu poderia imaginar e olha que minha imaginação é fértil, mas realmente, o livro não me ganhou. Agora um aspecto positivo da história, foram as citações musicais que a obra trouxe consigo. Assim como a Kelly, sou louca por musica latina e fiquei fuçando o Youtube e me apaixonando pelas musicas que a autora inseriu na narrativa. de resto, só... A linha "hot" não me atrai, isso é fato!!!

    ResponderExcluir
  3. Ivi, nunca li nada da série, não é o meu estilo de leitura preferida. No entanto, fico feliz em saber que atendeu (e até superou) as expectativas!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  4. Realmente eu não gosto de livros hot, então por esse motivo passaria longe dele... Simplesmente não consigo gostar desses gênero.

    ResponderExcluir
  5. Eu também amo espanhol e músicas latinas e além do mas eu sou fã, muuuuito fãa de novelas mexicanas <3
    Ainda bem que eu tenho mais de 18 anos, porque para um livro ser mais forte do que Ciquenta Tons... já estou imaginando aqui, rsrs.

    ResponderExcluir
  6. Adorei... Desculpa, eu ando MEIO sumida nos blogs em geral... Mas pretendo voltar no ritmo essa semana...

    Enfim, estou procurando dar uma fugidinha de trilogias e séries hahaha

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Já li algumas resenhas da obra, umas ótimas outras negativas.... mas estou com uma vontade louca de ler esse livro... Não sei, apesar de ser um gênero cheio de clichês, este me chamou a atenção KKKK Pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  9. GOSTARIA DE LER MAIS LIVROS COM O MESMO GÊNERO, JÁ LI OS DOIS LIVROS O PEÇA-ME QUE QUISER E PEÇA-ME O QUE QUISER AGORA E SEMPRE, AMEI OS DOIS LIVROS. ACHEI CONTAGIANTE. SE ALGUÉM PUDER ME INDICAR LIVROS QUE SEJAM ÚNICOS, TO FICANDO BRAVA DE LER SERIES E TRILOGIAS NÃO TENHO PACIÊNCIA DE ESPERAR O PRÓXIMO QUASE SURTO... amale122@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. GOSTARIA DE LER MAIS LIVROS COM O MESMO GÊNERO, JÁ LI OS DOIS LIVROS O PEÇA-ME QUE QUISER E PEÇA-ME O QUE QUISER AGORA E SEMPRE, AMEI OS DOIS LIVROS. ACHEI CONTAGIANTE. SE ALGUÉM PUDER ME INDICAR LIVROS QUE SEJAM ÚNICOS, TO FICANDO BRAVA DE LER SERIES E TRILOGIAS NÃO TENHO PACIÊNCIA DE ESPERAR O PRÓXIMO QUASE SURTO... amale122@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Ivi!!
    Ainda estou na dúvida se vou gostar desse livro, acho que vai depender do momento.
    Não pretendo compra-lo agora, mas quem sabe mais para frente.

    ResponderExcluir
  12. Ouvi muito falar desse livro, porém não é um livro que eu leria. Não gosto muito desse estilo de livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao sabe o que esta perdendo!

      Excluir
  13. To no primeiro livro ainda na pg 322 e to encantada é um livro otimo me apaixonei pelos personagens, e mau vejo a hr de saber como tudo termina, nao faço a minima ideia si tem um ponto final no terceiro livro, só sei dizer que estou encantada em ler peça-me o que quiser...

    ResponderExcluir
  14. EM TUDO QUE ATUAMOS NA VIDA E PRECISO PRÁTICA. COM SEXO NÃO É DIFERENTE. TEM MUITAS COISAS NESTE LIVRO QUE NÃO CONCORDO. EU NÃO CONCORDO, ISTO NÃO QUER DIZER QUE É ERRADO.SOU DE OPINIÃO QUE DENTRO DE 4 PAREDES TUDO É PERMITIDO DESDE QUE SEJAS ACEITO POR TODOS. GOSTO DE LIVROS ERÓITICOS EMBORA A MAIORIA SEJA REPETITIVO E UM TANTO CHATO.

    ResponderExcluir
  15. O Livro é lindo pois mostra que o amor não é algo igual para todos Erik ama Jud a respeita e a protege só sua forma de ver o sexo é diferente e em nenhum momento ele obrigue ela a participar de seus jogos sexuais,amei o livro!!!

    ResponderExcluir
  16. Não sei por que o pessoal perde tempo pra postar q n leria o livro. Li e adorei.
    Gostei pq apesar das brigas constantes do casal e por serem tao diferentes um do outro eles juntos fazem q o relacionamento deles de certo pq se amam..
    Essas "santinhas" q ficam criticando é pq ainda n experimentaram um homem com um pegada d verdade.. pq todos gostam d uma boa safadeza so n admitem pra si mesmos.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014