Um Homem Chamado Ove (Fedrick Backman)

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

Ficha Técnica:

Nome Original: En Man Som Heter Ove
Autora: Fedrick Backman
País de Origem: Suécia
Tradução: 
Número de Páginas: 352 
Ano de Lançamento: 2015 
ISBN-13: 9788579624278
Editora: Alfaguara
SKOOB | GOODREADS | Compre na AMAZON

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 64º livro lido em 2022 e foi Um Homem Chamado Ove (Fedrick Backman). Depois da excelente experiência com Gente Ansiosa, eu estava muito ansiosa para ler mais alguma obra do autor e este livro veio no momento exato.

O livro nos traz o Ove, um homem de 59 anos, ranzinza e solitário, que não gosta muito de pessoas e leva uma vida amargurada desde que sua esposa Sonja faleceu. Aposentado à revelia, ele tem uma rotina monótona dividida entre rondas de inspeção no condomínio onde mora e visitas ao túmulo do grande amor da sua vida. Sem Sonja, a vida de Ove perdeu a cor e o sentido. Na esperança de se juntar a ela no céu, ele planeja dar fim à própria vida e começa a fazer cuidadosos preparativos para isso. No entanto, toda vez que tenta se suicidar, é interrompido por novos e turbulentos vizinhos.

Mesmo esbanjando mau humor e deixando claro que não está nem um pouco interessado em fazer amigos, os vizinhos confiam nele e o procuram com os mais variados pedidos de ajuda. Ove não nega auxílio a ninguém e isso é encantador. Conforme a sua história vai sendo habilmente revelada, percebemos que Ove é muito mais do que um velho carrancudo que adora se queixar de tudo. Ele é um homem que possui um coração puro, bom e que sofreu muitas decepções na vida. Apesar do exterior irritadiço, por dentro Ove é um ser solitário e saudoso que, ao mesmo tempo que deseja se matar em paz, está pronto para dar e receber amor. Resultado: não tem como não sentir carinho por ele! 

O livro faz uma mistura muito inteligente entre drama e comédia. A questão do Ove em encerrar sua vida é intensa e muito melancólica, mas, ao mesmo tempo, as situações vividas em seu dia a dia por ser sistemático e rabugento são muito engraçadas, então em uma página eu estava com os olhos marejados e na outra eu gargalhava.

Os personagens são muito bem desenvolvidos e todos tridimensionais. O autor escreve e desenvolve o roteiro de forma tão fluida e envolvente, que é impossível não amar o Ove com todo o seu coração.

O livro já foi adaptado para um filme na Suécia, sob a direção de Hannes Holm. O filme recebeu duas indicações ao Oscar, nas categorias de melhor filme estrangeiro e melhor maquiagem, e recebeu o Prêmio do Cinema Europeu de melhor comédia em 2016. Porém o livro também ganhará uma versão americana para o cinema em que o papel vivido por Ove será do querido Tom Hanks.

Eu adorei e sem dúvida, quero ler mais obras do autor que acerta demais com meu gosto em leitura.


Um pouco sobre o autor:
Fredrik Backman é jornalista e escritor. Nasceu em 1981, na cidade de Estocolmo, Suécia. 

Seus livros publicados no Brasil são:
  • Um Homem Chamado Ove
  • Gente Ansiosa
  • Beartown
  • Britt-Marie Esteve Aqui
  • Minha Avó Pede Desculpas
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivi Campos

46 anos. De todas as coisas que ela é, ser a mãe do André é a que mais a faz feliz. Funcionária Pública e Escritora. Apaixonada por música latina e obcecada por Ricky Martin, Tommy Torres, Pablo Alboran e Maluma! Bookaholic sem esperanças de cura, blogueira por opção e gremista porque nasceu para ser IMORTAL! Alguém que procura concretizar nas palavras o abstrato do coração.




.

Colunistas

sq-sample3
Kesy
sq-sample3
Kelly
sq-sample3
Laís

Facebook

Instagram

Resenhas

Filmes

Meus Livros

Músicas

Youtube


Arquivos

Twitter

Filmes

Mais lidos

Link-me

Meu amor pelos livros
Todas as postagens e fotos são feitas para uso do Meu amor por livros. Quando for postado alguma informação ou foto que não é de autoria do blog, será sinalizado com os devidos créditos. Não faça nenhuma cópia, porque isso é crime federal.
Tecnologia do Blogger.