Um BestSeller pra Chamar de Meu (Marian Keyes)

quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Ficha Técnica:
Nome Original: The Other Side of the Story
Autora: Marian Keyes
País de Origem: Irlanda 
Tradução: Heloisa Maria Leal
Número de Páginas: 
Ano de Lançamento: 
ISBN-13: 978-8528613629
Editora: Bertrand

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 50º livro lido em 2022 e foi Um BestSeller pra Chamar de Meu (Marian Keyes). Este livro foi a minha quinta escolha para a Maratona de Releituras que faço anualmente. Eu o li pela primeira vez em 2010 e lembro de ter adorado a história, apesar de ter achado o livro longo demais. 

O livro conta a história de três mulheres que, apesar de se relacionarem, praticamente não se encontram. A primeira delas é Gemma, uma organizadora de eventos que precisa cuidar da mãe abandonada pelo pai e começa a apresentar sintomas de depressão. A segunda é Lily, casada com o ex-namorado (e amor da vida) de Gemma, que consegue publicar um romance de relativo sucesso. A última delas é Jojo, uma famosa agente literária que tem um caso com um dos sócios (casado e com filhos) da empresa em que trabalha.


Isso é só um resumo e, para entendê-lo melhor, é só considerar o nome do livro em inglês e uma das epígrafes. O título original é The other side of the story, que em uma tradução livre seria O outro lado da história. Já a epígrafe é de um autor anônimo: “Existem três lados em toda história. O seu lado, o lado deles e a verdade”. É a partir desses dois pontos que vou falar do livro.

A história das três mulheres se entrelaça nos detalhes. Gemma era namorada de Anton e amiga de Lily. Quando Anton resolve sair de Dublin (onde mora Gemma) e ir para Londres (onde mora Lily), tudo desanda. Gemma fica arrasada e pede para que Lily vigie o “namorado”, mas ela se apaixona por ele. Gemma fica com raiva porque acha que a amiga roubou seu homem e Lily se sente culpada por ter traído a amiga ao se apaixonar pelo ex.


Já Jojo é agente literária das duas. Primeiro ela aceita Lily como cliente, quando ela escreve o bestseller As poções de Mimi. Depois é Gemma que entra para o círculo de Jojo, com um romance sobre a separação dos pais. As ligações entre as personagens são frágeis e servem apenas como fio condutor das histórias, independentes. Por isso o livro se chama O outro lado da história, pois a cada momento somos apresentados as ações e pensamentos das personagens, que culminaram em uma ação única como as relações com Anton e os livros publicados.

Ao descrever essas relações, Marian Keyes usa e abusa dos diálogos, situações vergonhosas e do humor. As personagens femininas são bem reais, podem ser você, sua vizinha ou alguém de outro continente. Os dramas são bem cotidianos e as reflexões também. A escrita é feita de forma simples, direta e nos aproxima das mulheres retratadas. Como um bom representante do gênero chick-lit, a leitura é bem fluida.

Apesar disso, o livro é grande demais. São mais de 700 páginas para contar uma história simples e sem reviravoltas. Às vezes tive a sensação de ler os mesmos problemas em looping, disfarçados apenas pela forma como o livro é estruturado. Dividido em três partes, cada uma delas traz um bloco de capítulos dedicado a uma das personagens. Na terceira parte, as histórias se mesclam, mas as personagens não se juntam em momento algum. Essa divisão, porém, traz alguns problemas, pois as histórias são simples demais para muitas páginas e, no final, todas se atropelam para resolver os problemas criados o mais rápido possível.

O interessante dessa divisão é que o livro é escrito tanto em primeira quanto em terceira pessoa, dependendo da personagem em destaque. Quando Lily ou Gemma estão no comando, a narrativa é em primeira pessoa. Quando é Jojo, em terceira, o que evidencia quem são as escritoras e quem é a agente.


No fim, um livro potencialmente divertido e que se torna cansativo pelo número de páginas versus história. Como fã da autora, sei que este livro não está perto do seu melhor, mas ainda assim, vale como entretenimento.

Gostei de reler!


Um pouco sobre a autora:
Marian Keyes é uma escritora irlandesa. Nasceu em Limerick, em 10 de setembro de 1963. Ela já vendeu mais de 22 milhões de exemplares no mundo todo, que foram traduzidos para 32 idiomas. 

Seus livros publicados no Brasil são:
  • Melancia 
  • Férias! 
  • Sushi 
  • Casório?! 
  • É Agora... ou Nunca 
  • Los Angeles 
  • Um Bestseller pra Chamar de Meu 
  • Tem Alguém Aí? 
  • Cheio de Charme
  • A Estrela Mais Brilhante do Céu 
  • Chá de Sumiço 
  • Mamãe Walsh 
  • A Mulher Que Roubou A Minha Vida 
  • Dando Um Tempo
  • Adultos
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivi Campos

46 anos. De todas as coisas que ela é, ser a mãe do André é a que mais a faz feliz. Funcionária Pública e Escritora. Apaixonada por música latina e obcecada por Ricky Martin, Tommy Torres, Pablo Alboran e Maluma! Bookaholic sem esperanças de cura, blogueira por opção e gremista porque nasceu para ser IMORTAL! Alguém que procura concretizar nas palavras o abstrato do coração.




.

Colunistas

sq-sample3
Kesy
sq-sample3
Kelly
sq-sample3
Laís

Facebook

Instagram

Resenhas

Filmes

Meus Livros

Músicas

Youtube


Arquivos

Twitter

Filmes

Mais lidos

Link-me

Meu amor pelos livros
Todas as postagens e fotos são feitas para uso do Meu amor por livros. Quando for postado alguma informação ou foto que não é de autoria do blog, será sinalizado com os devidos créditos. Não faça nenhuma cópia, porque isso é crime federal.
Tecnologia do Blogger.