Más Allá Del Invierno (Isabel Allende)

quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Ficha Técnica:
Nome Original: Más Allá Del Invierno 
Autora: Isabel Allende
País de Origem: Chile
Número de Páginas: 352
Ano de Lançamento: 2017
ISBN-13: 9788401019760
Editora: Plaza & Janes

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 7º livro lido em 2022 e foi Más Allá Del Invierno (Isabel Allende). Ganhei este livro em 2017 quando uma amiga estava se desfazendo de alguns livros em função de sua mudança para outro país e só agora tomei coragem para encará-lo em espanhol. Ao escolher o livro, me senti intimidada em função da autora ser uma referência forte na literatura latino-americana, porém adianto que foi uma leitura fácil, fluida e que me agradou muitíssimo.

O livro traz três personagens: Richard, acadêmico muito sistemático e peculiar que vive sozinho com seus gatos em Nova York, local em que ele evita contato humano, apesar de ser professor universitário. Temos a Lucía, chilena que mora em Nova York e trabalha com Richard na universidade e por fim, Evelyn, guatemalteca, imigrante ilegal nos Estados Unidos. Estes três personagens têm suas vidas entrelaçadas após uma nevasca em que Richard é obrigado a sair em busca de um veterinário para um dos gatos que ingeriu uma solução venenosa e Evelyn também precisa enfrentar a neve para comprar fraldas para o menino de quem é babá. Eles se envolvem em um acidente de carro que a princípio pode ser resolvido com a seguradora de Richard se não fosse por uma carga bizarra encontrada no porta-malas do carro que Evelyn estava dirigindo, desconhecida por ela. Aflito, Richard procura Lucía para que ela possa ajudar os dois e assim temos uma história interessante e com desdobramentos muito inteligentes.


Cada um destes três personagens é forte a sua maneira e a autora trata de desenvolvê-los de maneira a entendermos suas motivações, seus sentimentos e intenções. Lucía saiu do Chile ainda jovem no auge da ditadura do seu país e após uma série de frustrações, tentou seguir a vida de forma consciente de seu papel no mundo. Richard que começa o livro de forma frio e distante, teve um passado cheio de paixão e viagens, viveu um período no Brasil, trecho que a autora enaltece nosso país, relatando positivamente nossa música, clima, comida e tradições. Evelyn, a mais jovem deste trio, saiu de seu país para fugir da violência urbana que qualquer lugar sem distribuição de renda e com diferenças sociais absurdas ocasiona. A violência a perseguiu durante todo o trajeto de imigração e mesmo em território americano e acreditando que pode ter uma vida melhor, sofre de diversas maneiras.


O livro é interessante de várias formas. A história que amarra a vida dos três personagens é forte e original, porém a história individual deles é muito rica também, o que colabora para que a leitura seja envolvente e que ficar longe do livro seja um martírio.


Com uma visão política, inteligente, universal e sobretudo, empática, temos uma prosa ágil e muito bem desenvolvida que nos envolve do primeiro ao último parágrafo.

Eu amei demais!!!


Um pouco sobre a autora:
Isabel Allende nasceu em 2 de agosto de 1942, em Lima, no Peru, onde o seu pai diplomata se encontrava em trabalho. No entanto, a sua nacionalidade é chilena, tendo-se tornado cidadã norte-americana em 2003. É filha de Tomás Allende, funcionário diplomático e primo-irmão de Salvador Allende, e de Francisca Llona. A autora estudou Jornalismo, trabalhando como colunista e redatora, também escrevendo obras infantis e teatrais. No ano de 1962, casou-se com Miguel Frias, pai de seus dois filhos, Paula e Nicolás. Logo após o golpe militar que “derrubou” o presidente de esquerda Salvador Allende, seu tio, do poder, Isabel e sua família se mudaram para a cidade de Caracas, capital da Venezuela. É lá que se dá o pontapé de sua produção literária.

Alguns de seus livros publicados no Brasil são:

  • A Casa dos Espíritos (1982)
  • A Lagoa Azul (1983)
  • De Amor e de Sombra (1984)
  • Eva Luna (1987)
  • O Plano Infinito (1991)
  • Paula (1995)
  • Afrodite (1998)
  • Filha da Fortuna (1999)
  • Retrato a Sépia (2000)
  • A Cidade das Feras (2002)
  • O Reino do Dragão de Ouro (2003)
  • O Bosque dos Pigmeus (2004)
  • Zorro, Começa a Lenda (2005)
  • Inês da Minha Alma (2006)
  • A Soma dos Dias (2007)
  • A Ilha Sob o Mar (2009)
  • O Caderno de Maya (2011)
  • O Jogo de Ripper (2014)
  • O Amante Japonês (2015)
  • Para Além do Inverno (2017)
  • Longa Pétala do Mar (2019)
  • As Mulheres de Minha Alma (2020)
  • Violeta (2021)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivi Campos

45 anos. De todas as coisas que ela é, ser a mãe do André é a que mais a faz feliz. Funcionária Pública e Escritora. Apaixonada por música latina e obcecada por Ricky Martin, Tommy Torres, Pablo Alboran e Maluma! Bookaholic sem esperanças de cura, blogueira por opção e gremista porque nasceu para ser IMORTAL! Alguém que procura concretizar nas palavras o abstrato do coração.




.

Colunistas

sq-sample3
Kesy
sq-sample3
Kelly
sq-sample3
Laís

Facebook

Instagram

Resenhas

Filmes

Meus Livros

Músicas

Youtube


Arquivos

Twitter

Filmes

Mais lidos

Link-me

Meu amor pelos livros
Todas as postagens e fotos são feitas para uso do Meu amor por livros. Quando for postado alguma informação ou foto que não é de autoria do blog, será sinalizado com os devidos créditos. Não faça nenhuma cópia, porque isso é crime federal.
Tecnologia do Blogger.