DESTAQUES 2021

quinta-feira, 30 de dezembro de 2021


O ano de 2021 trouxe as mazelas que 2020 não nos deixou esquecer, mas começamos a ver uma luz no fim do túnel com a chegada da vacina contra Covid 19 e quero destacar alguns fatos e acontecimentos que deixaram meu 2021 mais legal. 

Vamos conferir?
Melhor Momento: Sem sombra de dúvida, o melhor momento de 2021 foi o dia do meu aniversário (18/05), em que eu tive a oportunidade de viajar para um lugar que amo com meu filho, realizar o sonho de andar de parapente e terminar o dia em uma pizzaria deliciosa. Enfim, foi o melhor aniversário da minha vida e o melhor dia do ano. 


Melhor Viagem: Foi a divertida viagem que fiz durante a semana do meu aniversário para Balneário Camboriú – SC. Essa foi a quarta vez que estive na cidade para fazer praticamente o mesmo roteiro, mas ainda assim, foi uma viagem gloriosa, divertida e especial por vários motivos.


Melhor Leitura: UM MILHÃO DE PEQUENAS COISAS (JODI PICOULT) - O livro nos traz Ruth Jefferson, uma enfermeira obstetra com mais de vinte anos de experiência na área e ama intensamente o que faz. Em um plantão, ela é impedida de cuidar de um recém-nascido pelo simples fato de ser negra. Os pais da criança são supremacistas brancos, pedem para a direção do hospital que ela não toque no seu filho e são atendidos. Porém, em um momento em que Ruth está sozinha no berçário, o bebê tem uma parada cardíaca e ela é acusada de não ter feito de tudo para salvar a criança. O livro se desenvolverá sobre a investigação e julgamento de Ruth por isso e questões sérias como raça, privilégios e preconceitos são esmiuçadas dentro da narrativa. Por ser uma mulher negra, Ruth viveu sua vida inteira driblando o racismo. Orientada pela mãe a ser sempre uma pessoa melhor e evitar os olhos de dúvidas sobre ela, estudou muito para ter sua graduação e conquistar um emprego de respeito. Da mesma maneira, criou o filho Edison e após a morte do marido na guerra do Afeganistão, se viu sozinha para educar a criança. Quando ela se vê acusada de algo sério no seu trabalho e perde o direito de trabalhar com o que ama, sua vida vira de cabeça para baixo. A advogada Kennedy é designada para defendê-la e embora nunca tenha pego nenhum caso parecido, se esforça de todas as formas para que Ruth tenha um julgamento justo.


Melhor Série: Round 6 foi maior fenômeno da Netflix em 2021. Um sonho febril envolvente, coberto de doces, no qual os competidores jogam jogos inocentes de sua infância com um detalhe: se perderem, suas vidas serão igualmente perdidas. Temos um retrato chocante e perturbador de indivíduos escapando de existências difíceis e lutando em Seul, na Coreia do Sul. Na trama, Seong Gi-hun é um cara comum que precisa muito de algum dinheiro – ou de um milagre. Ele está sem sorte, tem uma filha que talvez nunca mais veja e uma mãe idosa que ainda é forçada a cuidar dele como se fosse uma criança. Então, quando surge a oportunidade de jogar uma série de jogos infantis por uma quantia astronômica de dinheiro como prêmio, ele não pode recusar.

 

Melhor Filme: Levando em consideração que só fui ao cinema duas vezes em 2021, sem dúvidas o melhor filme foi Homem-Aranha Sem Volta Para casa, que se tornou meu segundo filme favorito da Marvel.

 

Melhor Música: Um dos cantores que eu mais amo nessa vida, Tommy Torres, lançou CD novo esse ano e amei absurdamente todas as músicas, porém uma delas conquistou todo o meu coração e estou falando de Marea. Ouçam e se apaixonem:

 

Melhor descoberta no Youtube:
Me mantive fiel aos canais que adoro (Minha Vida Literária e Livraria em Casa) e confesso que descobri poucos canais neste nicho no Youtube.  Ainda assim, me apaixonei pelo souLivro, da Carol Vitti que é uma fofa, lê alucinadamente e faz vlogs de leitura deliciosos.

Esses foram os meus destaques em 2021 e meus desejos para 2022 é que todo mundo esteja vacinado e que Bolsonaro deixe a presidência do nosso país.

Torcendo para que o ano de vocês também seja com esperança.

Beijos
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivi Campos

45 anos. De todas as coisas que ela é, ser a mãe do André é a que mais a faz feliz. Funcionária Pública e Escritora. Apaixonada por música latina e obcecada por Ricky Martin, Tommy Torres, Pablo Alboran e Maluma! Bookaholic sem esperanças de cura, blogueira por opção e gremista porque nasceu para ser IMORTAL! Alguém que procura concretizar nas palavras o abstrato do coração.




.

Colunistas

sq-sample3
Kesy
sq-sample3
Kelly
sq-sample3
Laís

Facebook

Instagram

Resenhas

Filmes

Meus Livros

Músicas

Youtube


Arquivos

Twitter

Filmes

Mais lidos

Link-me

Meu amor pelos livros
Todas as postagens e fotos são feitas para uso do Meu amor por livros. Quando for postado alguma informação ou foto que não é de autoria do blog, será sinalizado com os devidos créditos. Não faça nenhuma cópia, porque isso é crime federal.
Tecnologia do Blogger.