Prove (Ariane Fonseca)

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Ficha Técnica:
Nome Original: Prove
Autora: Ariane Fonseca
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 482
Ano de Lançamento: 2021
ISBN: B08SLJ5MHP
Editora: Kindle

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 55º livro lido de 2021 e foi Prove (Ariane Fonseca). Este livro foi uma indicação da Kelly, que sabendo do meu interesse pelo tema central do romance – racismo – tinha certeza que o enredo me agradaria e já adianto que ela estava certíssima. O livro é o quarto volume de uma série, mas os livros são independentes, apenas compartilham o mesmo universo e assim, podem ser lidos fora de ordem.

O livro nos traz André e Gabrielle. Ele é um homem bem-sucedido criado pelos avós após perder os pais em um protesto sabotado por grupos violentos quando era um garotinho. Lutando para superar seus traumas e tentando de todas as maneiras não desperdiçar nenhuma das poucas oportunidades que chegavam até ele por ser de uma comunidade carente e negro, André conseguiu se tornar um profissional de respeito dentro de uma empresa referência em tecnologia na área educacional, sendo a pessoa de confiança do dono, o que naturalmente gerou ciúme e inveja nas pessoas ao redor. Gabrielle, também de origem humilde, cresceu com o pai e o irmão, sua mãe abandonou a família quando ela era menor e embora isso ainda seja muito nebuloso em sua vida, ela tentou de todas as maneiras superar a falta que a mãe fez em sua vida. Casou-se cedo, se frustrou fortemente por não conseguir realizar o sonho de ser mãe e esse relacionamento acabou em divórcio. André e Gabrielle se conhecem quando André atropela Joel, um garoto que Gabrielle ajuda, o que une os três, pois Gabrielle fica com a guarda provisória do menino.

O livro se desenvolverá em várias frentes: no romance entre André e Gabrielle que é inter-racial e gera desconforto na família dela; na ascensão de André na empresa, uma vez que substituirá seu chefe enquanto ele enfrenta um câncer e na luta de Gabrielle pela adoção de Joel. Três assuntos distintos entre si, mas todos amarrados por um único tema central, o racismo. É nele que a autora brilha fortemente com muito equilíbrio porque insere exemplos, dados, pesquisas que fortalecem seu posicionamento e o quanto o assunto precisa ser conversado, discutido, refletido para que possamos visualizar o fim dele. 

André viveu na pele, literalmente, a exclusão e a necessidade de se provar o tempo inteiro enquanto Gabrielle, mesmo desconhecendo sua luta, entende que precisa aprender para entender e isso se dá de forma muito natural dentro do relacionamento dos dois, que é muito sincero e sem jogos. É um romance maduro, bonito e gostoso de acompanhar, além de brindar os leitores com muitas cenas sensuais.

O livro traz uma reviravolta interessante para o final do livro que me surpreendeu. Com algumas cenas de ação, conseguiu me manter investida na trama do começo ao fim, mesmo que tenha achado alguns trechos mirabolantes demais. A escrita da autora é madura, forte, muito consistente e é nítido o seu trabalho de pesquisa, o que sempre agrega demais a leitura.

Sem dúvida, eu adorei o livro e quero ler mais obras da autora, porque percebi a responsabilidade social em seu trabalho e acredito que encontrarei outros temas importantes em suas outras obras.

Adorei!!!


Um pouco sobre a autora: Ariane Fonseca tem 31 anos, é formada em Jornalismo e pós-graduada em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais. Apaixonada por livros desde criança, decidiu em 2017 criar sua própria história no Wattpad. A jovem geminiana, curiosa e impulsiva, é uma romântica incurável. Mora em Taubaté (SP) com dois filhos e o marido.

Alguns de seus livros publicados são:

    • Prove
    • Veja
    • Toque
    • Ouça
    • Inspire
    • Cupido Estagiário
    • Antes da Última Respiração
    • Transcendente
    • Não Tenha Medo
    • Sem Ar
    • Não Te Darei Meu Coração
    • Minha Lista de Desejos
    • Infinito Enquanto Dure
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivi Campos

45 anos. De todas as coisas que ela é, ser a mãe do André é a que mais a faz feliz. Funcionária Pública e Escritora. Apaixonada por música latina e obcecada por Ricky Martin, Tommy Torres, Pablo Alboran e Maluma! Bookaholic sem esperanças de cura, blogueira por opção e gremista porque nasceu para ser IMORTAL! Alguém que procura concretizar nas palavras o abstrato do coração.




.

Colunistas

sq-sample3
Kesy
sq-sample3
Kelly
sq-sample3
Laís

Facebook

Instagram

Resenhas

Filmes

Meus Livros

Músicas

Youtube


Arquivos

Twitter

Filmes

Mais lidos

Link-me

Meu amor pelos livros
Todas as postagens e fotos são feitas para uso do Meu amor por livros. Quando for postado alguma informação ou foto que não é de autoria do blog, será sinalizado com os devidos créditos. Não faça nenhuma cópia, porque isso é crime federal.
Tecnologia do Blogger.