2.6.20

Sempre Teremos Buenos Aires (Rossana Cantarelli)

Ficha Técnica:
Nome Original: Sempre Teremos Buenos Aires
Autora: Rossana Cantarelli
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 280
Ano de Lançamento: 2019                       
Editora: Ponto Literário

Já comentei algumas vezes aqui sobre Buenos Aires ser o meu lugar favorito no mundo e achei este livro por acaso, ao digitar o nome da cidade no campo de busca do site da editora. Não conhecia a autora, mas o título me encantou e fiquei bem curiosa para conferir a história.


Os capítulos são narrados por Laura Becker, que está em Buenos Aires para uma convenção da empresa em que trabalha. É bem-sucedida em sua vida profissional, mas se culpa por não passar tanto tempo quanto gostaria com a família e com o marido, o médico Renato.

Ao apresentar resultados desfavoráveis na convenção, o presidente da empresa indica que Laura deve trabalhar com Victor Villar durante 5 dias e apresentarem um novo projeto juntos no final deste período. Victor é atraente e o oposto de Laura em todos os sentidos (personalidade, atitudes e pontos de vista), o que a assusta, mas também a leva a se conhecer melhor, acreditar em si mesma e até confrontar suas próprias ideias. É previsível que os dois se envolveriam, mas a história apresenta outros fatores após a apresentação do projeto não ocorrer como Laura imaginava.

Durante a narração, há descrições muito interessantes e detalhadas sobre pontos turísticos da cidade argentina (como as tumbas do cemitério da Recoleta), assim como reações ou sensações, como quando pilotam uma moto no autódromo ou assistem uma apresentação de tango.

Em determinados momentos Laura me parecia confusa, imatura, infantil e eu detestava suas atitudes (principalmente em relação ao marido), mas em outras situações conseguia entender seu ponto de vista, o que me deixou em conflito assim como a personagem. Uma aparição inesperada a faz tomar uma decisão, mas Laura sempre pensa no que poderia ter acontecido se tivesse agido de outra forma.

Há trechos que me pareceram desnecessários, como as atitudes de Laura e Victor numa balada ou o envolvimento de determinados personagens apresentados nas últimas páginas.

Além do conflito vivido por ela em seus dias em Buenos Aires, a narração traz também vários pontos e dicas interessantes sobre a vida empresarial e a necessidade de diferenciar os clientes para atendê-los da melhor forma possível. 

O capítulo extra é narrado por uma personagem importante e relata um encontro, uma carta não enviada que transborda amor e demonstra o lado de quem Laura sempre quis saber, o que enriqueceu muito à leitura e fechou esse ciclo de forma bem bonita.

O livro trata de amor, conflito, escolhas, oportunidades e recomeços e demonstra que ao encontrar alguém, esta pessoa sempre acrescentará algo em sua vida, mesmo que traga conflito ou alguma reflexão, já que a longo prazo pode proporcionar novas experiências.

Comecei a leitura predisposta a gostar do livro simplesmente pelo título ou por me sentir passeando pela cidade com os personagens e encontrei uma história que trouxe muito mais do que isso, começando pelos desafios da mulher no mundo empresarial até os conflitos de Laura na vida pessoal e as decisões que alteraram o futuro dela. Eu gostei muito!

Um pouco sobre a autora: Gaúcha, advogada, casada com Marcelo, mãe do Cassio e madrasta do Arthur. Começou a escrever por incentivo do seu marido, pois gostava de ler e sempre soube contar histórias. Seu primeiro livro, Apenas Respire - Rock e perfume: paixão no ar, foi escrito de forma despretensiosa e publicado pela editora Multifoco em junho de 2016. A partir de então, Rossana nunca mais parou de escrever. Alguns de seus livros publicados são:

- Apenas Respire: - Rock e perfume: paixão no ar

- Apenas Me Ame: - Rock e perfume: o som do amor

- Depois das Cinco

- Sempre Teremos Buenos Aires

7 comentários:

  1. Fico muito feliz em saber que se surpreendeu com a história. BsAs também é uma das minhas cidades preferidas. Adorei sua resenha pois expôs o seu ponto de vista sem contar a história. Obrigada pelo espaço, pela leitura e por contar um pouco dessa história que mexe comigo até hoje.

    ResponderExcluir
  2. Oie, apesar das ressalvas que você disse, de algumas coisas desnecessárias o livro parece ser bem atrativo.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Achei interessante o enredo, pois é de uma mulher a procura de seu espaço dando a si mesma uma experiência diferente. Fiquei um pouco curiosa sobre a situação dela com o marido e da carta recebida, acho que vou ter que ler para tirar minhas próprias opiniões kkk. Obrigado pela dica, parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  4. Eu sou louca para conhecer Buenos Aires! Suspiros... Infelizmente, a premissa do livro não me atraiu muito e saber que existem alguns comportamentos por vezes imaturos da protagonista também me desanima um pouco. Todavia, não descarto a possibilidade de ler um dia.

    ResponderExcluir
  5. estava achando interessante até descobrir q ela se envolve com outro, n suporto livros falem sobre traição. uma pena, pois parecia um livro interessante.

    ResponderExcluir
  6. Olá Kelly!!!
    Realmente a capa é ma fofura, nunca me imaginei indo para Buenos Aires mas as coisas são tão inéditas que nunca se sabe né??
    Eu gostei do enredo da história, mas realmente gostei da forma como você conheceu o livro e espero que você possa um dia visitar essa cidade.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que caia linda! Tem os estilos da Arqueiro rs. Nossa fui capturado pela capa, mas a premissa não me agradou muito, visto que algumas atitudes tomadas são futeis, mas pode funcionar pra muita gente, eu só não gosto de ler histórias assim. Mas amei sua resenha !

    ResponderExcluir