23.3.20

Livros Que tem Outono no Nome


Chegou uma das estações favoritas dos leitores. O calor está perdendo força e aquele vento suave começa a soprar. As roupas pesadas já estão saindo do armário e ler embaixo de uma manta com uma bebida quentinha por perto é uma das melhores opções de lazer para quem prioriza a leitura. E nada melhor que os livros também combinem ou sejam ambientados nesta estação. Para isso, trouxe algumas dicas de livros para que vocês passem o outono em excelente companhia.

Vamos conferir?

Era Uma Vez No Outono (Lisa Kleypas)
A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo, nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa. Marcus é o típico britânico reservado e controlado, mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar. Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada?

Outono de Sonhos (Adriana Brazil)
Outono de Sonhos é o primeiro volume da Série Foi Assim que te Amei. Nesse romance, Helen é uma jovem cheia de sonhos e objetivos a conquistar, filha única de uma família estruturada e feliz. No início da trama, ela se vê envolta à expectativa do primeiro dia de aula na faculdade de Letras da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina. O talento para escrever rende a Helen o convite para dar continuidade a um projeto parado na faculdade, terminar um conto de amor entre um príncipe e uma plebeia, iniciado pelo escritor e estudante de teatro, Andrew Gamberini, que sofreu um acidente há um ano e abandonou a faculdade. Conforme entra em contato com a trama, Helen descobre-se apaixonada pelo seu autor e viverá intensamente um romance pelas quatro estações do ano. Outono dos Sonhos é uma obra apaixonante, levando o leitor a mergulhar em uma surpreendente e emocionante história de amor.


O Outono do Patriarca (Gabriel Garcia Márquez)
Gabriel García Márquez já se referiu a “O Outono do Patriarca” como um poema sobre a solidão do poder. Primeiro romance depois de “Cem Anos de Solidão” (1967), a obra publicada em 1975 representa uma alegoria do autoritarismo na América Latina. Através dos delírios de um ditador quimérico, lendário, arqueológico, o autor erigiu outra de suas catedrais literárias. Há mais de um século no comando, o patriarca de García Márquez faz o tempo avançar e retroceder em monólogos que comportam diálogos, construídos com imagens que evocam a loucura e o lirismo, descentrando a história, a geografia, a linguagem. Assim "O Outono do Patriarca" traz a saga de um ditador com idade indefinida entre 107 e 232 anos, vagando num universo onde tudo conduz à lembrança do tempo acumulado. No palácio presidencial, onde pastam vacas, o patriarca é um solitário entre concubinas, perseguido por um apetite sexual senil, ouvindo harpas ao vento e a subida das marés, atrasando relógios e maquinando em um cenário em que galinhas errantes bicam móveis e cadáveres, a solidão precipita o terror e desfralda a superstição em um imenso bazar da mitologia sobre o poder no continente. As formigas mortais do último capítulo de "Cem Anos de Solidão" compõem uma epígrafe deste outono anunciado. São obras-primas, que se completam, se seguem, constituindo as fabulações insuperáveis. "O Outono do Patriarca" é um dos melhores momentos do gênio criativo do mestre do realismo mágico.

Cores de Outono (Keila Gon)
O inesperado, o impossível, o destino… Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração. Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração. Cores de Outono é o primeiro volume de uma saga mágica que vai instigar emoções e paixões.

Renascer de Um Outono (Samanta Holtz)
A vida aos dezoito anos está muito diferente do que Anna Hills havia sonhado. Sozinha em uma cidade estranha, reprovada no vestibular e demitida do emprego, ela enfrenta a difícil batalha para superar o desânimo e ir em busca de um lugar no mundo que possa chamar de seu. Determinada a deixar os fracassos para trás, Anna descobre nos classificados a vaga para baby sitter de uma garotinha que vive com o tio. No entanto, ela não imagina que aquele pequeno anúncio de jornal se tornará o passaporte para as maiores emoções da sua vida, colocando-a face a face com mudanças, escolhas e com John, o rapaz que amava em segredo desde a infância, em um encontro que os levará a desvendar o verdadeiro sentido do amor, da vida e da importância de fazer cada instante vivido valer a pena. Em uma tortuosa e apaixonante jornada, Anna descobrirá a força de uma grande amizade, a dificuldade de se conquistar o coração de uma criança e, acima de tudo, o poder transformador do amor, naquele que será o melhor e o pior outono da sua vida.

Espero que as dicas tenham agregado a lista de leituras de vocês e que a nova estação traga livros maravilhosos.

Beijos

5 comentários:

  1. Olá, tudo bem por aí?

    Confesso que não conhecia nenhuma das obras listadas, acredita? Dos autores, porém, conheço Gabriel Garcia Márquez e me interesso por algumas de suas obras, mas a que você citou eu ainda não conhecia. Me interessei bastante pela sinopse dele e acho que pode ser uma boa para ler nessa quarentena haha. Adorei o post!

    Abraços :)
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhuma das obras citadas, mas já ouvi falar de "renascer de um outono" e "era uma vez no outono" (que, aliás, preciso ler uma obra da Lisa). Sabe um livro que me vem a mente? "Uma luz no outono", o quarto livro das irmãs Shakespereare :D

    Adorei o post.
    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  3. Amei a lista!

    Sou apaixonada pelo outono, posso dizer que é minha estação querida, que me deixa nostálgica, relembrando o passado, até mesmo livros que li e dos quais sinto falta.

    Era Uma Vez no Outono me encantou por completo, mas sou muito suspeita para falar da série As Quatro Estações do Amor, pois amo a autora e suas histórias sempre me arrebatam.

    Ouço falar muito bem da Samanta Holtz e estou louca para ter a oportunidade de ler uma de suas histórias.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Eu amei o post! O outono é uma das minhas estações favoritas, porque o calor começa a dar uma aliviada e acho os dias mais bonitos. Até as capas do livro inspiradas no outono são mais bonitas hehe. Dos livros que você citou, eu só li Era uma vez no outono e amo muito. Os outros eu ainda não conhecia, mas fiquei curiosa para ler, principalmente o Cores de outono. Mas um que eu indico muito é Uma luz no outono, foi uma das minhas leituras desse mês e eu adorei.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Dos livros citados só tinha ouvido falar de Renascer de um Outono, os outros são novidades para mim. Adoro esse tipo de postagem, sempre fico conhecendo novos títulos e sempre aumento minha lista de leitura rs

    ResponderExcluir