25.10.19

Cinco Dias (Julie Lawson Timmer)

Ficha Técnica:
Nome Original: Five Days Left
Autora: Julie Lawson Timmer
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Ana Paula Corradini
Número de Páginas: 368
Ano de Lançamento: 2015
ISBN-13: 9788581636955
Editora: Novo Conceito

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 75º livro lido em 2019 e foi Cinco Dias (Julie Lawson Timmer). Este livro estava na minha estante há um tempo e eu comprei em função da indicação da Aione do blog Minha Vida Literária que sempre o inclui em tags ou listas de bons livros.

O livro nos traz Mara e Scott que embora não se conheçam pessoalmente, interagem em um fórum virtual sobre família, são amigos e se ajudam sem fazer ideia da importância de suas palavras de apoio para o outro, mesmo vindas de um desconhecido. Essa é a maior premissa do fórum: quando você se despir de tudo que lhe faz ser reconhecido, como seu rosto, sua profissão e suas conquistas, você se torna muito mais aberto para expor e compartilhar partes de sua vida que até então nem você mesmo havia pensado.


Mara era uma advogada de sucesso, sócia de uma firma importante e completamente independente. Sempre se orgulhou em resolver seus problemas e ser um ícone entre suas amigas sobre como tomar as rédeas da sua própria vida. No entanto, ela foi diagnosticada com uma doença degenerativa incurável que ataca seu sistema nervoso e aos poucos tirará tudo o que torna Mara uma pessoa: o controle dos seus movimentos, sua memória e por fim sua vida. Ao ver a vida se esvair diante dos seus próprios olhos e observar como sua família tem se sacrificado para tornar seus dias mais confortáveis em meio a tanta dor, Mara toma uma decisão: quando o primeiro sintoma do pior declínio da sua doença aparecer, ela vai tirar a própria vida para poupar seu marido, sua filha e seus pais de presenciarem a agonia do seu fim e para não ser um estorvo para aqueles que ama. Para isso, ela escolhe a data do seu aniversário para que sua família não precise se lembrar duas vezes por ano e sim apenas uma, dela e de sua morte. Faltando 5 dias para a ocasião, acompanhamos Mara tomar decisões – tanto as práticas quanto as emocionais – do dia em que irá tirar sua própria vida enquanto sua família pensa em como comemorar o dia do seu nascimento.

Scott é professor de escola pública e dedica sua vida para tornar a vida daqueles alunos que não tiveram oportunidades em algo melhor. Ao encontrar um ex-aluno em uma situação complicada sem ter como estudar, trabalhar e cuidar do irmãozinho, Scott resolve ajudá-lo e adotar seu irmão menor por um período de um ano, tempo em que a mãe dos meninos sairá da prisão. O que Scott não esperava era se afeiçoar tanto a Curtis e se sentir mais pai daquele menino que conheceu há pouco tempo do que do bebê que sua esposa espera na barriga. Quando se dá conta, Scott só tem mais 5 dias ao lado de Curtis antes de ter que se despedir daquele que já considera parte fundamental da sua família.


O livro é narrado em terceira pessoa, mas, ainda assim, conseguimos nos sentir tão próximos dos personagens como se eles estivessem contando suas dores. Intercalando entre as duas histórias, o livro não se passa completamente em cinco dias e sim relembra todos os momentos que foram decisivos para chegar nos dias de hoje, convidando o leitor a mergulhar na vida dos protagonistas.

A narrativa de Mara conseguiu me envolver mais. A expectativa dela em relação ao dia que teria que consumar sua decisão foi extremamente bem descrita e de forma melancólica, nos despedimos dela assim como ela precisa se despedir das pessoas que ama. O drama de Scott também é bem desenvolvido, mas de alguma maneira, eu conseguia enxergar um final feliz para ele, uma vez que a morte não estava incluída nas consequências das decisões tomadas.


Foi uma leitura intensa, triste, mas muito fluida. Foi fácil me importar com os personagens e torcer para que o melhor acontecesse e isso se deu em função de uma narrativa bem desenvolvida que me levou a pensar no enredo mesmo depois de concluir a leitura. 

Adorei!


Um pouco sobre a autora: Julie Lawson Timmer cresceu em Stratford, Ontário, Canadá e atualmente mora em Ann Arbor, Michigan, com o marido e os filhos. Além de escritora, é advogada e praticante de ioga. Cinco Dias é o seu único livro publicado no Brasil.

3 comentários:

  1. Uau! Já gostei e me identifiquei com a personagem principal por conta da profissão, mas a forma como a história se desenrola é muito interessante! Já quero saber como se resolveu esse drama que envolve uma doença grave e a questão do suicídio. E também como as duas histórias se entrelaçam. Entrou para minha lista de desejados. AMEI suas fotos. Beijos! Karla Samira

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que livro maravilhoso deve ser esse, já desejo ler, pois sua premissa me conquistou de vez e estou bem curioso para saber dessa trama na íntegra. Anotada a dica.

    ResponderExcluir
  3. A leitura parece ser realmente envolvente. O Scott me chamou muito a atenção, mas o drama da Mara foi o que me deixou super curiosa para saber o desenrolar.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir