19.7.19

Los Angeles (Marian Keyes)

FICHA TÉCNICA
Nome original: 
Autora: Marian Keys
Tradução: Renato Motta
País de origem: Irlanda
Número de páginas: 490
Ano de Lançamento: 2007
ISBN-13: 9788528612936
Editora: Bertrand Brasil

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 53º livro lido em 2019 e foi Los Angeles (Marian Keyes). Este livro foi a minha escolha inicial para a Maratona de Releituras que sempre faço no mês de Julho. A primeira vez que li este livro foi em 2010 e já não lembrava de detalhes importantes do enredo, por isso reler o livro foi um reencontro com uma história divertida que me fez rir como se eu estivesse lendo pela primeira vez.

O livro nos traz a Maggie, uma mulher irlandesa que após 9 anos de casamento com Garv, sente que não está mais em conexão com o marido e vive também um momento vulnerável no emprego que culmina em sua demissão. Querendo novos ares e fugir um pouco da família maluca que tem, Maggie decide ir para Los Angeles passar uns tempos com sua amiga de infância Emily que agora escreve roteiros para Hollywood.

O livro então se desenvolve em Maggie conhecer os bastidores das produções cinematográficas e tentar entrar nos padrões absurdos de beleza que as atrizes americanas se submetem, além de tentar superar seu divórcio e o reencontro com um ex-namorado com quem viveu uma história muito intensa, o Shay. Enquanto Maggie tenta se integrar a sua nova realidade, apresenta os motivos que levaram o seu casamento definhar e conforme conhecemos o que a separou de Garv, nos afeiçoamos ainda mais a protagonista que é muito humana e engraçada, mas vive alguns conflitos emocionais sérios.

Maggie sempre foi vista como a filha perfeita da família. Enquanto suas irmãs são consideradas maluquinhas, ela era a única que tinha um bom emprego e um casamento estável. Ao reencontrar o namorado da juventude, outras coisas reveladas demonstram que ela é apenas uma mulher comum lutando contra todas as aspirações que os pais tinham sobre ela.

O motivo real pelo que o casamento dela acabou é sério e isso me emocionou um pouco, porém a parte cômica do livro é o que mais me ganhou nesta leitura. Eu lembrava de ter dado boas gargalhadas com os personagens, porém, enquanto relia e caía na risada outra vez, valorizei novamente o talento que a autora tem em nos fazer dar risada. Duas cenas específicas me fizeram rir descontroladamente e eu adorei essa sensação porque embora o livro tenha um tema sério trazido pela protagonista, a autora consegue suavizar isso com cenas muito bem desenvolvidas para nos fazer rir.


Os personagens são maravilhosos. Emily é uma amiga exemplar e ainda que também esteja vivendo um momento complicado de sua vida profissional, apoia e se faz presente para Maggie a todo momento. 

Se você nunca leu nenhum livro da autora, talvez desconheça a família Walsh que sempre aparece nos livros para nos divertir. Mamãe Walsh é maravilhosamente engraçada e Anna e Helen, irmãs de Maggie, roubam a cena sempre que aparecem.

Garv é um personagem que nos faz sentir antipatia a maior parte do tempo, mas conforme o passado do casal se descortina e conhecemos mais dele, torcemos para que o divórcio não se confirme e que Maggie dê uma segunda chance ao casamento. 

Outros personagens secundários movimentam a trama e co-arcos originais dão ritmo a história e quando ela se conclui, o coração está quente e a barriga doendo por ter dado tanta risada. 

Tinha na memória que este era o livro da série das irmãs Walsh  que menos gostava, mas agora não sou capaz de repetir isso porque gostei tanto de reler que duvido que ele realmente continue ocupando essa posição dentro do meu coração.


O livro é o terceiro volume de uma série que traz cada mulher da família como protagonista. É uma série divertida, que traz temas sérios e nos faz amar ser mulher por se identificar com as mulheres que protagonizam estas histórias ao perceber que elas são realmente gente como a gente.

Eu amei, de novo!


Um pouco sobre a autora: Marian Keyes é uma escritora irlandesa. Nasceu em Limerick, em 10 de setembro de 1963. Ela já vendeu mais de 22 milhões de exemplares no mundo todo e foram traduzidos para 32 idiomas. Os livros dela que foram publicados no Brasil são:
    • Melancia 
    • Férias! 
    • Sushi 
    • Casório?! 
    • É Agora... ou Nunca 
    • Los Angeles 
    • Um Best Seller pra Chamar de Meu 
    • Tem Alguém Aí? 
    • Cheio de Charme
    • A Estrela Mais Brilhante do Céu 
    • Chá de Sumiço 
    • Mamãe Walsh 
    • A Mulher Que Roubou A Minha Vida 
    • Dando Um Tempo

Um comentário:

  1. Oi, Ivi! Tudo bom?
    Preciso dizer que a sua resenha me animou a retomar a leitura dessa série! Já faz alguns anos desde que eu li os volumes anteriores, "Melancia" e "Férias!", mas o segundo volume continua integrando a lista dos meus favoritos <3. Tenho "Los Angeles" na estante, mas até agora não tinha me animado com a leitura por achar que seria um livro mais parado e menos cativante, mas o fato de você ter se divertido tanto com a leitura me animou bastante! Acho maravilhosa a forma como essa autora aborda temas sérios, porém sempre mantendo a leveza. Com certeza darei uma chance!

    Um super beijo e um ótimo fim de semana! :* <3
    www.inconstantecontroversia.blogspot.com

    ResponderExcluir