27.6.19

Filme da Vez #97 Juntos Para Sempre

FICHA TÉCNICA
Título Original: A Dog's Journey
Ano de Produção: 2019
Lançamento no Brasil: 06 de junho de 2019
Duração: 109 minutos
Gênero: Drama
País de Origem: Estados Unidos
Classificação Etária: 12 anos
Direção: Gail Mancuso
Elenco: Betty Gilpin, Dennis Quaid, Josh Gad, Marg Helgenberger, Abby Ryder Fortson, Arlene Duncan, Conrad Coates, Daniela Barbosa, Henry Lau, Jake Manley, Johnny Galecki, Kathryn Prescott, Ron Verwymeren.
Sinopse: Depois de muitas vidas e aprendizados, Bailey vive tranquilamente com Hanna. Um dia, Gloria, uma aspirante a cantora, aparece sem avisar na vida dos dois com uma notícia surpreendente: Hanna tem uma neta, chamada Clarity. Com o tempo, o cãozinho percebe como a menina e negligenciada pela mãe e decide que seu objetivo nesta vida é cuidar dela e protegê-la incondicionalmente

Oi gente que ama livros, hoje venho comentar com vocês sobre as minhas impressões sobre o filme Juntos Para Sempre. Tive a oportunidade de ler o livro que deu origem a este filme no ano passado e foi amor à primeira vista com a história, então conferi-la no cinema era praticamente obrigatório.

Depois de passar algumas vidas ao lado de Ethan e Hannah, o cãozinho Bailey encontra um novo propósito em Juntos Para Sempre. A pedido do seu velho amigo, ele deixa a rotina que tanto ama na fazenda e assume a missão de proteger a neta dos seus donos, a pequena CJ. Acompanhando-a desde a infância até a vida adulta, O cachorro que será Molly, Grandão e Max, não apenas faz companhia a ela nos seus anos solitários de amadurecimento, como também se torna um amigo e, por que não, o cupido da menina.


Assim como em Quatro Vidas de um Cachorro, o desenrolar de toda a história é visto a partir da perspectiva do cão. O recurso, por mais brega que seja, serve bem ao propósito da produção de humanizar a jornada do bicho e traz um humor inocente e otimista a situações familiares dramáticas.


A jornada de CJ é novelesca, isso é inegável. De forma episódica, a história frisa muito os grandes problemas da vida da protagonista – isto é, seu relacionamento complicado com a mãe, o dilema de querer ser cantora, mas ter medo do palco e um sentimento de carinho forte pelo seu melhor amigo  que nenhum dos dois assume rapidamente. Talvez o único defeito do roteiro seja esse: muito tempo sofrendo e pouco tempo sendo feliz.


Nos seus erros e acertos, Juntos Para Sempre se prova leve e lúdico como deveria ser. Mesmo com tanto drama, o filme encanta pela fofura dos cachorros e fisga o coração do espectador. Afinal, quem não gostaria de ter seu bichinho de estimação da infância durante toda a vida?

Apesar das cenas dramáticas, também há momentos muito engraçados e como eu tive uma experiência muito positiva com a obra original foi um filme delicioso de ser conferido.

Gostei muito!!!
Trailer Oficial:

Nenhum comentário:

Postar um comentário