22

A Guerra dos Tronos (George R. R. Martin)

Ficha Técnica:
Nome Original: Game of Thrones
Autor: George R. R. Martin
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Jorge Candeias
Número de Páginas: 592
Ano de Lançamento: 2011
ISBN-13: 9788580446265
Editora: Leya
SKOOB | GOODREADS

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 30º livro lido em 2017 e foi A Guerra dos Tronos (George R. R. Martin), primeiro volume da série As Crônicas do Gelo e Fogo. Lembro da primeira vez que ouvi falar o nome do autor e meses depois, uma grande amiga começou a ler os livros, porém eu nunca me senti atraída pela trama. Até que comecei a desejar ler coisas que me tirassem da minha zona de conforto e diante dos milhões de fãs que esta série possui, decidi que poderia talvez gostar da narrativa e depois de ganhar os três primeiros livros, entendi que era a hora certa de me arriscar.

O livro nos traz o continente de Westeros, dividido em sete reinos e a trama começa com a morte de Jon Arryn, que fora por muitos anos a “Mão do Rei”, ou seja, o conselheiro do Rei Robert e fiel coordenador dos Sete Reinos. Ele morre subitamente e deixa sua esposa, Lysa Arryn, e um único herdeiro pequeno e fraco. Lysa levanta suspeita sobre a morte estranha do marido e culpa os Lannisters, uma família forte e abastada, enviando uma carta repleta de acusações para sua irmã, Catelyn Stark, que morava distante de Porto Real, em Winterfell, com seu marido, Lorde Eddard, e seus filhos.


O rei Robert Baratheon, casado com Cercei Lannister precisa então providenciar outra “Mão” que lhe seja confiável. E sua escolha é um pouco óbvia, porque ninguém melhor que seu “irmão” de criação, Eddard Stark para este papel. Então o rei parte com toda sua corte para o norte, para Winterfell, a fim de chamar Eddard Stark para governar ao seu lado. Catelyn, já alertada pelos avisos de sua irmã, confidencia tal suspeita ao seu marido, que não encontra outra opção ao não ser tornar-se a “Mão do Rei” e ficar ao lado de Robert, para que nada de ruim pudesse lhe acontecer.

Paralelo a isso, temos do outro lado do mar, outra trama se desenrolando, que aos poucos vamos conhecendo a relação entre uma e outra. Na cidade de Pentos, Viserys Targaryen vive em exílio com sua irmã de treze anos, Daenerys. Ele seria o herdeiro do trono de Aerys II, mas este foi usurpado pelo rei atual, Robert Baratheon, e Viserys, sendo orgulhoso, está disposto a fazer qualquer coisa para conseguir o trono de volta, e para isso, ele vende Daenerys em casamento para Khal Drogo, senhor de guerra dos guerreiros nômades Dothraki, planejando usar o exército de Drogo para reconquistar o Trono de Ferro de Westeros.

Em linhas gerais, a partir disso, temos um desenvolvimento de intrigas, vinganças, mortes e luxúria permeando todas as páginas, em uma narrativa que no primeiro momento, me pareceu cansativa e muito descritiva. Confesso que os primeiros capítulos me deixaram confusa e tive que reler mais de uma vez o início da história, até que lá pela página 50, quando consegui compreender o plano geral do enredo, não consegui mais parar de ler.

Além dos personagens que citei acima, temos Jon Snow, filho bastardo de Eddard, e temos Tyrion Lannister, irmão da rainha Cercei. Ambos personagens são muito cativantes e bem desenvolvidos e, embora estejam sumariamente um contra o outro, me conquistaram pela inteligência e sensibilidade.


Eu sempre vi nas redes sociais que o autor não poupava os personagens e que era melhor que o leitor não se apegasse a ninguém, mas me fiz de surda para este tipo de conselho e conforme o livro avança e nos encontramos caminhando para a conclusão desta primeira história, fui sofrendo a cada baixa dada na narrativa. Uma em especial, me fez fechar o livro imediatamente e pensar: não quero mais ler isto. Mas em menos de um minuto, eu estava lá, em luto por um personagem por quem me apaixonei fortemente.

Eu gostei demais da história, mas reafirmo que a parte descritiva é cansativa mesmo. O autor usa muitas analogias e metáforas para tudo e qualquer coisa. Se ele estiver falando da neve, ele vai compará-la a alguma coisa e se ele estiver falando de um sentimento como paixão ou ódio, ele também ira comparar com outra coisa. Isso é sempre cansativo, mas em dado momento da leitura, a mim, não me incomodou mais, porque a história venceu a narrativa, ou seja, a trama era tão consistente e os personagens tão fortes e bem argumentados, que ele poderia escrever de qualquer outra maneira, que eu leria assim mesmo.

Uma coisa que assusta os leitores e também me deixou apreensiva é o tamanho do livro. Gente, este primeiro volume tem 592 páginas, em uma diagramação apertadíssima e eu acredito que se isso fosse mais confortável, o livro teria umas 800 páginas. Realmente é grande.

É um livro extremamente adulto. As cenas de violência, luta e por conseguinte, mortes, são narradas de modo a você sentir a tensão e a dor. As cenas de sexo também, embora inseridas no enredo com muita sobriedade, também são extremamente eróticas. A articulação política e a forma como o autor fez com que cada personagem fosse além do bem e do mal, nos faz questionar princípios e valores e por estes motivos e muitos outros, não imagino um adolescente lendo este livro e absorvendo todo o conteúdo.


Porém, é um livro muito bom e estou muito ansiosa para ler o segundo volume e seguir dentro deste universo rico e bem construído. Não consegui encontrar furos ou pontas soltas dentro da proposta da história e isso me deixou muito satisfeita como leitora. Embora eu saiba que não é um livro que vá agradar todos os leitores, acredito que é um livro que deva ser lido, porque a história vale a pena.

Comecei a assistir ao seriado produzido pela HBO e ainda não conclui a primeira temporada, mas estou gostando bastante. Com algumas adaptações necessárias para a plataforma, a série, ainda assim, é bem fiel ao livro e é impossível para um leitor não apreciar este tipo de coisa.

Enfim, gostei muito. Valeu a pena me desafiar e conhecer esta história e acredito que os próximos volumes, também me deixarão bem feliz.

Adorei.


Um pouco sobre o autor: George R. R. Martin nasceu em Bayonne, Nova Jérsei, filho de um estivador, cuja família da classe operária vivia perto das docas de Bayonne. Quando jovem, ele se tornou um leitor ávido de quadrinhos. A edição de novembro de 1968 do Quarteto Fantástico possui uma nota ao editor que Martin escreveu quando ainda estava na escola. Ele credita a atenção que ele recebeu com a carta, junto com seu interesse em quadrinhos, como sua inspiração para se tornar escritor. Em 1970, Martin recebeu seu Bacharelado em jornalismo na Universidade Northwestern, Illinois, se formando com muitos elogios. Ele depois completou um Mestrado em jornalismo, também em Northwestern, em 1971. Martin começou a escrever contos de ficção científica no começo da década de 1970, apesar de o início de sua carreira não ter sido fácil (uma de suas histórias foi rejeitada por diferentes revistas 42 vezes), ele nunca se desencorajou; anos depois ele venceria seu primeiro Hugo Award e Nebula Award por um de seus contos.

Comentários
22 Comentários

22 comentários:

  1. Olá
    Confesso que comecei a ler esse livro, mas parei porque a história não me envolveu. Infelizmente, não continuei e nem tenho vontade de conferir, assim como não curto a série. Que bom que você gostou e que pretende continuar a série, gostei de conferir suas impressões.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi. :)
    Sou fissurada em GOT, mas ainda não tive tempo de ler os livros.
    Nessas férias pretendo ler todos se possível, e estou ansiosa pela série voltar.
    Adorei sua resenha, só me deixou ainda mais ansiosa pra começar a leitura.
    Blog As Meninas Que Leem Livros.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ivi,

    Eu já li esse primeiro livro, e apesar de achar ele super descritivo eu gostei também. Mas me recusei a ler as continuações apesar de já ter até comprado porque já faz anos que a continuação não sai.

    Beijos e parabéns pela resenha
    floraliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ivi!
    Você leu esse tijolo de livro?! :O
    Imagino seu desespero por ver cada personagens querido morrendo pouco a pouco. Meu coração não ia aguentar.
    Espero um dia ter coragem de ler esse livro e toda série.
    Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi!
    Nossa, confesso que fiquei meio perdida na descrição do livro, mas entendi que o livro mesmo que é assim. Minha curiosidade quanto à série de livros, se deu pela curiosidade atiçada pela série televisiva. Me peguei várias e várias vezes vendo as chamadas na tv e querendo acompanhar, agora me despertou também o interesse pelos livros. Mais de 500 páginas é muito, mas aceito o desafio por uma boa leitura... Adorei sua impressão do livro e espero poder ler em breve e conhecer esse mundo "mágico"!
    Bjs e até mais!!!

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ivi! Tudo bem? Tenho que confessar que eu já tentei ler esse livro, mas a narrativa é - como você mesma disse - bem cansativa e acabei deixando de lado. Sem falar realmente das mortes que acabam com meu psicológico, onde por mais que eu tente não me apegar, eu sempre me apego kk Mas a escrita do autor sem dúvidas é muito bem elaborada e a história é construída de forma a te transportar a um outro mundo que faz com que o leitor se envolva. Só parei de ler a série por ela ser bem cansativa, mas gosto muito! E fico feliz que você também tenha gostado, sempre bom se permitir ir por novos rumos e sair satisfeita deles.
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu já li esse primeiro livro da série há alguns anos mas ainda não li os demais, talvez leia quando o autor terminar de lançar todos os livros (se é que um dia ele fará isso, rsrs). Com tantas mortes e tragédias, era um livro que me dava um sentimento ruim enquanto eu o lia, sabe? Por isso ainda não continuei a leitura da série.

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler essa saga, mas tenho medo de começar a leitura pelo fato da linguagem maçante e do autor não ter terminado de escreve-la.
    Difícil quem nunca ouviu falar de Westeros, da família Stark e do Trono de ferro...
    Sua resenha acabou me empolgando, então quero ver se consigo encaixar nas futuras leituras :)

    ResponderExcluir
  9. fico feliz que essa saida de sua zona de conforto tenha sido deveras agradável, apesar e ter achado cansativo em alguns momentos... mas é um enredo bem construido e inteligente mesmo... depois da segunda temporada, muita coisa vai mudar com relação aos livros, mas pra mim isso não foi um problema... Aaah, amo Jon Snow, Arya, Tyrion <3 Daenerys tbm hahahaha


    espero que continue acompanhando série e livros e gostando <3
    bj...

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu quero muito tentar terminar de fazer essa leitura. Eu dei inicio, li até quase a metade de abandonei, não porque eu não gostei, é porque as vezes as narrações e diálogos eram extremamente cansativos. A série eu amoooo muito, acompanho e estou ansiosa para a próxima temporada. Concordo com vocês, se a diagramação tivesse um fonte maior, com mais espaçamento, esse livro seria muuuuito, mas muuuuito maior hahaha.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bom?
    Amo MUITO os livros de Game of Thrones, e prefiro muito mais do que a série. Acho que o canal HBo transformou a trama até que a mesma ficasse machista demais. Esse é um dos meus favoritos. Pra mim, o diferencial da saga é que mesmo os livros sendo gigantescos, cada personagem conta um capítulo, e isso o torna bem menos cansativo. Parabéns pela resenha, espero que continue dos próximos!

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Eu só li dois livros dessa série, e prometi para mim mesma que enquanto não foi publicado tudo, não vou ler os próximos livros rsrsr Sério, o autor não termina o livro nunca, então não vou ficar lendo antes sem saber que vou ler o final da história kkk
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Só assisti a série , confesso que amei e sempre tive vontade de ler o livro!

    Infelizmente ainda não consegui , mas a sua resenha aumentou ainda mais a minha vontade! Adorei!!

    Beijos!
    Jess
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Tenho muita vontade de ler essa série. Mas, ela me assusta pela quantidade de páginas. Adoro aventuras medievais, com magia,dragões, combates e mortes! rsrsr
    Cheguei a presentear meu irmão com a série, mas... São tantos livros enormes! Quem sabe um dia.
    Abs
    Nizete
    Cia do leitor

    ResponderExcluir
  15. Olá Ivi!!
    Comprei todos os livros dessa coleção e até hoje não consegui começar, acredita?
    Assisto à série e amo!! Mas o fato de não poder se apegar aos personagens é muito real... Se prepare! rsrs
    um beijooo

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Eu já li o livro (a primeira metade, porque eles estão divididos aqui..) e adorei!! :)

    So não li mais porque sei que a publicação dos restantes esta bem lenta.. Que bom que a serie esta fiel!!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Caraca, 30º em 2017??? OMG, preciso ter esse ritmo também. Eu li esse livro pela 1ª vez logo após o lançamento, em inglês ainda. Os outros esperei lançar aqui. Na época era mais complicado livros importados. Confesso que é uma das séries que mais gosto. E a série da tv tá bem fiel msm, tem suas mudancinhas, mas nada que mude muito.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  18. Oii, tudo bem?
    Quero muito ler os livros de as crônicas de gelo e fogo (mais por conta da série, que amo), mas fico com um pé atrás por conta do tamanho do livro. Sem falar que odeio livros onde o autor se apega muito aos detalhes, descrevendo muito as cenas. Acho que não compraria essa versão deles, como você disse as letras são muito pequenas e para mim é um problema por conta da visão.
    Gostei da dica, mas acho vou que vou ler só quando o George lançar os outros livros da série, haha.

    ResponderExcluir
  19. Sua resenha ficou maravilhosa, Ivi! Adorei os pontos que ressaltou sobre a obra. Eu li o livro lá em 2013 e gostei demais da leitura, também sofrendo com as mortes. Sou apaixonada no personagem do Tyrion. Eu comecei a ler o segundo livro em 2014, porém não consegui terminar, outros livros acabavam chegando e roubando minha atenção. Mas sua resenha me animou a reler o primeiro e continuar a leitura da série. Quem sabe o sexto livro sai antes de eu terminar hahahha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Oi, Ivi

    Que bom qur você curtiu. Eu comecei o livro depois que assisti a primeira temporada da série, então muitos dos acontecimentos eu já sabia e isso me fez ficar entediada com a leitura. Mas eu estou montando um projeto de leitura da saga e acho que consigo terminar todos até o lançamento do próximo! Hahahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oie! Tudo bem?

    Infelizmente se tem uma série, tanto da tv quanto de livros que não me chama a atenção é GOT, mas fico feliz que tenha gostado tanto da leitura quanto da série, mas eu passo a dica!

    BJss

    ResponderExcluir
  22. O vestuário é o que eu mais gostei de Game Of Thrones. Intriga me mata saber o que vai acontecer agora como o acabamento. Espero ansiosamente, Guerra dos Tronos série Sou fã das series, por que eu gosto do suspense de esperar um novo capitulo ou temporada e estou super emocionado com Game Of Thrones, principalmente por saber como segue a história e o desenvolvimento dos personagens.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014