21.10.20

Minha Sombria Vanessa (Kate Elizabeth Russell)

FICHA TÉCNICA
Nome original: My Dark Vanessa
Autora: Kate Elizabeth Russell
Tradução: Fernanda Abreu
País de origem: Estados Unidos
Número de páginas: 432
Ano de Lançamento: 2020
ISBN-13: 9780062941503
Editora: Intrínseca
SKOOB | GOODREADS | Compre na Amazon

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 77º livro lido em 2020 e foi Minha Sombria Vanessa (Kate Elizabeth Russell). No primeiro semestre este livro foi o grande hype dentro da blogosfera literária e minha curiosidade se acendeu, mas por se tratar de um livro com temática pesada, eu tentei me preparar emocionalmente para esta leitura.

O livro nos traz Vanessa Wye em duas linhas temporais, uma em 2017, com ela aos 32 anos e outra em 2000, aos 14 anos. Conhecemos Vanessa adulta assistindo a repercussão das denúncias do movimento #MeToo que teve como objetivo denunciar abusos sexuais vividos por mulheres e foi encabeçado por celebridades. Ao mesmo tempo, ela toma conhecimento que seu antigo professor, Jacob Strane está sendo acusado de abuso sexual por ex-alunas de seu antigo colégio. Vanessa acha tudo aquilo muito exagerado e acredita que as acusações são infundadas, mas intimamente, começa a se questionar.


Aos 14 anos, Vanessa ganhou uma bolsa de estudo para cursar o ensino médio em um conceituado e caro colégio interno. Sendo uma jovem brilhante mesmo muito introspectiva, partiu para essa nova vida longe dos pais e lá conheceu Jacob, professor de 42 anos e de quem Vanessa se aproxima. A princípio, a relação de Jacob e Vanessa parece ser muito profissional, ela entende que é diferente das demais meninas de sua turma e ele vê um potencial diferente nela. De maneira manipuladora, Jacob se aproxima de Vanessa com o objetivo claro de seduzi-la e como um predador, percebe suas fragilidades e as usa para seu próprio interesse, envolve a menina e faz com que ela se apaixone por ele.

A relação se estabelece como um segredo entre os dois, afinal Vanessa não passa de uma criança e embora ela acredite na reciprocidade dos sentimentos dele, não se sente totalmente confortável com a situação.

O livro é um relato muito cru sobre uma relação abusiva e tóxica. Encarar Jacob como um pedófilo é algo inimaginável para Vanessa durante a relação deles e quando o segredo começa a ser ameaçado pela desconfiança das pessoas ao redor, mais uma onda intensa de manipulação acontece para que Vanessa seja a única responsável por aquele relacionamento inapropriado.


Adulta, Vanessa tem uma vida autodepreciativa, carrega traumas severos de toda aquela época de das inúmeras humilhações que sofreu desde que se envolveu com Jacob. A autora é direta e objetiva em desenvolver a trama e isso torna a leitura angustiante, ainda que viciante. Eu tinha uma aversão intensa pelo que Jacob fazia com Vanessa, mas ainda assim, não conseguia parar de ler e quando estava ocupada com outras atividades, só pensava em quão forte esse enredo estava sendo para mim.

No meio do livro algo acontece, o que de certa forma me deixou desapontada com a trama. Entendo o artifício que a autora quis inserir na história, mas teria funcionado melhor na conclusão e a narrativa perdeu um pouco da força para mim porque achei o desfecho completamente injusto para todos os lados. Ainda assim, segui pensando nos personagens mesmo após terminar a leitura, em quantas meninas passam pela mesma situação diariamente e a enfrentam sozinhas por terem sido manipuladas a acreditar que a culpa era delas.

Uma das partes mais tristes no livro é Vanessa passar por tudo aquilo sem compartilhar com ninguém. Ela não tinha amigos e Jacob percebeu essa solidão dela, o que a tornou presa fácil para ele. Ainda que Vanessa tivesse pessoas de confiança ao seu redor e os próprios pais que a amavam intensamente, ela não poderia contar que estava “namorando” seu professor e assim enfrenta a humilhação sozinha, em uma espiral de solidão e culpa.



Escondendo a situação de todos, ela se torna adulta com a autoestima comprometida e acredita que não merece muita coisa da vida. Com vergonha desta trajetória, tenta se convencer que viveu uma história de amor, não um abuso físico e emocional.

Como disse acima, não gostei do final porque esperava justiça, que Vanessa se juntasse as outras mulheres que perceberam o abuso de Jacob, mas essa expectativa não se confirma e a sensação de injustiça foi muito forte. Ainda assim, foi uma leitura que me consumiu e a realizei em pouquíssimo tempo, mesmo sendo triste e repulsiva em várias partes.

Para quem já viveu uma relação abusiva, o livro é recheado de gatilhos, por isso acredito que deva ser lido com a plena consciência do que se trata.

Ainda que tenha sido um dos livros mais desconfortáveis que já li na vida, eu gostei bastante.


Um pouco sobre a autora:
KATE ELIZABETH RUSSELL nasceu e cresceu no Maine, Estados Unidos. Tem um doutorado em Escrita Criativa pela Universidade do Kansas e um mestrado em Belas-Artes pela Indiana University. Minha Sombria Vanessa é o seu único livro publicado no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário