22.9.20

O Iluminado (Stephen King)

Ficha Técnica:
Nome Original: The Shining
Autor: Stephen King
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Betty Ramos de Albuquerque
Número de Páginas: 520
Ano de Lançamento: 1977
ISBN-13: 9788556510464
Editora: Suma de Letras

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 63º livro lido em 2020 e foi O Iluminado (Stephen King). Sempre tive uma curiosidade imensa com este livro, mas, ao mesmo tempo, aquele medinho de encarar a leitura. Assisti a adaptação cinematográfica do livro no ano passado, confesso que não gostei muito e isso me desanimou a fazer a leitura, mas, ainda assim, comecei a ler.

O livro nos traz o Jack Torrance, um homem que está em um momento complicado de sua vida. Ele era professor, se envolveu em uma confusão e perdeu o emprego. Ele alimenta o sonho de ser escritor e já teve alguns trabalhos publicados, mas sabe que não pode se dar ao luxo de investir em uma nova carreira, por isso quando aparece a oportunidade de cuidar de um hotel que ficará fechado por todo o inverno, ele aceita o emprego e segue com a esposa Wendy e o filho Danny para lá.


O hotel Overlook é uma construção imensa e muito popular, tanto pelos hóspedes que o visitaram quanto pelas tragédias que aconteceram nas suas dependências, mas Jack ignora isso e acredita que conseguirá escrever seu novo trabalho enquanto estiver no hotel. 

Danny, o filho de Jack tem 5 anos e é uma criança especial. Ele consegue ouvir os pensamentos das pessoas e tem um amigo imaginário que lhe mostra alguns flashes do futuro, inclusive coisas horríveis que podem acontecer no período em que a sua família estará no Overlook. Logo que eles chegam ao hotel, Danny é apresentado ao Dick Hallorann, um funcionário que percebe em Danny esse dom especial porque possui as mesmas habilidades do menino.

O livro se desenvolve em Jack ser aterrorizado por imagens e ilusões produzidas naquele lugar e acreditar que precisa matar sua família para tudo se resolver.


Acho que este livro é o mais dinâmico e frenético do autor. Stephen King é conhecido por ser prolixo e detalhista, mas não perde tempo descrevendo espaços ou personagens neste enredo e parte para a ação com cenas que podem assustar e gerar apreensão no leitor, sensações que tive durante a leitura. Do momento em que as estranhezas do hotel começam a aparecer, a tensão aumenta e são sustos, temores e violência no decorrer do livro.

Minha experiência com a narrativa foi imensamente superior a que tive com o filme, que de certa forma descaracterizou os personagens e os tornou caricatos. No livro, Wendy é forte e determinada. Sabe que apesar de amar loucamente o marido, precisa proteger a si mesma e ao filho da loucura dele. Danny por sua vez, é uma criança encantadora e não teve tanto espaço no filme para conquistar o público. Já Jack nos cria antipatia desde as primeiras páginas, o que só aumenta conforme ele se deixa levar por suas alucinações.

Eu adorei o livro e talvez tenha sido a obra do autor que mais me deu medo, isso mostra o quanto a história entrega aquilo que promete. 


Para quem gosta de terror, é um livro com uma história original, forte e muito bem desenvolvida. Para quem quer começar a ler e se assustar com as histórias do autor, é uma excelente porta de entrada porque tem todos os elementos que caracterizam seu trabalho. É instigante, intenso, assustador e completo.

Eu adorei!!!


Um pouco sobre o autor: Stephen Edwin King é um escritor americano, reconhecido como um dos mais notáveis escritores de contos de horror fantástico e ficção de sua geração. Os seus livros venderam mais de 350 milhões de cópias, com publicações em mais de 40 países. Livros do autor que eu já li:

1977 – O Iluminado
1979 – A Zona Morta 
1982 – Quatro Estações
1983 – O Cemitério 
1986 – It - A Coisa 
1987 – Misery – Louca Obsessão
1996 – À Espera de Um Milagre
2006 – LOVE: A História de Lisey 
2009 – Sob a Redoma 
2011 – Novembro de 63 
2017 – Belas Adormecidas

7 comentários:

  1. Oi, Ivi!

    Pensa numa pessoa feliz quando abriu seu blog hoje. SIM, sou eu! Eu tava doida pra ler sua resenha sobre o livro, porque tem MUITO tempo que eu quero ler esse livro. Ontem foi aniversário do King e eu vi tanta postagem em homenagem a ele e fiquei super mal, porque nunca consegui ler nada do autor. Pra não dizer nada, eu comecei a ler em pdf pelo celular O Iluminado, mas ler assim é horrível. Não tenho Kindle, então sou adepta a livro físico. O pouco que li sobre a história, eu lembro que AMEI a forma que o King escreve. Ele te instiga muito e você fica doida querendo ler mais e mais. Esse filme eu assisti há pelo menos 10 anos e tenho evitado assistir justamente pra ler e depois rever. Esse livro tá nos meus desejados há séculos, espero algum dia pegar uma promoção legal e comprar o livro. Aliás, os livros do King são tão caros, dá vontade de chorar quando vejo os valores. Mas sem sombra de dúvidas, é o livro dele que quero começar a ler.

    Amei o post de hoje.

    ResponderExcluir
  2. Ivi!
    Com Stephen King é tudo na base da aclamação, né? Faz algum tempo que li O Iluminado mas sem sombra de dúvidas a obra é uma das melhores do autor, embora eu não a considere tão assustadora como a maioria das pessoas.
    Eu acho que as coisas nesse livro demoram muito para acontecer, e algumas partes são extremamente lentas. Por outro lado, há um excelente desenvolvimento dos personagens, pois passamos a conhecer intimamente cada membro da família Torrence.
    Você pretende ler Doutor Sono? Eu sou do contra e considero a sequência muito melhor, ao contrário de basicamente todos os fãs do autor.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ivi!
    Sempre quis conhecer a escrita do autor, por ver vários elogios às suas obras, o problema é que eu não gosto nem um pouco de terror, tenho muito medo. A história é bem interessante, abordando esse aspecto dos dons paranormais de Danny, e Jack me pareceu uma representação do autor em uma das fases de sua vida, quando começou a escrever, quis desistir mas foi incentivado pela esposa. Os fãs com certeza vão adorar a obra, pena que o filme não retrata toda a sua granndeza.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ivi!
    Nunca li nada do Stephen King, é que o estilo dos livros dele não faz o meu estilo de leitura, não curto terror, mas sempre tive curiosidade em conhecer sua escrita... quem sabe futuramente?!
    Em relação a O Iluminado, confesso que não tenho coragem de o ler, fujo de livros que provocam sustos e temores, e possui violência, sem falar que achei bem assustador o protagonista está sendo aterrorizado por imagens e ilusões e acreditando que matando sua família tudo se resolveria... Mas que bom que o livro não te decepcionou como aconteceu com a adaptação.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Eu AMO O Iluminado. Já li tanto ele quanto a continuação, Doutor Sono. Além da escrita do Stephen ser maravilhosa, ele traz uma história muito original que deixa o leitor desesperado pra saber o desfecho. Não tenho muitas recordações de Doutor Sono, mas lembro que quando fiz a leitura eu acabei não gostando muito.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho muita vontade de ler esse livro do King, principalmente depois que assisti ao filme. Mas ainda não me sinto preparada psicologicamente para aguentar tanto terror. kkkkk

    ResponderExcluir
  7. Ja li alguns livros e King, mas O iluminado não tive coragem de ler e nem assisti ao filme, conheço a história e morro de medo. Quem sabe um dia eu encontro a coragem que me falta. Mas para quem curte ébum livro top dos tops.

    ResponderExcluir