3.10.18

Filme da Vez #76 Missão Impossível 6 Efeito Fallout


FICHA TÉCNICA:
Título Original: Mission: Impossible - Fallout (Original)
Ano de Produção: 2018
Lançamento no Brasil: 26 de julho de 2018
Duração: 147 minutos
Gênero: Ação Suspense
País de Origem: EUA
Classificação Etária: 14 anos
Direção: Christopher McQuarrie
Elenco:  Alec Baldwin, Angela Bassett, Henry Cavill, Michelle Monaghan, Rebecca Ferguson, Sean Harris, Simon Pegg, Tom Cruise, Ving Rhames, Frederick Schmidt, Josiah Black, Kristoffer Joner, Sian Brooke, Vanessa Kirby, Wes Bentley,
Distribuidora:
Sinopse: Quando uma importante missão não sai como o planejado, Ethan Hunt (Tom Cruise) e o time do IMF unem forças em ação numa corrida contra o tempo para acertar as contas com os erros do passado.
 Oi gente que ama livros, hoje venho comentar com vocês as minhas impressões de Missão Impossível 6: Efeito Follout. Eu sou uma grande fã da franquia e amo o Tom Cruise desde criancinha, então, era certeza que iria conferir este filme no cinema e fui muito empolgada.

Este é o primeiro filme da franquia que tem ligação com o filme anterior, todas as outras tramas eram independentes, mas desta vez temos um enredo baseado em uma continuação. Solomon Lane, o vilão do filme anterior, precisa ser impedido de fugir da prisão e isso acontece ao mesmo tempo em que Ethan Hunt e sua equipe primorosa precisam evitar uma ameaça nuclear. E claro, isso acontece com muitas reviravoltas e personagens que talvez um espectador desavisado, por vezes, precise de uns minutos para entender o que realmente está acontecendo.


Missão Impossível nunca foi uma franquia de sutilezas. O sexto capítulo é o primeiro filme que repete um diretor e tem o retorno de um vilão, e talvez essa seja a razão por eu ter achado um filme feito para os fãs da franquia. Até porque ele entrega diversas referências aos seus capítulos anteriores, o que eu particularmente adorei.

Para mim o grande destaque do filme é o Tom Cruise, que aos 56 anos brilha como nunca em tela e desafia o próprio personagem em acrobacias realmente absurdas, principalmente quando se é conhecido o fato de que o ator não usa dublês.


Efeito Fallout, no entanto, não é sem defeitos. O fato de focar mais em Hunt e acrescentar Henry Cavill faz com que a trupe familiar – de Luther, Benji, Isla – e o vilão acabem perdendo espaço e o alívio cômico, que sempre fez parte da série de filmes, fique para trás. Além disso, ao acompanhar a jornada do sempre ético Ethan Hunt até as últimas consequências, o personagem é colocado em situações absurdas que acabam pesando no ridículo – quando, por exemplo, ele é forçado a matar quatro bandidos para salvar uma policial, e ainda tem tempo para ajudar a vítima e a consolar, claro, em francês.

A maior qualidade de Efeito Fallout é sua capacidade de se desafiar e atingir expectativas. Todos estes elementos – o elenco, a trilha sonora, as acrobacias e principalmente a trama – estabelecem a promessa de um grande fim e o novo Missão Impossível entrega melhor do que qualquer um. A sequência de perseguição em helicópteros ao final é de tirar o fôlego. E a adrenalina e o carisma de sua conclusão satisfazem não apenas por carregar a franquia adiante, como também por deixar espaço o suficiente para que você torça por mais um capítulo.

Eu adorei!

Trailer Oficial

7 comentários:

  1. Olá!
    Adoro essa franquia, mas ainda não consegui assistir esse filme. Me surpreende a capacidade do Tom Cruise em se desafiar o tempo todo com as cenas que são bem eletrizantes e cheia de perigos.
    Sinceramente não vejo muita graça no Henry Cavill então não irei me impressionar com sua atuação, acho ele muito sem expressão.
    Mesmo com algumas ressalvas que pontou, ainda quero assistir, mas sei que será por puro entretenimento e não por ser um filmaço.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ivi.
    Eu até curto essa franquia, mas só vejo os filmes mesmo quando chegam na tv a cabo!! Rs...
    Tenho preguiça de ir ao cinema ver filmes assim...
    Prefiro ficar no sofá, debaixo da coberta, comendo pipoca de microondas... Assim, se o filme não for lá essas coisas, pelo menos não gastei uma fortuna numa ida ao cinema!! Rs...
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ivi!
    Já gostei mais dos filmes Missão Impossível, hoje não consigo me convencer a ir no cinema assistir hahaha Mas acho incrível o profissionalismo e dedicação do Tom Cruise nessa franquia, ele realmente puxa os limites. Achei muito legal que haja referências aos filmes anteriores, acho que a maior parte do público já acompanha o personagem desde o começo, então é meio que um presente pra quem sabe o caminho que o herói passou.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ivi! Eu acho que vi esses filmes até o 4, não lembro! Eu gosto muito dessa franquia, gosto da maneira que o Tom se envolve real nos filmes, porém sou meio impaciente com séries grandes demais, que vão sempre lançando filmes e mais filmes. Não vi esse por pura preguiça mesmo. Mas tô doida pra ver meu Henry contracenando com meu Tom. Hhahaha


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  5. Olá, primeiro post que leio sobre o filme e fico contente que tenha gostado, já vi alguns da franquia e gostei. Interessante esse trazer essas referências aos anteriores, mesmo com os pontos negativos que citou eu ainda fiquei curiosa para assistir.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ivi!
    Faz um tempo que não acompanho a franquia de MI. Eu acho que começou a cansar um pouco, aí dei um tempo. Mas fiquei morrendo de vontade de assistir esse, principalmente por Henry Cavill, queria entender melhor também o papel dele no filme. Agora acho que vou ter que aguardar chegar à TV. rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Em relação ao roteiro, é possível notar a presença mais forte da temática política, além da clássica espionagem. Há muitos plot twists envolvidos nesse caso e, infelizmente, é o que fragiliza o resultado do longa. Isso porque a exagerada quantidade de reviravoltas torna a narrativa inchada, alguns personagens ambíguos e o fato de que esses pontos são muito mal desenvolvidos e explicados prejudica e torna muito superficial a narrativa, principalmente no que tange às personagens femininas. Amo a Henry Cavill é de admirar o profissionalismo deste ator, trabalha muito para se entregar em cada atuação o melhor, sempre supera seus papeis anteriores, o demonstrou no filme de ação Liga da Justiça, um filme que se converteu em um dos meus preferidos. O ritmo é bom e consegue nos prender desde o princípio, eu recomendo muito!

    ResponderExcluir