28.3.18

Hoje e Sempre (Nora Roberts)

Ficha Técnica:
Nome Original: For Now, Forever
Autora: Nora Roberts
Tradução: Daniela Rigon
País de Origem: Estados Unidos
Número de Páginas: 192
Ano de Lançamento: 2018
ISBN-13: 9788539825417
Editora: Harlequin

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 19º livro lido em 2018 e foi Hoje e Sempre (Nora Roberts). Nunca li nada da autora, embora ela seja uma referência fortíssima de sucesso no mercado editorial do mundo. Mas mudei isso quando a Harlequim me enviou este livro como o primeiro trabalho da nossa parceria.

O livro começa com um prólogo bem dramático, pois encontramos Daniel, um senhor, marido de Anna, em um estado crítico no hospital e embora perceba-se em poucas páginas que ele é muito amado, pois a família toda está aflita com seu estado de saúde, pouco se sabe dele ou de sua esposa e ao final deste prólogo, temos então a história deste casal.


Anna é uma jovem inteligente e independente que está no seu último ano da faculdade de medicina em uma época em que mulheres ainda se sentiam intimidadas e pouco estimuladas a pensarem em uma vida profissional. Ela então conhece Daniel MacGregor, um escocês que vive nos Estados Unidos, onde se tornou um bem-sucedido empresário que depois de acumular uma boa cifra de dinheiro e se estabilizar na vida, decide que está na hora de se casar e constituir família.

O livro então irá se desenvolver em nos contar como Anna e Daniel se envolveram e se apaixonaram e temos uma história bem interessante em que a protagonista não abre mão de seus ideais profissionais para viver um grande amor e em contrapartida, temos um mocinho arrogante – no limite do bom senso – se deixando convencer que mais vale ser amado por uma mulher inteligente do que por qualquer outra moça que se encaixe no seu molde de esposa “bela, recatada e do lar”.

Embora a autora seja um nome forte dentro da literatura romântica mundial, também se arriscando em outros gêneros, eu ainda não tinha tido a oportunidade de ler nada dela. Parte por desinteresse, parte por acreditar que seus livros eram mais do mesmo, no quesito romance. Mas eu tive uma grata e impressionante surpresa ao me deparar com um enredo quase clichê, mas com personagens muito bem desenvolvidos e com uma mensagem de empoderamento feminino e amor, muito bem amarradas.


Quando comecei a ler o livro, fiquei um pouco desanimada porque o livro é o quinto livro de uma série, mas isso não trouxe nenhum problema para a leitura porque a história é consistente e em momento algum achei que tinha perdido alguma informação relevante para a história. Como os outros volumes orbitam nas histórias de amor dos filhos de Anna e Daniel, achei bem interessante e bonita a forma como a autora nos contou a história dos patriarcas da família.

A escrita é leve, envolvente, fluida. Os argumentos trazidos para o texto são relevantes e pertinentes para os dias de hoje e tenho certeza que a oportunidade de reflexão se dará em todas as páginas. Anna me conquistou facilmente com seu objetivo de vida muito claro. Já Daniel, demorou muitas páginas para me convencer que merecia uma mulher tão interessante e decidida em sua vida. Mas ainda assim, o romance entre os dois é sólido, crível e inspirador.

Acredito que meu primeiro contato com a escrita da autora não poderia ter se dado de melhor maneira e quero ler mais coisas dela, inclusive outros livros desta série porque já sei que sentirei muita saudade dos MacGregors e imagino que os outros livros tragam as características que tanto admirei neste aqui.


Recomendo para quem gosta de romance que tragam personagens fortes e admiráveis. Para quem gosta de séries longas, é um bom caminho para estar junto de personagens que nos amarram em suas histórias de amor. Mas para quem não gosta de séries, a leitura deste único volume já será agregador porque o livro traz uma mensagem muito forte.

Adorei.



Um pouco sobre a autora: Eleanor Marie Robertson nasceu em 10 de outubro de 1950 em Silver Spring no estado de Maryland nos EUA. Nora Roberts é uma simplificação do seu nome de batismo. Começou a escrever em fevereiro de 1978 quando ficou presa com seus filhos em uma nevasca. Ela disse que com o estoque de chocolate acabando e três metros de neve, não tinha mais nada para fazer e começou a escrever seus manuscritos , que posteriormente levou a Harlequin, onde foram rejeitados inúmeras vezes… Ela escreveu sob psedônimos como Sarah Hardesty, Jill March e J.D. Robb ( que vêm das iniciais de seus filhos e seu sobrenome). É uma autora de best-sellers românticos e foi a primeira mulher a figurar na Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos (Romance Writers of America Hall of Fame).

19 comentários:

  1. Também li esse livro e amei, por mais que seja o 5º livro de uma série isso não irá impactar na leitura. Amei a resenha.

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Também acho a escrita da autora muito fluida, sou apaixonada 😍😍
    Logo darei uma chance pra esse livro.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ivi, tudo bem? Eu confesso que tenho me dado melhor com os suspenses da Nora do que com os romances, mas tenho lido resenhas super positivas da obra e o fato de poder ler esse sem ler os demais é bem positivo. Parece ser um ótimo romance.

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi Ivi, tudo bem ?
    Eu não conhecia a série e na verdade, tenho pulado séries muito longas, pois me cansa ficar em sempre mais do mesmo.
    No entanto, me chamou atenção o fato de ele poder ser lido de forma isolada, de certa forma, anotei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi! Li Nora há muito tempo atrás, um daqueles romances de banca, e não li mais nada! Que bom que você se surpreendeu com a leitura deste livro, e que apesar do clichê, foi uma leitura agradável e gostosa. Achei muito legal ela ter colocado uma protagonista que quer vencer profissionalmente quando ainda não havia muito disso, e do protagonista ter preferido uma mulher inteligente e forte para amar. Que bom que a história pode ser lida individualmente, sem interferir ou ter interferências com outros livros.

    Bjoxx - http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  6. Faz tempo que li algo dessa autora. Tenho muita vontade de voltar a ler as obras dela, mas sempre acabo passando outros livros na frente. Já havia lido por aí que esse livro não precisa ser lido como sequência de sua série, o que achei muito interessante. Ainda mais pela personagem ser decidida, mocinhas tapadas ninguém merece né. Bexus @leitoraconectada

    ResponderExcluir
  7. Tenho pra mim que Anna e Daniel são bem orgulhosos, impedindo de se entregarem. Já li alguns romances da Nora e amo todos eles, então fico feliz em saber que pra você foi uma grata surpresa, mesmo sendo de uma série já iniciada. Agora quero me aventurar por outros gêneros escritos por ela.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Ivi,ah que coisa linda a Harlequin te proporcionando a oportunidade de mergulhar na escrita da Rainha do Romance. Por mais clichês que suas histórias pareçam, sempre tem um "que" a mais, uma essência, uma personalidade e é isso que eu amo na autora.
    Adorei a sua resenha e esse sem dúvidas é um livro que já está na minha lista de desejados, quero conhecer esse escocês cabeça dura hahaha.


    beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  9. Helloo, tudo numa nice?!
    Li uma resenha sobre esse livro recentemente. Nunca li nada da autora apesar de ela ser muito famosa. O romance não me chamou muita atenção pelo fato de o protagonista querer algo que eu acho bem antiquado. Li em outro lugar que ele tem o DNA escocês e talvez isso explique ser tão durão e cabeça dura ahahaha. Não curto muito romances como esse então não é uma boa pedida para mim. Mas quem curte romance assim é um prato cheio.
    Beijin...
    Alana Gabriela | Books and Stuff

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Nora é uma verdadeira diva né. Seus romances sempre me encantam e sou muito fã.
    Ainda não peguei essa série pra ler, mas já está na lista de desejados. Gosto principalmente do fato de termos leveza nas narrativas sem perder a ritmo em meio as confusões que os personagens aprontam.
    Estou com altas expectativas para iniciar essa série.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Oi Ivi,

    Eu também tenho esse sentimento em relação a autora, sempre achei que fosse mais do mesmo, mesmo vendo tantos elogios. Achei a premissa da história bacana, apesar do clichê envolvido. Espero esse ano dar uma chance para ela, quem sabe começar por esse livro né?

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ivi!
    Realmente esse foi um ótimo livro para começar o seu contato com a escrita da Nora. Acho que nele ela conseguiu colocar um pouco de tudo o que deixa suas narrativas tão envolventes. A história de Anna e Daniel me conquistou completamente (mesmo eu querendo estapear esses dois personagens às vezes) e todos os outros personagens só acrescentaram ainda mais para que a trama ficasse divertida.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Me interessei mais em ler por conta da maneira que a série foi construída (pais agora, e a história dos filhos), do que pelo gênero em si. Clichê as vezes é bom, e esse parece ser bem bacana. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Eu adoro os livro da Nora, principalmente porque ela consegue escrever histórias leves e gostosas e que ao mesmo tempo traz uma reflexão. É uma autora que escreve romances clichê sim, mas ela sempre traz algo mais e eu adoro a forma que ela desenvolve os personagens e as relações entre eles, principalmente familiares. Ela não foca só nas relações românticas.
    Adorei a resenha e pretendo ler essa série.
    Beijos.,

    ResponderExcluir
  15. Olá Ivi,
    Li outras resenhas desse livro e adorei a forma como a personagem feminina foi descrita e se apresenta. Infelizmente, eu já tive outro contato com a escrita da autora e não consegui curtir, então, o receio me acompanha. Fiquei contente que esse livro tenha te agradado, principalmente por ter sido seu primeiro contato. Acho que só errei o livro escolhido rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Nora é uma das minhas autoras favoritas. Eu adoro como ela consegue desenvolver a história, traz muito romance, e com vários momentos para suspirar.
    Ainda não incie a leitura dessa série, mas espero fazer isso em breve.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  17. Oi Ivi, esse também foi o meu primeiro contato com a escrita da Nora, e foi uma leitura que me agradou bastante também, especialmente pela personalidade da mocinha.

    ResponderExcluir
  18. Que bacana, eu também sempre achei que essa autora fosse mais do mesmo, principalmente porque já tentei ler uma de suas inúmeras obras e não funcionou muito comigo, o que é uma pena. Fico feliz que essa tenha sido uma leitura prazerosa, me deixa animada pra uma nova tentativa.

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu AMO histórias com mocinhas tão inteligentes e independentes como a Anna. Acho que é a Nora acerta muito na construção das suas mocinhas. Descobri que gosto da autora faz pouco tempo. E amei. Agora estou ansiosa para me deliciar com o romance de Daniel e Anna. Adorei sua resenha! Beijos

    ResponderExcluir