9.2.18

Mais Escuro (E. L. James)

Ficha Técnica:
Nome Original: Darker
Autora: E L James
Tradução: Andrea Gottlieb, Catharina Pinheiro, Regiane Winarscki.
País de Origem: Inglaterra
Número de Páginas: 496
Ano de Lançamento: 2018

ISBN: 978-85-510-0284-1
Editora: Intrínseca
Compre AMAZON

Gosto da trilogia Cinquenta Tons e estava bem empolgada com este livro, já que “Cinquenta tons mais escuros” é o livro que apresenta maior conflito para o protagonista Christian Grey e seria interessante acompanhá-lo pelo ponto de vista dele. Ressalto que essa resenha tem spoiler sobre a trilogia. Os capítulos de "Mais Escuro" são iniciados por datas (de 9 a 18/06/2011) e o primeiro capítulo relata o momento em que Christian leva Anastasia Steele a exposição fotográfica de José e se esforça para reconquistá-la.

Minha expectativa foi quebrada ao decorrer da leitura, pois não há quase nenhum trecho impactante narrado por ele, somente alguns diálogos com Elena Robinson e momentos com a mãe biológica e o casal Grey, seus pais adotivos ou as conversas com Dr. Flynn. Mesmo assim, reconheço que achei interessante o fato de vários aromas marcarem a infância dele, como o das maçãs colhidas com o avô Theodore ou o do bolo de chocolate preparado pela mãe em seu aniversário.

Também há detalhes do lado profissional de Christian, em que mostra interesse pela vida pessoal dos funcionários e generosidade, assim como apoio aos projetos de energia sustentável e pesquisas de solo com mais nutrientes. A visão dele no trecho entre Leila e Anastasia no apartamento dela é o que me despertava mais curiosidade em toda a história e mesmo que haja explicação lógica, eu esperava MUITO mais detalhes e até mais drama, fiquei decepcionada. Por outro lado, o trecho do acidente com o helicóptero foi bem detalhado, o que eu gostei bastante.

A insegurança de Christian em todos os momentos sobre o relacionamento com Anastasia é tão grande que chega a ser irritante, porém, também há trechos divertidos, como a conversa entre ele e José e os fatos em comum entre os dois. A conversa de Grace com Christian após perceber a relação dele com Elena também é interessante, demonstra reação bem natural de mãe mesmo.

O livro demonstra importância da família, além de expressar a transformação de Christian pelo amor, inclusive com a proposta dele para Anastasia.

Ainda que haja alguns trechos relevantes, reconheço que esperava MUITO mais do livro, o nível de insegurança de Christian me irritou e a narrativa não trouxe tantos fatos novos ou descrições de ações e reações quanto eu imaginava. Mesmo assim, como sou brasileira e não desisto nunca, reconheço que tenho curiosidade e interesse em conferir a última parte da trilogia pela visão de Christian Grey, com todo o suspense pelas atitudes e decisões de Anastasia.
"Ela faz com que eu me questione. Ela faz com que eu questione tudo. Ela faz com que eu me sinta vivo" - página 123.

Um pouco sobre a autora: E L James é ex-executiva de TV e mora em Londres. Casada e com dois filhos, sempre sonhou em escrever histórias pelas quais os leitores se apaixonassem. Sua estreia na literatura, a trilogia Cinquenta tons de cinza, se tornou o maior fenômeno editorial dos últimos anos, com mais de 150 milhões de exemplares vendidos, traduzida para 52 idiomas e com adaptações cinematográficas com recordes de bilheteria.
Seus livros publicados são:
- Cinquenta tons de cinza
- Cinquenta tons mais escuros
- Cinquenta tons de liberdade
- Grey
- Mais escuro

Um comentário:

  1. A historia está bem estruturada, o final é o melhor. Adoro o estilo da Bella Heathcote, além de inteligente para escolher os projetos no que trabalha, faz pouco tempo que a vi em professor marston e as wonder woman e acho que é extraordinária. é algo muito diferente aos que estávamos acostumados a ver.

    ResponderExcluir