21

Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo (Benjamin Alire Sáenz)

Ficha Técnica:
Nome Original: Aristotle and Dante Discover the Secrets of the Universe
Autor: Benjamin Alire Sáenz
Tradução: Clemente Pereira 
País de Origem: Estados Unidos
Número de Páginas: 392
Ano de Lançamento: 2014
ISBN-13: 9788565765350 
Editora: Seguinte

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 9º livro lido em 2017 e foi Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo (Benjamin Alire Sáenz). Eu estava bem curiosa para ler este livro porque ouvi e li muitos elogios e esses elogios vieram de críticos que respeito muito, então, mesmo sem saber muito coisa da trama, me joguei na leitura.

O livro nos traz o Aristóteles, Ari, como prefere ser chamado. Ele é um adolescente de 15 anos, muito introspectivo e que sente que não se encaixa em nenhum grupo de meninos de sua idade. Ele é de uma família latina em que a mãe, é muito atenciosa e falante e o pai, como Ari, muito reservado. Este é um veterano da guerra do Vietnã e guarda para si todas as atrocidades enquanto estava nos campos de batalha. Ari tem irmãs mais velhas e um irmão que está preso e ninguém fala sobre ele dentro de casa. Embora ele morra de curiosidade pra saber tudo sobre o irmão, nunca pergunta para os pais sobre ele, porque ele sabe que o assunto os magoará.
"Minha mãe entendia meu senso de humor e eu o dela. Dava certo. Não que ela não tivesse seus mistérios. mas uma coisa eu de fato entendia: a razão do meu pai ter se apaixonado por ela."
Então, em uma tarde de verão, ele vai até a piscina pública e conhece o Dante, um garoto da mesma idade que ele e ambos começam uma amizade e o livro então irá se desenvolver sobre este relacionamento e sobre toda a influência positiva que um garoto terá sobre o outro. Dante é o oposto de Ari. Ele é extrovertido e não tem medo de nada. Sabe bem qual é o seu papel no mundo e não tem medo de falar sobre isso. Embora Ari admire isso no amigo, é bem mais difícil para ele fazer as coisas que Dante faz.
"- Você é religioso?
- Não, não muito. Minha mãe que é.
- É, as mães costumam se dar muito bem com Deus."
Particularmente eu esperava mais do livro. Talvez minhas expectativas estivessem muito altas, mas eu fiquei um pouco decepcionada com a história. Existiram algumas repetições que me irritaram um pouco no decorrer da leitura, como por exemplo, a cada instante repetir que ambos os meninos eram de famílias mexicanas. Embora isso tenha o seu peso de caracterização, era completamente irrelevante para a história. Outra coisa que eu achei inconsistente foi o fato de se falar de homossexualidade, em pleno ano de 1987, sem grandes crises ou questionamentos. 

Sim, a homossexualidade é basicamente o fio condutor desta história, e esse foi um dos pontos que mais me interessou no livro, porém não acho que a temática tenha sido debatida de forma bem contextualizada, afinal, o pai de Ari era um ex soldado, latino, católico e talvez, alguma questão de aceitação pudesse ter sido inserida com mais propriedade.

O mistério do irmão de Ari é desvendado nas páginas finais e faz muito sentido todo o mistério que a família fez sobre o assunto, além de ter uma ligação bem construída para com as dúvidas e incômodos pessoais de Ari e isso me deixou bem satisfeita. Digamos que as últimas 30 páginas do livro me fizeram mais feliz, que todo o livro.
"O problema de se tentar não pensar em uma coisa, é que se acaba pensando muito mais nela."
Recomendo a leitura porque o tema que permeia as páginas é sempre digno de relevância e discussão, mas a história não é tão boa assim. A narrativa simples, quase infantil que o autor construiu, faz com que as quase 400 páginas corram por seus olhos, mas ainda assim, gostaria que os temas tivessem tido mais seriedade.

Esperava gostar mais.


Um pouco sobre o autor: Benjamin Alire Sáenz , Nascido em 1954, é um poeta, romancista e escritor de livros infantis premiado. Nasceu em Old Picacho, Novo México, graduou-se em Las Cruces High School em 1972. Ele foi padre por poucos anos em El Paso no Texas antes de deixar a ordem. Em 1985 ele retornou para a escola e estudou Inglês e Escrita Criativa na universidade do Texas em El Paso onde ele ganhou o mestrado em Escrita Criativa. Aristóteles e Dante descobrem os Segredos do Universo é o seu único livro publicado no Brasil.

Comentários
21 Comentários

21 comentários:

  1. Eu gostei do livro da pegada do autor quanto o tema abordado. Um livro fino para a quantidade de informação exposta. Me identifiquei com Dante desde o inicio pq ele é resolvido. O Ari é mais medroso quanto ao que seu coração sentia. Adorei a resenha.

    www.primeiras-impressoes.com

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Realmente é um tema extremamente importante, e eu tenho muita curiosidade em compreender a exploração dele nessas páginas. Já ouvi ótimos comentários a respeito e ainda espero poder fazer essa leitura também.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu fiquei interessada pois a gente esquece que esses grandes pensadores já foram crianças e adolescentes! Muito bacana retrata-los dessa maneira, porém também não gosto de repetições e odeio quando um assunto é tratado da forma que o autor quer, e não baseado na realidade. Masss eu amei as quotes que você postou, então acho que daria uma chance. Sou uma verdadeira caçadora de frases encantadoras, e esse livro parece ter de monte!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ivi!
    Comprei o livro recentemente por ouvir falar bem dele e já ouvi falar que vem um segundo livro, mas nunca tinha parado para ler nenhuma resenha até agora.
    Gostei da temática abordada e isso foi um outro motivo da minha curiosidade. Eu já estava imaginando que a homossexualidade no livro seria mais leve. Ah! Não entendi seu questionamento sobre o tempo em que isso é abordado no livro. Acredito que falar sobre homossexualidade é algo polêmico seja em que época for.
    Beijão!
    www.lagarota.com
    www.asmeninasqueleemlivros.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi, tudo bem ?
    Eu já li diversas resenhas sobre este livro, fiquei bem interessada em ler, mas não sabia que o fio da meada era sobre a homossexualidade, acho que no momento que estamos vivendo é importante que cada vez mais se fale sobre. Gostei da forma como os pensadores foram retratados, algo diferente e curioso.
    Quero ler.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Poxa, Ivi, que pena que você não curtiu 100%. Um amigo meu que inclusive é homossexual e leu o livro se achou muito bem representado até, disse que se enxergou em muitos momentos. Eu nunca li nenhuma história LGBT, acredita? Eu não achei aquela temática que chame minha atenção.
    Que pena que a leitura teve essas ressalvas para você, mas acontece, né?

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, Ivi ♥
    Tenho uma curiosidade enorme nesse livro, pois vi muitos blogueiros falando que era um livro perfeito. Lendo suas considerações creio que também me irritaria com isso de ficar mencionando a mesmo coisa toda hora. Fiquei curiosa para saber o que acontece com o irmão do Ari. A premissa é muito interessante, e particularmente acho essa capa linda. Pena que não foi tudo o que você pensava, é ruim ir com uma expectativa alta e o livro não é bem o que esperávamos. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Ivi, nossa! Eu tinha me esquecido desse livro menina (rsrsr).Me lembro que diante da primeira resenha que li sobre ele, fiquei mega curiosa. Sabendo agora que você aprovou o livro, minha vontade de conferir a obra só aumenta.
    Beijos
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Não conhecia muito esse livro, mas pela história parece ser bem interessante. Me identifiquei um pouco com o Ari por ser reservado, e gostei que a homossexualidade é um dos temas abordados no livro, pois acho que é muito importante falar sobre isso nos dias de hoje. Obrigado pela indicação.

    http://esquadrao-literario.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  10. Oi Ivi, não me identifiquei muito com o livro, apesar se ter gostado dá sua resenha. 400 páginas,mesmo que de forma fluida e ainda sentir falta de algo mais texto com um tema polêmico, me deixou com um pé atrás. Quem sabe mais pra frente... Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu não conhecia o livro, e apesar de ter amado sua resenha, não me interessou muito. Talvez seja por eu estar numa pegada mais descontraída. Mas parabéns por tua resenha!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  12. Oiiiii,

    Meninaaaa 9 livros já? :O meu sonho ter conseguido ler isto tudo rs, parabéns.
    Amei sua resenha, já tinha lido algumas coisas sobre este liro e fiquei curiosa, agora estou mais ainda, acho ele bem reflexivo, parece que nos faz pensar em mil coisas junto com os personagens rs.
    Dica anotada ;)

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bom?
    O autor tratou da homossexualidade em 1987 de uma maneira "tranquila"? Sem grandes crises ou questionamentos? Sério? Isso é meio decepcionante para mim! =/
    Estava com expectativas altíssimas após ler resenhas de pessoas que amaram muito esse livro e agora, lendo a sua, minha expectativas foram muito reduzidas, o que é muito bom. Ainda que a narrativa seja meio infantil, é como você falou, a temática faz valer a recomendação da obra e é por isso que quero lê-la. Vou anotar a sugestão aqui e suas ressalvas vão me ajudar a não me frustrar com o livro. Ótima resenha! Super bem escrita e sincera!

    Beijos!
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ivi! :)
    Li alguns quotes sobre esse livro e fiquei apaixonada, também li algumas críticas positivas, e também estava cheia de expectativas, mas a sua resenha me deixou receosa hahaha com certeza não vou com ''muita sede ao ponte'' na hora da leitura. Uma pena o autor não ter explorado mais a histórias do jeito que deveria.
    Fiquei curiosa para conhecer o segredo do irmão dele! :o
    Parabéns pela resenha sincera!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie! Tudo bem?

    Estou de olho nesse livro não é de hoje, mas fiquei sabendo sobre o que se tratava a história realmente hoje pela sua resenha, não vou criar expectativas sobre ele, mas quero realizar a leitura sem sombras de dúvidas, e espero que a leitura seja boa para mim diferente de como foi para você!

    Bjss

    ResponderExcluir
  16. Oiee!!
    Gostei bastante da capa do livro, que ainda não conhecia...
    A premissa me pareceu interessante, porém desanimei quando você relatou as partes repetitivas, pois também não gosto quando os autores fazem isso.
    Também senti que o tema da homossexualidade deveria ter sido melhor trabalhado, já que a família que o autor escolheu para o protagonista não aceitaria tão fácil essa característica do filho.
    Desanimei. Rs.
    Beijo!!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  17. Oie
    eu ouvi comentários negativos e positivos sobre o livro que me deixaram com vontade de conferir, parece ser uma bela oportunidade para reflexão e saber mais sobre filosofia, muito legal sua resenha

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas não senti aquela vontade de conhecer a história. Esse fato da repetição de fatos, deixa a história forçada e eu detesto isso. Por mais que traga questões boas para discussão, se a história não for boa, esses questionamentos acabam ficando apagados.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  20. A capa desse livro é maravilhosa, de verdade.

    A sinopse não me capturou muito quando o vi, mas não deixa de ser uma obra encantadora. Minha irmã leu e gostou muito, que pena que suas expectativas não foram supridas.

    Acredito que a escrita do autor deva ser deliciosa, ainda quero esse livro na minha estante!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Também acho que o autor tinha muito potencial pra fazer desse livro incrível e, no fim, ficou uma história repetitiva e vaga. Mas eu acho o nome do livro muito legal pelos nomes dos personagens, foi o que me chamou a atenção para ler no início. Concordo com todas as suas colocações...
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014