20

A Indomável Sofia (Georgette Heyer)

FICHA TÉCNICA:
Nome Original: The Grand Sophy
Autora: Georgette Heyer
Tradução: Neide Câmera Loureiro
País de Origem: Reino Unido
Páginas: 406
Ano de lançamento: 2016
ISBN-13: 9781402238802
Editora: Record

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 33º livro lido em 2016 e foi A Indomável Sofia (Georgette Heyer). A Editora Record me enviou o livro para que eu lesse, divulgasse e fizesse a resenha crítica do livro. Já tinha um bom tempo que eu queria ler um romance histórico, então, esta leitura foi providencial.

O livro nos traz a Sofia, uma jovem inglesa do século XIX que por ter perdido a mãe muito jovem, sempre acompanhou o pai em suas viagens pelo mundo. Porém o livro começa quando o pai dela decide deixá-la aos cuidados da irmã dele, para que Sofia possa começar a frequentar os bailes da sociedade e então, conhecer um homem bom que lhe proponha casamento. Sophy como prefere ser chamada, instala-se na casa dos Ombersley, família que está passando por um momento estranho. O chefe da família, cedeu seu posto ao filho mais velho, Charles e é ele quem controla tudo na casa: dinheiro, horários, compromissos e comportamentos. Os Ombersley tem mais filhos e é nesta dinâmica familiar que Sophy é inserida.
"Uma de suas máximas é que jamais se deve permitir que a parcialidade nos deixe insensíveis aos defeitos de uma pessoa". Página 51
O livro então irá se desenvolver em Sophy ser acolhida pela família e com um comportamento totalmente inesperado, ela começa a mudar tudo ao seu redor. Ela discute, argumenta, muda, vai e vem sem a menor preocupação com o que podem esperar dela e claro, o único que de fato se incomoda com isso, é Charles, porque ele nunca conheceu uma moça tão independente e astuta como Sophy e, apesar dele ter uma noiva, lentamente, Charles vai se interessando por Sophy.


A grande sacada do livro, não é o romance. Ele acontece, mas é extremamente discreto e sutil. O que realmente me chamou a atenção no livro, foi o papel fundamental de Sophy, levando alegria e reflexão para todos os membros da família.

O livro começa com um Charles antipático, chato, mandão e totalmente inflexível. Porém Sophy consegue mudar isso de uma forma maravilhosa. Até o comportamento dele para com os irmãos era totalmente descabido, ainda que ele sempre visasse a felicidade dos mesmos e, com a participação de Sophy, ele conseguiu ser mais humano e flexível.
"- Permita-me que lhe fale sem reservas? - pediu Eugenia.
- Dificilmente poderia impedi-la, a não ser derrubando-a do carro - respondeu Sophy. - Porém seria aconselhável não fazer isso, sabe? Se eu perdesse a calma, talvez me lamentasse mais tarde." Página 142
Existem cenas incríveis no livro e diálogos primorosos. Com uma escrita mais rebuscada e um vocabulário até pouco usado, a autora nos coloca no centro de uma sociedade conservadora e ainda assim, nos divertimos com as atitudes de Sophy e com sua respostas rápidas e bem desenvolvidas. Dei muita risada quando ela confronta um agiota, de igual para igual, e também, quando a noiva de Charles, a aconselha a ser mais "feminina".


O livro foi uma leitura maravilhosa e enriquecedora em vários aspectos. A escrita mais formal, deu o clima certo para o cenário que a autora pretendia desenvolver sua trama, porém, o carisma dos personagens, me fez imaginá-los criveis, próximos, humanos. A maneira como ela discorreu sobre as relações familiares foi lindo e obvio, o romance se deu no tom e no momento certo.


Não tenho palavras para expressar o quanto gostei do livro e o quanto me envolvi com o enredo e com os personagens. Sophy é maravilhosa e Charles, imperfeitamente desejável. Os personagens secundários, deram movimento a narrativa de tal forma, que cada um deles se tornou forte e vivo dentro do livro. O fio condutor da história, simples e até comum, não decepcionou em nenhuma parágrafo. Uma leitura constante, envolvente, viciante e inesquecível.
"A surpresa é a alma do ataque." página 342
Recomendo para quem gosta de romance, mas com um bom desenvolvimento de sub histórias. Para quem busca um romance de época, apresento algo, que a contracapa do livro já avisa: a escrita da Heyer é bem parecida com a da querida Jane Austem, talvez com um pouco mais de humor, mas ainda assim, perfeita, sólida e convincente.


Recomendo até para quem não aprecia o gênero, porque a leitura é tão boa e fluida, que a história entra no nosso coração e só nos liberta ao virar da última página.

Amei, do começo ao fim!!!


Um pouco sobre a autora: Georgette Heyer foi uma escritora surpreendente que criou o gênero Regency England de romances. Ela era uma pessoa extremamente reservada. Se tornou best-seller sem a ajuda de publicidade, não fez aparições, nunca deu uma entrevista, e apenas respondeu cartas de fãs se eles tinham um ponto de interesse histórico. Heyer escreveu livros muito bem pesquisados de ficção histórica, cheios de tudo o que você poderia querer: romance, moda, classes superiores, cross-dressing, casamentos arranjados, assassinato, intriga, censura, sarcasmo e humor! Entre em qualquer livraria da Europa e eles vão saber o nome dela e podem até saber que ela escreveu seu terceiro livro sob o pseudônimo de Stella Martin. Na verdade, você encontrará muitas pessoas  que tenham lido pelo menos um de seus livros.
Comentários
20 Comentários

20 comentários:

  1. Ivi, se minha curiosidade em relação ao livro já era grande, agora então com sua resenha ... Parabéns pelo belo trabalho

    ResponderExcluir
  2. Oi Ivi, adorei sua resenha, assim como as fotos, que estão muito lindas. Eu também já li esse livro, e sou suspeita ao falar pois amo romances históricos, e esse não foi exceção. Fico feliz que você tenha curtido essa leitura e concordo com você sobre a recomendação para até quem não curte o gênero. E na verdade, acho que é uma ótima oportunidade para que os leitores possam se aventurar em um estilo novo. Ah, Sophy é mesmo maravilhosa, e é impossível não se encantar e se divertir com ela..
    Beijos, Fer ♥

    ResponderExcluir
  3. Eu já queria ler esse livro, porque você sabe... eu tenho queda por romances de época... kkkk... Deu pra notar que a autora vai além e isso pra mim é primordial, já que mesmo gostando muito do gênero eu tenho minhas reservas quanto ao desenvolvimento desses enredos... kkkkkk...
    Porém o que mais me chamou atenção em tudo... foi você ter feito uma resenha tãão positiva para o gênero. Você me acha critica demais, mas não fica atrás também nas suas... quando vi que tinha resenhado esse livro corri pra ver o que disse e acho que me surpreendi mais com seu aval positivo do que com o livro em si... kkkkkkk
    Espero poder lê-lo em breve...

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  4. Oiii!

    Eu também recebi esse livro mas ainda não li. Adoro o genero e tenho certeza que faria boa leitura, difente dos R.E que estou lendo, esse tem uma escrita mais rebuscada, o que eu estou sentido falta nos que eu li. Gostei muuuito da sua resenha e de conhecer um pouco mais dos personagens, vou passar a frente essa leitura <3
    As fotos estão lindas!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi,
    Sua resenha me deixou curiosa para conhecer a Sophia uma mulher a frente do seu tempo. Eu gosto quando o livros abordam os relacionamentos de forma mais sútil e principalmente quando sua protagonista é uma mulher forte e objetiva. Sem dúvidas irei acrescentar a minha lista de leitura.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá Ivi,
    Que resenha mais apaixonante. A premissa desse livro me atrai desde o lançamento, mas sabe quando não esperamos tudo isso de um livro?
    Acho que a Sophy foi muito bem construída, é madura, sensata e segura. Gostei disso na protagonista. Também achei legal o fato de a escrita ser um pouco mais robusta, pois nos transporta para outro mundo rs.
    Parabéns pela incrível resenha.
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ivi!
    Como eu adoro romances de época!
    Vi esse livro certo tempo atrás e me apaixonei pelo enredo que ele trás. Inclusive, o citei em um dos meus posts futuros do Sexteto, onde falarei de alguns livros e séries de romance de época.
    A Sofia parece ser daquelas personagens que chega pra marcar a vida da leitora e vira um exemplo. Passa autoconfiança e consegue mudar o ambiente a sua volta com sua simples presença. Quero muito conhecer a história de amor entre ela e Charles. Percebi que não será um cortejo óbvio, mas sim, subtendido na narrativa e isso me deixou com mais vontade ainda de o ler.
    Tantos romances de época lidos, tantos na estante para ler, tantos que eu quero comprar, tantos que eu quero ler! Eu acho que realmente preciso me desdobrar em 5 pra dar conta do meu amor por esse gênero!!
    Beijinhos, Ivi <3

    - Kaah
    http://sextetoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oii Ivi, tudo bom?
    Adoreei a indicação e já coloquei nos desejados, porque romance assim nunca é demais <3
    Amei saber mais sobre esse enredo! Antes achava se tratar de algo mais meloso, porém agora vejo que é mais um drama familiar com uma pitada de romance e personagens bem construídos! Fiquei encantada!! Louca para conhecer a Sophy e o Charles <3
    Ameeei a resenha!
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Ivi lindona eu acabei a leitura desse livro há poucos dias e simplesmente amei o livro, a forma como a protagonista é segura de suas atitudes é um grande destaque do livro, me diverti muito com suas armações em ajudar a todos. A capa é linda demais. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Eu tenho esse livro, comprei na pré-venda e não li ainda!!!
    Desde o lançamento fiquei instigada pois acreditava que seria tudo isso mesmo que citou. Amo essa escrita mais formal, até mesmo rebuscada em livros de época, então agora é 100% satisfação kkk Vou tentar ler o quanto antes!

    Bjs
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  11. Oi Ivi
    Que bom saber que o livro não é uma romance, propriamente falando.
    Não sou muito fã de romance de época, mas confesso que fiquei balançada para ler esse livro.
    Adorei suas impressões.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  12. Ooi
    Não curto o gênero, mesmo sem ter lido nada, mas esse livro realmente parece bom haha
    Leria sem medo (eu acho), se não gostar pelo menos teria arriscado.
    Mas acho que gostaria sim!

    Beijoos
    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Ivi, uau com tantos elogios assim não da para deixar passar um livro assim né? eu estou lendo meu primeiro romance de época e é pela Meg Cabot escrevendo como Patricia Cabot, já leu algum livro dela? eu to achando maravilhoso. Então certo que vou pegar a sua dica e ler A indomável Sofia o quanto antes eu conseguir!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Cada dia mais eu fico mais e mais interessada por esse livro, a cada resenha que eu leio, mais encantada eu fico. Adorei saber que o livro é muita mais que o romance e mostra como Sophy transforma a vida de todos ao seu redor. Gostei muito de ela ter uma personalidade forte e não se deixar mudar por isso. Imagino cenas hilárias e adoraria muito ler esse livro, pois estou com um certo amorzinho por livros históricos <3 Sua resenha foi ótima e me deixou com mais vontade ainda de ler o livro <3


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ivi! Tudo bem?
    Já ouvi muitos elogios sobre este livro, mas o nome dele nunca me agradou muito. Não gosto de romances, então também fiquei um pouco receosa sobre ler este livro, mas me senti um pouco mais otimista agora que você disse que o romance não é o foco do livro. Não sei se eu o leria no momento, mas talvez um dia eu possa tentar. Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  16. Olá! Eu não conhecia o livro, mas fiquei bem ansiosa para conhecer a história. Sempre tive curiosidade para saber um pouco sobre como funcionavam as famílias patriarcais e o poder exercido dentro do lar. Acredito que a forma como a personagem questionava tudo isso e deixava clara a sua opinião acerca da situação deixaria a leitura ainda mais fantástica. Não sei se eu gostaria do fato de Charles ser noivo e se interessar por Sofia mesmo sabendo que, algumas vezes, isso é inevitável. De qualquer forma, fiquei empolgada para iniciar leitura e me aventurar nos romances de época. *-*

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  17. Oi Ivi!
    Desde o lançamento estou curiosa sobre esse livro, que parece diferente de todos os romances históricos que li. Esse ar mais sério da escrita da autora e o romance sutil provavelmente vão me agradar, sem contar que a Sophy deve ser muito divertida!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia o livro, mas já estou simplesmente encantada por ele. Eu amo romances históricos, e esse parece ser daqueles que prendem do início ao fim. Se a escrita é parecida com a da Jane Austen, eu já estou indo comprar o livro, pois para mim, essa autora é soberana quando se trata de romances de época.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  19. Pelo o que eu li da biografia da autora é bem curioso o fato de ela não ser nada famosa por aqui, pois há tantos fãs de Jane Austen por aí e é bom conhecer uma autora que tem algumas semelhanças. Não gosto de romances históricos e a escrita mais rebuscada são coisas que me fazem fugir do livro, mas gostei do fato que o romance tá longe de ser o foco.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Ivy!
    Estou muito curiosa com esse livro, adoro essas personagens que chega chegando sabe? Deve muito engraçado a Sofia nessa família com seu comportamento inusitado, surpreendendo a todos. Estou mega curiosa, esse livro parece ser bem diferente dos que estão sendo lançados agora e não vejo a hora de poder conferir!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014