13

Doce Perdão (Lori Nelson Spielman)

FICHA TÉCNICA
Nome original: Sweet Forgiveness
Autora: Lori Nelson Spielman
Tradução: Cecília Camargo  Bartalotti
País de origem: Estados Unidos
Número de páginas: 322
Ano de Lançamento: 2015
ISBN-13: 9788576864141
Editora: Verus

Oi gente que ama livros, hoje eu venho com a resenha do 25º livro lido em 2016 e foi DOCE PERDÃO (Lori Nelson Spielman). Fiquei interessada na leitura deste livro em função da excelente experiência que eu tive com outro livro da autora e querendo conhecer mais do seu trabalho, parti para essa leitura muito empolgada.

O livro nos traz a Hannah, uma mulher de 34 anos em um bom momento de sua vida. Ela é apresentadora de um programa na TV de Nova Orleans de muito sucesso e por causa da sua grande popularidade, tem muitos admiradores e fãs. Ela namora a dois anos com Michael Payne, o prefeito da cidade e ainda que as expectativas dela sejam diferentes das de Michael, ela acredita que ele a ama também.

A vida dela está bem tranquila, até que surge uma escritora chamada Fiona Snowless que arrebatou todo o pais com suas pedras do perdão. A proposta do livro de sucesso de Fiona é enviar duas pedras para alguém que você precisa pedir perdão, uma pedra será devolvida como prova que o perdão foi aceito e a outra pedra deve ser enviada para alguém que que a pessoa quer perdão também. Hannah então recebe as duas pedras de Fiona porque a escritora foi contemporânea de Fiona na escola e ela era muito cruel com Hannah. Em sinal de arrependimento, Fiona pede perdão para Hannah, mas ela não consegue perdoar prontamente porque de certa forma, ela acredita que todo o bullyng que Fiona lhe causou, também destruiu seu lar, separou seus pais e coisas bem mais sérias aconteceram em função disso.
"Nunca faça de alguém prioridade quando você não passa de uma opção para essa pessoa." página 24
O livro então se desenvolve em Hannah decidir ou não perdoar Fiona e de como tudo isso poderá revelar 20 anos de segredos, traumas e lembranças. Assuntos muito sérios são levantados e conforme a narrativa ganha velocidade, tudo ao redor de Hannah vai desmoronando: seu emprego está vulnerável, seu relacionamento com Michael não evolui e até as pessoas próximas a Hannah começam a sentir as consequências das escolhas desesperadas que ela fez no passado.


Eu comecei a ler o livro apenas esperando uma leitura leve e despretensiosa. Queria rir e suspirar, caso tivesse um romance fofo – até tem e bem surpreendente, inclusive – porém o livro me devastou. A abordagem do tema “perdão” foi séria e intensa. O livro falou sobre os prós e contras de se abrir e de se revelar para os outros, até para quem amamos e, isso me fez refletir muito. Hannah foi uma protagonista fácil de amar e odiar. Com um comportamento às vezes imaturo, eu não deixei de torcer por ela um único minuto porque me identifiquei com seus deslizes. Ela quer ser perdoada e não quer fazer o papel de vitima e eu valorizo muito isso. Em contrapartida, os temas levantados, e não posso citar quais pois seria um spoiler do tamanho do mundo, não foram muito desenvolvidos e uma certa abertura no final, dando margem para duas interpretações, me deixaram confusa.
"É surpreendente o quanto se aprende sobre uma pessoa em seu funeral, e quantas perguntas não respondidas serão enterradas juntamente com ela." página 298
Ainda assim, adorei a leitura, a trama e a intensidade das emoções passadas. Os cenários, as descrições e a forma como os personagens amadurecem e melhoram enquanto pessoas, foi muito cativante. O livro foi uma experiência muito válida para mim e eu o recomendo para quem gosta de drama, romance e uma boa oportunidade de reflexão através da leitura.


A autora possui uma escrita bonita, simples e fluida e os capítulos são muito bem desenvolvidos, com um toque sutil de suspense no final de cada um deles.

Com certeza, a autora ganhou uma admiradora fiel porque vou querer ler suas próximas publicações e tenho quase certeza, que irei apreciar, cada uma delas.

Adorei!!!


Um pouco sobre a autora: Lori Nelson Spielman é uma escritora americana e atualmente mora em Michigan com seu marido e um gato muito educado. Antiga palestrante para o curso de patologias e antiga guia conselheira, ela atualmente trabalha como professora particular para estudantes de baixa renda. Lori adora correr, viajar e ler, apesar de que sua verdadeira paixão é a escrita. Ela gasta seus invernos amaldiçoando os deuses do inverno no Michigan, e seus verões velejando as gloriosas margens do lago Michigan. Seus livros publicados aqui no Brasil são:

Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Não li nada da autora ainda, mas morro de vontade! amei sua resenha :)
    as capas dos livros dela são uma graça *-*

    Beijos
    http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Ivi,
    Ainda não li nada da autora, mas tenho muita curiosidade.
    Essa questão de o livro ter te dado uma margem para duas interpretações me deixou com um pé atrás em relação a essa leitura. O tema abordado no livro é bastante intenso, mas não sei se leria esse livro. Sinto medo de me decepcionar.
    Pretendo ler A Lista de Brett ainda esse ano, vamos ver se dá certo.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Pela capa eu jurava que seria um chick-lit bem engraçado e leve. Nunca imaginária que a leitura abordaria assuntos densos e sérios e geraria até reflexão. Pelos pontos que você abordou na sua resenha falando um pouco sobre o que o livro se trata fiquei bem interessada pela leitura!
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  4. Oi Ivi, tudo bem?
    Eu amo a escrita dessa autora e já li outro livro dela, além deste. Acho a capa maravilhosa, assim como A lista de Brett. Fico feliz que você tenha curtido a leitura porque ela sabe mesmo como ser envolvente.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  5. Olá Ivi, tudo bem?!
    Amo suas resenhas! Sempre, independente do gênero ou autor, você consegue aguçar minha curiosidade acerca da leitura! Doce Perdão já estava na minha lista de desejados, mas agora está no top 5!
    Também achei que se tratava de uma leitura mais despretensiosa e leve, mas adoro dramas e tramas mais "pesadas" então acho que irei amar! E essa capa está lindíssima!! <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu quero muito ler esse livro, eu também achava que seria um romance fofo mas pelo visto me enganei. Acho a história maravilhosa e o enredo me parece ser incrível, esse lado do perdão e toda a história me deixa muito curiosa. Só me decepcionei em saber sobre o final, sobre essa confusão, mas ainda assim quero muito ler. Essa capa é a coisa mais fofa!

    ResponderExcluir
  7. Oie ainda não li nada da autora... a princípio me encantei com as capas dos livros dela e conforme fui lendo as resenhas e sabendo mais a respeito acabei ne interessando, ficando curiosa e desejando ler... Não se imediato, tanto que ainda nem comprei meus exemplares, quero ler , mas não tenho pressa, sua resenha me confirmou essa minha primeira impressão.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  8. Oie Ivi!!!
    Me surpreendi com sua resenha, confesso que desde que vi essa capa pela primeira vez esperava um livro fofo, um chick-Lit bem clichê sabe. Mas pelo que entendi a história não é nada disso.
    Enfim fiquei curiosa, o enredo me parece ser muito bom. Adorei a resenha ;)
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Eu não sou muito fã desse gênero, mas esse livro aguçou minha curiosidade. Adoro livros que me fazem terminar a leitura e ficar pensando. E pelo que você disse, acontece isso com esse. Não tenho a menir ideia de quando conseguirei, mas irei lê-lo com certeza.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  10. Ivi, eu simplesmente AMEI a proposta desse livro. Não só sobre a parte de abordar temas sérios que te fazem refletir, mas também adorei a ideia da pedrinha, achei uma ótima ideia para quando se quer pedir desculpas para alguém de maneira simples e amena. Quem sabe um dia eu faça isso :)

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  11. Perdão é um assunto muito forte mesmo. Tem tantas variáveis e vírgulas, além de ser muito difícil de se conceder de todo o coração. Gosto de livros que me fazem pensar sobe a minha própria vida, então imagino que acabaria gostando desse!

    Aquela Borralheira

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Eu amei a capa do livro e com toda certeza leria só por causa dela. Sobre a sua resenha, eu gostei bastante e também gostei do livro. Eu acho que para perdoar uma pessoa, tem que ser de coração e quero saber se ela consegue ou não perdoar e o que aconteceu no passado.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  13. Adorei essa dica, não conhecia a autora. Primeira vez aqui e já virei leitora, beijos e sucesso.

    Visite: http://carpediemmica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014