15

Intenso Demais (S.C. Stephens)

FICHA TÉCNICA
Nome original: Thoughtless        
Autora: S.C. Stephens
Tradução: 
País de origem: Estados Unidos
Número de páginas: 464
Ano de Lançamento: 2014
ISBN-13: 9788565859240
Editora: Valentina

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 7º livro lido em 2016 e foi INTENSO DEMAIS (S.C. Stephens). Comecei a ler este livro em função de uma indicação em um dos grupo literários que participo. Eu estava em busca de uma história com trilha sonora e música e me indicaram este e comecei a ler sem nem conhecer a sinopse.

O livro nos traz a Kiera, uma jovem universitária que decidiu se mudar da sua casa em Ohio para Washington, porque o seu namorado Denny, conseguiu um excelente emprego em Seatlle e ela não quer ficar longe dele. Kiera e Denny vão então morar com Keellan, um amigo de Denny do ensino médio que alugará um quarto para eles. Keellan é o vocalista em uma banda que faz muito sucesso na região, além de ser muito bonito e talentoso. Poucos dias depois que Kiera e Denny se instalam na casa de Keellan, Denny precisa fazer uma viagem de trabalho e Kiera passa semanas sofrendo de solidão, cada vez se aproximando mais de Keellan, até que ela e Denny por fim se desentendem por telefone e ela e Keellan acabam passando uma noite juntos.

O livro então irá se desenvolver no relacionamento paralelo que Kiera cria com os dois homens. Ela namora oficialmente Denny e está enlouquecida por Keellan. Ao mesmo tempo, ela é garçonete em um bar onde a banda de Keellan canta regularmente, se dedica a faculdade e faz novas amizades. 

Eu não gostei do livro. A história é clichê e bem manjada. Denny é simplesmente perfeito: lindo, carinhoso e dedicado. Não desconfia durante grande parte do livro da traição de Kiera e Keellan e a segue amando o tempo todo. Kiera não é exatamente leviana só porque trai o namorado, ela se sente culpada mas não consegue se afastar de Keellan e o mesmo acontece com ele. Keellan, apesar da fama de mulherengo e ser um homem muito assediado, algo extremamente comum em livros do gênero, ele tem um passado familiar bem pesado e triste e isso trouxe bastante humanidade para com o personagem. Mas o que me incomodou no livro é porque as situações se repetiam constantemente. Kiera terminou com Keellan umas mil vezes e ele com ela e ainda assim, eles sempre voltavam a se encontrar e ficar juntos. Sem falar que a escrita da autora é ruim também. Existem expressões repetidas o tempo todo e eu perdi a conta de quantas vezes Kiera "corava até a raiz dos cabelos" ou precisava "engolir em seco". Sério, isso chegou acontecer três vezes na mesma página e me incomodou demais.

A parte sensual do livro é até bonita e sem vulgaridades. Um erotismo crível e consistente, mas também repetitivo. Todas as relações sexuais são transcritas no enredo e isso é bem cansativo. Sem falar das crises de consciência da Kiera que é de ter vontade de arrancar os olhos com as unhas. Muito chata, indecisa, se vitimando o tempo todo, querendo ser o centro da atenção dos dois. 

A diagramação do livro também está bem sofrível. Os capítulos são muito longos e com uma fonte muito pequena, a leitura não fluiu como eu imaginava que fluiria. A história era enfadonha e a arte gráfica não ajudou em nada para diminuir este cansaço que a história gerava.

No fim, o que eu procurava, que era um livro com trilha sonora e música, não teve. O fato de Keellan ter uma banda é tudo de musical que o livro tem. Nenhuma referência musical é feita e nenhuma música é citada e isso me frustrou demais. 

O livro é o primeiro volume de uma série e quando descobri isso, achei que os outros volumes seriam sobre os outros integrantes da banda, mas desacreditei quando descobri que as histórias ainda são sobre Kiera e sua escolha final. O que me faz ter certeza que não acompanharei os outros livros porque não sentirei saudade nenhuma do casal vencedor.

Se você gosta de New Adult, talvez você goste deste livro, mas aviso que é mais do mesmo, nada diferente do que já existe por aí. O enredo é fraco e a conclusão do livro é óbvia. 

Foi uma decepção!


Um pouco sobre a autora: S.C. Stephens é um dos maiores fenômenos da autopublicação dos Estados Unidos, agora uma das estrelas da Gallery Books. Adora escrever histórias bem românticas, recheadas de emoção e paixão. Intenso Demais é a sua verdadeira estreia no romance. A trilogia Rock Star começou a ser escrita em 2009. O sucesso da autopublicação foi tão estrondoso que logo recebeu uma proposta para editar pela Simon & Schuster, um dos maiores grupos editoriais do mundo. Além de escrever, adora ler novos autores, ir ao cinema e, principalmente, estar com os filhos. Chegou ao primeiro lugar na lista de best-sellers do New York Times, na categoria e-book, com o terceiro livro desta trilogia. Seus livros publicados no Brasil são:

  • Intenso Demais
  • Complicado Demais
  • Perigoso Demais
Comentários
15 Comentários

15 comentários:

  1. Oi, Ivi!
    Eu queria ler essa série, mas quando descobri que todos os livros eram envolta desse triângulo aí, desisti. Não tenho mais paciência para séries assim.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi Ivi!
    Eu não leio muitos new adults e não tinha curiosidade sobre esse, saber que é mais do mesmo me convenceu a não ler. Expressões repetidas muitas vezes e capítulos longos deixam a leitura cansativa mesmo, sabendo que o enredo não colabora me fez ter certeza que não é uma leitura que eu faria...
    Beijos!
    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-orgulho-e-preconceito.html

    ResponderExcluir
  3. Esse livro não funcionou para mim, Só gostei do último por causa de situações envolvendo outro personagens. Os protagonistas são uns sacanas, tinha tudo para fazer as coisas da maneira certa, mas preferiram mante as mentiras.
    Tudo bem que eles se amam e tal, mas pareciam gostar de sofre e fazer os outros sofrer.

    Gosto de paixão de New Adult, mas esse daí foi uma bola fora. Não sei como aguentei ler a trilogia toda e ainda fui boazinha dando se não me engano dando 3 estrelas neles.


    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu já conhecia toda essa obra, mas não me aventuro no livro por não gostar do gênero. E você falar que não é tão bom quanto parece só confirma que eu nunca leria rsrs. Acho que as capas fazem o seu trabalho, já que chamam muita a atenção e isso ajuda na hora da compra. Espero que você prossiga a série é nos conte a evolução da história
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. A história é ótima, mas vamos combinar que a Kiera é muito safada. Nunca vi mulher mais quero ficar com os dois do que ela. Passei a história torcendo que ela ficasse sozinha...kkkkk. Um abraço!
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  6. Logo de cara senti que este livro não é para mim, a história parece ser bem clichê e o fato de ter triângulo amoroso acabou com todas a possibilidade de lê-lo em algum momento. não consegui me animar com está premissa enfim deixarei a dica passar

    ResponderExcluir
  7. Eu estou louca para ler essa série, e continuo com vontade mas depois de ler a sua resenha, vou dar uma freada rs não tenho nada contra clichês e até gosto de alguns, mas expressões repetitivas me dão uma raiva tão grande rsrsrs eu gosto de new adult e livros hot, por isso me interessei pela série mas não estou mas com aquela vontade louca de ler urgentemente, apenas curiosa mesmo. Gostei muito da sua sinceridade na resenha

    ResponderExcluir
  8. Uma pena né? Esse lance de repetição é chato. Também me irrito quando um personagem cora o tempo todo, kkkkkkkk
    Realmente a premissa é bem clichê, mas acho que eu arriscaria por ser meu gênero, amo new adult. Então mesmo sabendo que vou passar raiva eu toparia.
    Adorei sua resenha e principalmente sua sinceridade,.

    ResponderExcluir
  9. Oi Ivi!
    Confesso que tenho medo de começar esse livro e me decepcionar. Algumas pessoas falaram tão bem que sempre fico com um é atrás de livro assim. Até gosto de um bom e velho clichê, mas se a história é mal contada, não consigo continuar. Que pena que não agostou, ainda vou ler o livro e ver se gosto.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    Eu sempre vi resenhas positivas a respeito do livro, então foi ótimo poder ver sob outra perspectiva, pois os pontos que você apontou normalmente me incomodam muito em um livro, principalmente as palavras repetidas. Obrigada pela sua sinceridade.

    ResponderExcluir
  11. Olha eu nunca li essa série para falar a verdade, mas já vi várias resenhas de outros livros e vejo muitos leitores falando bem, apesar que não é muito meu gênero de leitura. Capaz que eu venha a ler o primeiro para poder conhecer, mas não sei se leria 7 livros seguidos. Deve ser muito cansativo. Mas mesmo assim se a trama for realmente boa quem sabe eu me aventuro rs

    Eu gostei do seu ponto de vista sobre o livro e é sempre bom ser sincera. Algumas coisas que tu apontou também não fizeram eu ter interesse igual minha amiga de cima rs...mas mesmo assim quem sabe né?

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-memorias-de-uma-gueixa.html

    ResponderExcluir
  12. Que pena saber que a história é bem mais do mesmo, pelo jeito. Normalmente não me importo com histórias clichês, mas alguns pontos que você destacou me fizerem ter menos ânimo para querer ler a obra. Vou ler apenas o primeiro, e se tiver a mesma sensação e opinião que você, também vou ficar longe dos outros livros. Mais seis livros do mesmo personagem? Não dá! rs
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  13. Acho que eu também não gostaria da leitura. Primeiro, tem essa parte hot. Mesmo que não seja vulgar, é hot, e não curto, e ainda por cima é repetitiva. Não ia achar nada legal todas as relações sexuais serem transcritas, acho isso tão desnecessário. Além disso, história enfadonha com capítulos longos e letra pequena é a receita para me fazer correr de um livro... rs...

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oieee
    Tudo bom?
    Comecei a ler esse livro ontem, então ainda não tenho uma opinião sobre a história, mas concordo que a diagramação e letras pequenas estão me incomodando, ainda mais pela folha ser branca, o que cansa ainda mais. Eu também não gosto de personagens indecisas e após sua resenha estou me preparando aqui para não querer socá-la. Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. No geral até que eu gostei da trilogia Rock Star e o único livro que me incomodou em vários pontos foi este, pois se a autora tirasse boa parte da indecisão da protagonista o livro nem teria 300 páginas e correria tudo bem melhor. Já na questão musical acho que melhora um pouco nos livros seguintes pois tem as loucuras de entrar em turnê e a tal turnê, mas nada tão fantástico, e os pontos de incomodar chegam a outros níveis, como a protagonista que cora por conta de pouca coisa sendo indecisa em relação ao amor dos dois (aka 3)

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014