2

No Limite do Perigo (Katie McGarry)


Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 46º livro lido em 2015 e foi NO LIMITE DA OUSADIA (Katie McGarry). Este é o terceiro livro da série NO LIMITE. Comecei a acompanhar  a série em 2013 e a escrita da Katie McGarry me ganhou. Além disso, gostei da originalidade das histórias e de como ela construiu seus personagens.

Este livro aqui nos traz o Isaiah e a Rachel. Conhecemos o Isaiah lá no livro NO LIMITE DA ATRAÇÃO, ele sendo o melhor amigo do Noah e desde aquele livro, mesmo ele apenas orbitando ao redor da história principal, ele despertou muita curiosidade em mim. Isaiah é um adolescente que depende do sistema para viver, ou seja, ele mora com um casal que serve como pais adotivos para ele, porém este casal não dá a minima se o Isaiah está bem ou não, eles apenas querem receber o auxilio que o governo dá. Já a Rachel é a filha mais nova de uma família tradicional e bem sucedida e vive na sombra do fantasma de sua irmã Colleen que faleceu antes mesmo de Rachel nascer, mas sua memória é preservada com ardor dentro de casa. Rachel é afetada diretamente por esta situação e para se manter firme mediante a família, ela esconde de todos que sofre com frequência de ataques de pânico. Rachel também esconde dos pais e dos irmãos que é apaixonada por carros e entende tudo sobre motores e velocidade e é em função desta paixão, que ela vai parar em uma pista de corrida ilegal e se candidata à uma aposta. Ela terá que correr contra Isaiah. Porém, inexperiente, ela acaba perdendo e os dois precisam fugir da policia porque alguém denunciou as apostas e as corridas.

Isaiah e Rachel se apaixonam, o que é muito previsível. E também nesta história temos um amor proibido porque Isaiah é tudo o que a família de Rachel jamais permitiria. Atrelado à isso, os dois acabam sendo perseguidos pelo organizador das corridas ilegais, devem uma quantia substancial para ele e eles se juntam para conseguir o dinheiro em outras corridas e apostas.

O livro me decepcionou bastante. A história é interessante e tem cenas de ação e velocidade muito bem inseridas na história, porém algumas coisas me incomodaram muito durante a leitura. Primeira coisa é que a Rachel é muito chata e se auto deprecia com uma facilidade absurda. Outra coisa que eu achei cansativo, foi o fato da autora descrever motores, corridas, regras e o cenário que envolve este mundo com detalhes exaustivos. Interessante ela explorar o ambiente para dar credibilidade a história, mas para mim que não me interesso nada pelo tema, achei bem chato. Esses detalhes técnicos me deixaram a sensação de artificialidade e talvez se fossem colocados de outra forma, despertariam em mim um interesse pelo tema, não o cansaço pelo mesmo.

O final do livro se deu de forma rápida e quase instantânea e ainda que o final fosse previsível, a autora quis dramatizar a conclusão do livro com um acidente que merecia um pouco mais de explicações.


Em relação à serie, é com certeza o livro mais fraco e isso me deixou desapontada porque o Isaiah merecia um livro melhor. Em contrapartida, a escrita da autora continua bonita, fluida e gera certa curiosidade no leitor. A série não termina com este livro, pois ainda temos a história de mais um personagem para ser desenvolvida em um volume que não tem previsão para ser lançado no Brasil.

Recomendo o livro para quem gosta de histórias com romance e drama, mas sem grande aprofundamento nem em um tema ou em outro. O cenário é original e a escrita da Katie merece ser conferida, mas é mais um livro que fala de badboy apaixonado por mocinha ingênua. Todavia o livro não pode ser lido fora da ordem porque as outras histórias já foram concluídas e você pegaria spoileirs importantes das outras tramas. Para quem gosta de romance jovem/adulto, é uma boa indicação. Não encontramos aqui cenas sensuais ou nada do tipo, mas ainda assim, o casal é bem interessante.
"Nascer é o maior jogo de azar que existe. Uns nascem com sorte e outros não. E essa regra não tem nada a ver com dinheiro." página 232

Um pouco sobre a autora: Katie McGarry é americana e seus livros publicados no Brasil são:

NO LIMITE DO PERIGO


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Pelo que você descreveu, é quase um Velozes e Furiosos para adolescentes hahhahaha
    Eu já conheço a série e ela está na lista de leitura.
    Quando ao livro Padre, eu parei na metade porque tive de iniciar outras leituras mas posso dizer que fiquei chocada com algumas coisas hahhah Só achei bacana o Padre ser gente como a gente: faz maratona de séries no Netflix hahahhaha
    Beijos
    http://balaiodebabados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tinha associado com Velozes e Furiosos, mas é bem isso sim!!!! O livro é fraco se comparado aos outros da série, mas é bom!!!
      bj

      Excluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014