1

A Graça da Coisa (Martha Medeiros)


Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 18º livro lido em 2015 e foi A GRAÇA DA COISA (Martha Medeiros). É de conhecimento público que Martha Medeiros é uma das minhas escritoras preferidas e eu já estava com saudade de ler alguma coisa dela. Vale lembrar que quando comecei a ler esta coletânea de crônicas eu me encontrava em um estágio preocupante de ressaca literária em função do POR LUGARES INCRÍVEIS (Jennifer Niven) e precisava de algo realmente bom para me fazer esquecer aquela história.

Este livro nos traz algumas crônicas que a autora escreveu entre 2012 e 2013. Acredito eu que depois de uma boa seleção, ela escolheu as que preencheria esse livro e mais uma vez a autora nos fala sobre vida, morte, amor, ódio, trabalho, escolhas, família e dia a dia de uma maneira deliciosa.

Alguns temas bem humorados e outros em tanto, passeamos por uma mente inteligente que consegue delinear de forma sensata sobre como é a nossa vida neste mundo e de como afetamos a vida do próximo com o que fazemos de nós mesmo.

Em alguns textos senti a autora um pouco rabugenta e passeando pelo limite do preconceito e em outras, ela estava livre e solta como uma pluma ao vento e essa versatilidade de espíritos me comove porque as crônicas foram escritos no intervalo de um ano e sendo assim, nem todos os dias ela poderia estar com o mesmo humor e interesse. Em algumas está introspectiva e em outras, totalmente entregue, mas o denominador comum entre seus textos é seu toque pessoal, sua opinião particular sobre fatores da vida de qualquer ser humano.

Entre uma crônica e outra, Martha nos conta sobre os livros que leu, sobre os filmes que assistiu e sobre as músicas que ouviu e é um pouco difícil não se interessar por cada uma destas indicações pois elas fazem um link inteligente para abordar qualquer assunto, seja culinária ou política.

Costumo dizer que eu preciso de uma dose de Martha Medeiros por ano para viver. Minha vida literária não seria a mesma sem esta dose boa de parágrafos inteligentes e textos bem desenvolvidos.

Sempre penso em ler estas coletâneas de crônicas de forma homeopática. Uma crônica por dia ou algo assim, mas quando pego um livro da Martha, só consigo largar depois de ler todas as crônicas e me deliciar com as histórias que ela desenvolve sobre temas tão comuns a todo ser humano.

Como era de se esperar, eu adorei a leitura. Algumas crônicas gostei mais e outras menos, mas no geral, adorei o livro e sempre é delicioso me reencontrar com a escrita da Martha, com sua visão de mundo sempre tão contemporânea e leve.

Recomendo a leitura para quem gosta de textos bem escritos, que falem de assuntos que valorizam os bons sentimentos.
"O início da paixão é estratosférico, as pessoas não param quietas exibindo tudo o que podem fazer. Depois passam a confessar o que realmente querem. A paixão é mentir tudo o que você não é. O amor é começar a dizer a verdade. " Fabrício Carpinejar - página 69


Um pouco sobre a autora: Martha Mederios nasceu em 20 de agosto de 1961, em Porto Alegre-RS. É colunista dos jornais ZERO HORA e O GLOBO. Suas obras publicadas são: 

Strip-Tease (1985) - Poesia
Meia noite e um quarto (1987) - Poesia
Persona non grata (1991) - Poesia
De Cara Lavada (1995) - Poesia
A Terra Gasta (1996) - Poesia
Poesia Reunida (1998)
Geração Bivolt (1995) - Primeiro livro de crônicas
Topless (1997) - Crônicas
Santiago do Chile (1996) - guia de viagem
Trem-Bala (1999) - Livro de crônicas, adaptado para o teatro.
Non Stop (2000) - Crônicas
Cartas Extraviadas e Outros Poemas (2000)
De Café e Cogumelos (2001) - Crônicas
Divã (2002) - Romance que deu origem a peça, ao um filme e a série de TV.
Montanha-Russa (2003) - Crônicas
Coisas da Vida (2005) - Crônicas
Esquisita como Eu (2004) - Infantil
Selma e Sinatra (2005) - Romance
Tudo que Eu Queria te Dizer (2007) - Adaptado para o teatro.
Doidas e Santas (2008) - Crônicas - Adaptado para o teatro.
Fora de Mim(2010) - Romance
Feliz por Nada (2011) - Crônicas
A Graça da Coisa ( 2014)

Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Eu sou muito fã da autora, claro que nem sempre concordo com tudo o que ela escreve, mas isto é natural e até esperado, somos todos diferente e pensamos diferente. Ainda não tive a oportunidade de ler este livro, mas já li outros e sempre me surpreendem.

    Beijo, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014