4

Tag: Café Com Livros




Café e livros é uma combinação perfeita. Dá para passar horas com esses dois e se deliciar duplamente. Então hoje eu venho responder a tag “Café com Livros” que foi criada por Kah Pirola do Leitora Voraz e consiste em indicar um livro para cada tipo de café, então vamos lá:

Café Expresso = o livro que você esteja lendo atualmente

Estou lendo no momento o enorme livro A DANÇA DA MORTE, de Stephen King. Ainda não tenho um parecer sobre ele, ainda estou nas primeiras páginas, mas não via o momento de lê-lo uma vez que esse livro é considerado um dos clássicos do autor. Publicado originalmente em 1978, em 1990 ganhou uma nova edição expandida e recentemente foi relançado no Brasil. Tem 1568 páginas e eu ainda não vi em nenhum lugar um parecer negativo sobre ele. Em breve, talvez nem tão breve, terá a resenha aqui no blog. A história se passa em um mundo pós-apocalíptico que foi devastado por uma peste, que tendo em vista o lançamento original do livro e os tempos atuais e sendo uma história futurista, a época do livro é agora. Curiosaaaa para conhecer a história! E já sei que nesse livro temos alguns personagens que já estiveram em outros livros do autor. Adoro isso que ele faz de misturar um pouco os livros.

Capuccino = um livro romântico, mas sem muito “mimimi”

Geralmente livros românticos tem muito “mimimi”, por isso não é um dos meus gêneros preferidos, mas um dos livros que eu li e gostei bastante justamente pela falta disso, foi NAS ASAS DA BORBOLETA, de Ivi Campos. Nessa história a autora aborda vários temas interessantes e alguns pouco difundidos. Existe uma mocinha e um mocinho que vivem um amor que não realizam automaticamente, por alguns motivos. Natália, a mocinha da história, se casa com um homem que ela acredita ser o grande amor de sua vida, mas fatos acabam por atrapalhar o casamento, e esse é um dos temas abordados pela autora que é muito pouco difundido na literatura, ou nunca falado, eu pelo menos nunca vi nada sobre isso em nenhum outro livro. E esse problema psicológico e físico faz com que o casamento dos sonhos chegue ao fim. Não, eu não posso falar sobre isso senão estaria entregando a história e tiraria a surpresa de quem ainda não leu o livro. E o maior desejo da vida de Natália, que é ser mãe, é abordado muito bem pela autora e, como, e se ela consegue isso, muito bem desenvolvido. Todos esses fatos fizeram com que eu amasse a história e colocasse esse livro no meu top em romances. Saiba mais sobre o livro na resenha aqui no blog.

Frapuccino = o livro ideal para ser lido no verão

Imagino para o verão livros leves, fáceis de ler, agradáveis. Eu gostei muito e indico para essa estação o livro @MOR de Daniel Glattauer. E aproveita e leia logo em seguida a sua continuação, “Emmi e Leo”. Não vai dar para terminar o primeiro e não ter o segundo para continuar a leitura. Os livro é extremamente fácil de ler e a leitura é rápida uma vez que o texto é todo baseado em trocas de e-mails entre os protagonistas. Emmi e Leo se conhecem após um e-mail de Emmi cair erradamente na caixa de entrada de Leo. Uma simples troca de letras no destinatário faz com que Leo receba o e-mail de Emmi tentando cancelar a assinatura de uma revista. Ele ignora, afinal não é para ele, mas tendo em vista que Emmi continua mandando e-mails pedindo o cancelamento, Leo resolve responder e explicar o erro. Ela responde agradecendo e se desculpando, ele envia um outro e-mail e logo estão batendo longos papos e por ai o livro vai seguindo de maneira nada cansativa e muito interessante. E ficamos torcendo pelos personagens, para que se encontrem, se apaixonem e tragam a grande amizade para o mundo real. Se isso vai acontecer ou não, só lendo o livro para saber. Leiam aqui a resenha do livro.

Café Curto = um livro que você leu e achou muito forte

Sem dúvida, um dos mais fortes foi GRAU 26 - A ORIGEM, de Anthony E. Zuiker. É um suspense policial que fala sobre um dos piores serial killers que a agência especial teve que defrontar. Um serial killer para nunca mais esquecer, em um livro muito bem escrito. O que não me surpreendeu, afinal Anthony E. Zuiker é o criador da série de TV, CSI. Esse é o primeiro livro de uma trilogia seguido por "A profecia Dark" e "As revelações de Dark", mas cada um tem sua história, os casos começam e terminam e a continuidade da série se dá apenas pelos personagens principais, o detetive Dark, por exemplo. O que me chamou atenção também nessa trilogia é que vinha anunciado como o primeiro romance digital interativo, além da sinopse ter me chamado atenção, fiquei curiosa quanto a isso e achei uma coisa bem interessante. No final de cada capítulo o autor coloca um código que devemos digital na página oficial do livro e ali podemos ver uma das cenas mais importantes (diga-se impactante) do capítulo em um vídeo. Com isso os personagens tomam vida e podemos visualizá-los. Vale muito a pena ler a trilogia, mas o primeiro volume eu achei o mais forte. Leiam aqui no blog a resenha de Grau 26 - A origem.

Café Longo = um livro infantil que você goste muito

Não acho que possa ser considerado um livro infantil, mas sim um livro para todas as idades. Eu li ainda criança, gostei muito e guardo a minha edição até hoje, que é o livro O PEQUENO PRÍNCIPE, de Antoine de Saint-Exupere. Fato que quando li pela primeira vez não entendi muito bem a mensagem do livro, me atendo mais as personagens e gravuras, mas em leituras posteriores algo vai sendo acrescentado, e acredito que em cada leitura podemos ver algo diferente que antes passou despercebido.

Café Latte = o livro ideal pra aquecer o seu inverno

A trilogia CINQUENTA TONS DE CINZA. Não dá para escolher apenas um já que eles se completam. Fala sério, Christian Grey aquece tudo! Evitando a polêmica sobre o livro, sobre a história ser sadomasoquista e tudo o mais, quem teve o interesse de ler os três livros sabe que a autora quis passar mais do que isso e mostra a história de Christian e seu desenvolvimento como pessoa. Concordo com quem diz que o livro foi mau escrito, repetitivo as vezes, e que tirando o enredo da história é até infantil na maneira de escrever, mas a ideia eu achei muito boa e até o crescimento da autora dá para notar no decorrer dos três livros. Ok, não consigo imaginá-la escrevendo outros livros, mas esse dentro das limitações que eu expus, acho que a autora foi feliz. Tanto que mesmo algumas pessoas não querendo e/ou aceitando, a trilogia foi um sucesso e o filme está indo pelo mesmo caminho. Ame ou odeie, não tem meio termo. Só acho triste as pessoas fazerem uma pré-julgamento sem nem conhecer a história completa. É um livro para aquecer porque é um romance, sim, um romance muito quente. Leia aqui no blog a resenha de quem leu e livro e assistiu ao filme.

Café Macchiato = um livro que te deixou apaixonada(o) pelo(a) protagonista/herói

“O hipnotista”, de Lars Kepler, tem um dos protagonistas mas interessantes, inteligente, sedutor, humano com seus erros e acertos. O detetive Joona Linna, o nome é estranho e parece feminino, inclusive tem piadas sobre isso no livro também. A história do livro é pesada, mas o detetive e sua investigação fazem com que tudo acabe ficando um pouco mais leve. E tem outro livro com o mesmo detetive, “O pesadelo”, que também vale a leitura. Leia aqui a resenha para esse livro.


Café Mocha = o livro ideal para ler antes de dormir

Sempre o atual, então, no meu caso é “A Dança da morte”, de Stephen King.

Café Coado = um livro que combina com todos os momentos

“O código da Vinci”, de Dan Brown, de preferência a edição ilustrada que é linda! Tenho uma paixão especial por esse livro e é um dos poucos livros que eu reli e pretendo ler novamente. Sem contar o filme que já assisti inúmeras vezes e tenho inclusive, o DVD. O autor usou a mesma personagem em 3 outros livros, cada um com histórias independentes: Robert Langdon. O autor já afirmou que Langdon é inspirado nele próprio, inclusive a data de nascimento que ele deu a Robert é a mesma dele, ele disse que Robert Langdon é o homem que ele gostaria de ser. Dan Brown batizou seu personagem em homenagem a um professor da universidade que ele frenquentou e que inclusive o ajudou na criação de alguns ambigramas.

É isso! Essas foram as minhas escolhas de café com livros. Gostaria de saber quais seriam as suas escolhas, então me digam nos comentários.

Bom café para todos e uma boa leitura.

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Oi Bel
    De todos os livros que citou, li apenas 50 tons de cinza (sim, apenas o primeiro). Adoro essa TAG e gostei de suas respostas. Acho sempre muito bacana receber novas indicações e, para mim, algumas foram completamente novas.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lary,
      Caso leia algum dos livros não esquece de vir me contar o que achou. Todos valem muito a pena!
      Obrigada pelo comentário!
      Bjs

      Excluir
  2. Eu tô louca para ler o livro @mor! <3
    Ótimas indicações de livros, viu?!
    Adorei seu blog, parabéns!
    Beijos!
    Blog Livros da Jess

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jess,
      Não se esqueça de quando for ler @mor de já ter a continuação. Vc não vai aguentar esperar para continuar a leitura :)
      Obrigada pelo comentário e volte sempre!
      Bjs

      Excluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014