9

Tag: DOENÇAS LITERÁRIAS


A tag que vou responder consiste em fazer uma associação entre doenças e livros, de acordo com uma descrição. Então vamos lá! Essas são as minhas doenças literárias.

1 – Diabetes
O livro mais doce na minha opinião 
foi um dos primeiros melhores livros que já li. PÁSSAROS FERIDOS, de Collen McCullough. Uma história de um amor proibido, com muitas reviravoltas. Apesar de denso, por ser um amor que os protagonistas não podem viver, não deixa de ser doce, por ser um amor puro. Nos perdemos na história, torcemos por eles e ao mesmo tempo sabemos ser difícil deles assumirem. Um livro com muitas páginas que consegui ler em cinco dias e não queria largar. Está na minha lista para releitura e assim, poder fazer uma resenha para ele. Lindo, vale a pena.

2 – Catapora
Um livro que eu li e com certeza nunca mais vou ler é PAPERBOY. Ultimamente tenho dado sorte nas escolhas de livros. Alguns não tão bons mas que foi um passatempo interessante, mas esse livro foi uma grande decepção. Amo thriller policial, jornalismo investigativo, mas nossa .... que história mais sem pé nem cabeça! A sinopse fala que a história é de perder o fôlego, e o que eu sei é que reservou muito do meu para outros livros.
3- Ressaca
A maior ressaca literária que tive, atualmente, foi depois de ler a trilogia 50 TONS. Geralmente eu não leio trilogias, ou séries, seguidas. Leio o primeiro, intercalo com outros livros com temática diferente, leio o segundo e por ai vai. Essa trilogia não consegui fazer isso e li os três livros direto no final de 2012. Uma trilogia polêmica. Ou as pessoas amam ou odeiam. Sem se ater ao sexo explícito ou ao sadomasoquismo, quem teve interesse em chegar até o final da trilogia pôde ver a mudança do personagem principal. O conflito psicológico de Christian Grey, para mim, foi o mais interessante de toda a história. Acompanhar essa mudança, mesmo a autora não sabendo explorar isso tão bem, foi o que me prendeu até o final. Tudo bem, Christian Grey é lindo, sexy e sedutor, mas o seu conflito foi o que tornou a história interessante, e depois de terminar de ler os três livros tive que dar um tempo um pouco maior para poder me interessar por outras histórias.
4 – Gripe
Um livro que se espalhou como vírus e eu acabei contraindo, sem dúvida foi A CULPA É DAS ESTRELAS, de John Green. Não foi uma história que tenha me chamado atenção, até por ter protagonistas juvenis, já que a grande maioria dos livros assim não me interessam, mas como foi tão comentado, tão elogiado, eu baixei o livro no meu e-reader e encarei a leitura. Não gostei.... O autor viajou em uma história que tinha tudo para ser bem desenvolvida. Na metade do livro me dava vontade de desistir, mas como não gosto de parar um livro pela metade, fui até o final. Nem tive vontade de ver o filme, não quero perder tempo de novo. É muito chato ficar gripada! Contraí a gripe mas fiquei curada...ufa...
5 – Asma
Um livro que me tirou o fôlego, que engolia sem querer parar de ler até chegar ao final foi GRAU 26, do criador da série de TV, CSI. Uma história policial com um serial killer sanguinário e impiedoso, que entra nos lugares mais improváveis para pegar suas vítimas. Um serial killer diferente, sem um modus operandi tão bem definido que fez com os especialistas se desdobrassem para persegui-lo, e que muitos homens com anos de estrada atrás dos piores criminosos não quisessem encarar esse desafio. Sqweegel, esse é o pseudônimo da fera, com certeza está no rol dos piores assassinos da literatura mundial.
6 - Dor de barriga
Um livro que me deixou com dor de barriga de
tanto rir foi, PERDIDA, de Carina Rissi. A protagonista volta para o século passado depois de um acidente. Uma garota totalmente dependente das novas tecnologias. Imagina uma garota dos tempos atuais vivendo há 200 anos atrás? Nem banheiro tinha! As tentativas para que ela se adaptasse ao novo século são hilárias. Um livro que me fez ver uma alface de maneira diferente e que só de escrever me faz lembrar de várias cenas muito engraçadas.

7 – Amnésia
Um livro que eu tenho aqui na minha estante há muito tempo. Eu li, com certeza, mas que eu não consigo lembrar de nada da história é, YARGO, de Jacqueline Susann. Eu tenho a edição do Círculo do Livro (saudades!!!!) e na época encapava os livros com plástico, então eu nem consigo ler a sinopse na orelha do livro. Está na coluna de “livros para reler” da minha estante, assim como outros que eu nunca releio. Como eu não lembro de nada da história, não posso dizer se eu gostei ou não. Por não lembrar nem posso falar que foi um livro que não fez diferença, porque eu não posso mesmo contar com minha memória.
8 – Desnutrição
Um livro que na minha opinião faltou conteúdo, foi LADRÃO DE ALMAS, de Alma Katsu. Até hoje, depois de quase um ano ainda fico pensando qual foi a ideia desse livro. Não que tenha sido totalmente ruim, as vezes até prendeu a atenção, mas foi um livro que li arrastada. Ele tem mais um livro, não sei se tem dois e é uma trilogia, mas sei que até hoje ainda não me deu vontade de continuar e saber qual vai ser o desfecho. Faltou algo que me prendesse totalmente a história, ainda estou pensando no que pode ter sido.
9 – Doença de viagem
Um livro que me levou para outro país foi HIJA DE LA FORTUNA, de Isabel Allende. A autora retrata o Chile de 1849, ano em que se o descobre ouro na Califórnia e muitas pessoas de todo o mundo decide ir para a cidade americana em busca de fortuna. A corrida do ouro é bem retratada pela autora que nos faz viajar tanto pelo Chile como pelos EUA, mas especificamente a Califórnia do século passado, tão diferente dos dias atuais. Tive o prazer de ler essa história no idioma original, espanhol, e foi uma viagem maravilhosa. Isabel Allende, como sempre, nos apresenta os personagens e situações que nos fazem lembrar deles para sempre.
10 – Insônia
Um livro que me fez não querer dormir foi EU MATO, de Giorgio Faletti. Uma vez que se começa a ler essa história, não dá mais vontade de parar. O autor nos apresenta vários personagens, tantos que no começo do livro achei que fosse me perder, mas ele costura tudo tão bem que a leitura flui muito facilmente e não ficamos perdidas. Um serial killer está matando celebridades na cidade de Mônaco e as autoridades estão enlouquecidas querendo descobrir o assassino, que entra em contato com a rádio mais popular da cidade, e por telefone, ao vivo, envia charadas relacionadas a músicas. Se não descobrirem a charada mais uma pessoa irá morrer. E com isso, acabamos lendo ao lado do notebook porque vamos querer procurar as músicas para, junto com os detetives, tentar decifrar as charadas. Uma história inteligente, bem escrita e desenvolvida. E surpreendente. Não dá vontade de dormir, de comer, de mais nada, só ler até chegar ao final.

Essas são as minhas doenças literárias. Deixem nos comentários as suas, quero conhecê-las também.
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. ahahahhaha essa tag é MUITO engraçada!
    Parabéns!
    beijocas
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiee.
    Que tag legal, concordo totalmente com A Culpa é das Estrelas ter sido uma gripe que se espalhou pelo mundo, eu também contrai rsrs
    Ainda não li Perdida mas está na minha lista, espero me divertir assim como você.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tanto "Perdida, como "Encontrada", valem muito a pena ler. É leve e divertido, não dá pra parar. Acho quase impossível vc não se divertir com a leitura.
      Volta pra contar, ok?
      Bjs

      Excluir
  3. Oi Bel, Paperboy também não me agradou muito. Achei o filme um pouco melhor que o livro, mas também não foi "aquela coisa". Não lembro se já respondi esta tag, vou dar uma olhada.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Super legal essa tag, A Culpa das Estrelas foi mesmo um gripe, também achei Perdida é super divertido, amei esse livro, estou doida pra ler a continuação, concordo com você a respeito da trilogia 50 tons, li os trés livros e o mais interessante e que me prendeu até o final foi a a mudança do personagem principal.

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi! Eu vi essa tag em outro blog a qual sigo e achei super interessante!
    Realmente, a culpa das estrelas foi um dos livros que muito leram, assistiram ao filme, uma febre por completo!
    Muitos livros que você citou não conhecia, e um deles me chamou muito a atenção que é o Grau 26, por ser do mesmo criador que CSI, creio que seja maravilhoso o livro! Pois amo muito esta série e me encantada a cada dia. Outro livro que quero muito ler é o Perdida de Carina Rissi!
    Estou pensando em fazer essa Tag no blog também! Mas amei as suas respostas! Tanto que anoite alguns livros para minhas futuras leituras:D
    Beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/2014/11/livros-entre-o-amor-e-o-silencio.html#comment-form

    ResponderExcluir
  6. Oi Bel, gostei da tag, sou péssima pra responder tag, então já admiro quem consegue. Eu amei a culpa é das estrelas, mas acho que é um livro do tipo ou vc ama, ou não. Trilogia 50 tons pra mim entraria na Catapora.
    Nunca li Pássaros feridos, mas tenho muita vontade.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Ainda não li Paperboy, mas vi o filme e não gostei nem um pouco. Acho que o leria se o ganhasse, mas não compraria de jeito nenhum. Os livros da Carina Rissi são mesmo cheios de humor ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olha vou ter que concordar com você em alguns pois não li todos. Bom, na trilogia 50 TONS DE CINZA, realmente o que mais me prendeu foi o conflito psicológico do Christian, fiquei desesperada para saber como tinha sido vida dele, ou melhor, o que o motivou a fazer o que faz. Então devorei os três livros em menos de uma semana. Já A CULPA É DAS ESTRELAS eu resolvi lê-lo porque ouvi comentários de que o livro era maravilhoso mas só fiz começar nunca terminei a leitura, apesar de até certo ponto achar que ele estava bem interessante, espero terminá-lo em breve. Ainda não li PERDIDA, da Carina Rissi mas ele já está em minha lista de leitura principalmente porque me dizeram que é ótimo. E, finalmente, para minha total decepção LADRÃO DE ALMAS... Gente, que confusão! Eu não consigo terminar esse livro e nem fazer a protagonista descer garganta abaixo. É uma trilogia, então comprei os dois primeiros já lançados aqui LADRÃO DE ALMAS e REFÉM DA OBSESSÃO principalmente por causa da capa linda e porque estava curiosa mas me arrependi amargamente... Também ainda não conseguir definir qual era a ideia principal da autora um amor impossível e cego, imortalidade, vingança... Não tenho a mínima ideia!

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014