Proibida Para Mim (Tayana Alvez)

sexta-feira, 24 de dezembro de 2021

Ficha Técnica:
Nome Original: Proibida Para Mim
Autora: Tayana Alvez 
País de Origem: Brasil 
Número de Páginas: 645
Ano de Lançamento: 2021
ISBN: B09JZQ91RD
Editora: Kindle 

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 101º livro lido em 2021 e foi Proibida Para Mim (Tayana Alvez). Depois de dois livros da autora, cheguei ao livro que mais queria ler da autora, seu último lançamento e primeiro volume da duologia For.Bid.Den.

O livro nos traz Lavínia, uma jovem mulher independente e confiante, que inicia a história em um namoro com alguém que não a faz feliz. Este relacionamento é algo recente (três ou quatro meses), o casal vai para Nova York e durante essa viagem, Lavínia descobre a traição do namorado. Injuriada, ela vai se embebedar no bar do hotel, onde conhece Daniel, brasileiro, mais velho, atraente e interessante. Eles têm uma louca noite de sexo casual, porém quando Lavínia retorna ao Brasil descobre que Daniel é o pai da sua melhor amiga Amanda.

Com uma escrita deliciosa, a autora entrega uma história com camadas muito interessantes, a começar da desconstrução da protagonista. Conhecemos Lavínia como uma fortaleza: inteligente, independente, boa filha, profissional engajada, ambiciosa, porém humana, amiga exemplar e todas essas qualidades se humanizam ao longo da narrativa. Lavínia reconhece suas fragilidades e as aceita como parte de si mesma e uma delas é se apaixonar por alguém inacessível.

Mesmo sendo um homem solteiro e livre, Daniel sabe que por mais apaixonado que esteja, assumir essa relação com Lavínia pode enfraquecer a relação com a filha, de quem sempre se manteve distante e agora tem a oportunidade de ser amigo e exemplo.

Vale dizer que os pilares do enredo não estão apenas em Lavínia e Daniel, mas também em Amanda — melhor amiga de Lavínia e filha de Daniel. Mesmo que ela não seja a protagonista, é parte fundamental da relação de Lavínia com Daniel e é desenvolvida de forma a ser amada e odiada pelo leitor porque entendemos suas motivações, mas não queremos que nada atrapalhe o romance do livro.

A química entre Lavínia e Dan
iel é inegável e o livro tem muitas cenas eróticas, algumas até repetitivas, mas como a relação do casal é muito mais que corpórea, é aceitável para entendermos a ligação forte entre eles.

Tayana escreveu um romance que traz uma série de elementos que amo em histórias contemporâneas, mas sobretudo, uma contextualização com o nosso tempo que me fez sentir acolhida em diversos pontos.

Temos um livro bonito, bem escrito, com um casal crível, real que você ou eu poderíamos conhecer. Um romance longo, com um desenvolvimento bem interessante em que temos um panorama amplo e abrangente dos personagens e de suas vivências.

Eu amei!


Um pouco sobre a autora:
Tayana Alvez nasceu em 1992, na cidade de Queimados – RJ. Além de passar madrugadas escrevendo, está cursando o último ano do Mestrado em Gestão na Universidade da Beira Interior – Portugal. Atualmente, mora em Dublin com o mocinho de romances com o qual escolheu se casar. 

Seus livros publicados são:

    • Eu Quero Mais
    • O Irlandês
    • O Casamento
    • Calafrio
    • Proibida Para Mim
    • Proibida de Amar
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivi Campos

45 anos. De todas as coisas que ela é, ser a mãe do André é a que mais a faz feliz. Funcionária Pública e Escritora. Apaixonada por música latina e obcecada por Ricky Martin, Tommy Torres, Pablo Alboran e Maluma! Bookaholic sem esperanças de cura, blogueira por opção e gremista porque nasceu para ser IMORTAL! Alguém que procura concretizar nas palavras o abstrato do coração.




.

Colunistas

sq-sample3
Kesy
sq-sample3
Kelly
sq-sample3
Laís

Facebook

Instagram

Resenhas

Filmes

Meus Livros

Músicas

Youtube


Arquivos

Twitter

Filmes

Mais lidos

Link-me

Meu amor pelos livros
Todas as postagens e fotos são feitas para uso do Meu amor por livros. Quando for postado alguma informação ou foto que não é de autoria do blog, será sinalizado com os devidos créditos. Não faça nenhuma cópia, porque isso é crime federal.
Tecnologia do Blogger.