8.1.20

Amor Sob Encomenda (Carina Rissi)

Ficha Técnica:
Nome Original: Amor Sob Encomenda
Autora:  Carina Rissi
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 546
Ano de Lançamento: 2019
ISBN-13: 9788501303295
Editora: Verus 

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 102º livro lido em 2019 e foi Amor Sob Encomenda (Carina Rissi). Minha história com esta autora começou muito bem com Procura-se Um Marido e se estabeleceu com o perfeito No Mundo da Luna, porém, o último livro que li dela me irritou um pouco e infelizmente este também.

O livro nos traz a Melissa, uma jovem de vinte e poucos anos que trabalha em uma produtora de eventos e é muito boa no que faz, mas é pouco reconhecida por sua chefe que sempre coloca defeitos em seu trabalho e a ameaça constantemente. Melissa não pode se dar ao luxo de perder o emprego, pois o sustento de seus pais está sobre seus ombros. Seu pai está desempregado e sua mãe sofreu um grave acidente de carro que deixou sequelas severas. Melissa namora Fred, um rapaz discreto, que não gosta de sair ou badalar. Porém, toda essa discrição tem um motivo: ele tem uma noiva e o livro começa quando ele avisa Melissa que a noiva está grávida. Como se isso fosse pouco, a noiva é de uma família rica tradicional e contrata Melissa para organizar a cerimonia do seu casamento com Fred, sem saber que até então Melissa e o noivo também tinham um relacionamento.


Melissa morava com a melhor amiga Fabíola, mas após Fabíola convidar o namorado para morar com ela, Melissa precisa buscar um novo lugar e divide o apartamento com Nicolas Cassani, primo de um dos noivos de um casamento que Melissa está produzindo. A princípio, a relação dos dois é do tipo gato e rato, mas aos poucos se interessam um pelo outro e o romance é óbvio, ainda que demore boas trezentas páginas para acontecer de fato.

O livro se desenvolverá em Melissa organizar o casamento do ex-namorado e tentar de todas as formas impedir que a noiva não descubra seu passado com Fred pois se ela descobrir, romperá o contrato e Melissa perderá o emprego. Na medida que a narrativa avança, descobrimos detalhes do acidente que deixou a mãe de Melissa doente e entendemos a motivação que ela tem em querer cuidar de tudo sozinha. 


Como disse, este enredo me irritou! Entendemos a premissa da história e sabemos exatamente como ela terminará, mas ser previsível não é nem de longe seu maior defeito! Várias coisas na narrativa são desnecessárias e repetitivas: a descrição do acidente de carro que deixou a mãe de Melissa doente é repetida várias vezes. O acidente não é apenas mencionado, mas descrito com detalhes e diálogos. Melissa é aquele tipo de protagonista que mente sem pensar, as mentiras se acumulam e num dado momento fica difícil defender a personagem porque todo o caminho percorrido foi errado.

Talvez o que mais me irritou nesta história é que vários personagens dos outros livros da autora aparecem na trama sem o menor cuidado em serem desenvolvidos. O livro é vendido e promovido como um spin off de Procura-se um Marido, ouvi algumas pessoas dizendo que o livro pode ser lido sem ler os outros e isso é um engodo, porque a autora cita fatos das outras histórias e insere personagens como se o leitor conhecesse todo mundo. Como li os livros anteriores, tudo bem, mas fiquei imaginando alguém comprando o livro sem saber nada dos outros e se sentindo perdida dentro do enredo. Acho gostoso revisitar alguns personagens e funciona bem na maioria dos casos de spin off, mas não nesta narrativa.


Ainda assim, nem tudo foi horrível. Existe um aspecto desta história que gostei muito: o fato de Melissa e a atual noiva do ex-namorado não serem colocadas uma contra a outra. Melissa em momento algum a hostiliza ou a encara como rival. Isso agregou a personagem e a humanizou, como um ótimo exemplo de sororidade.

No geral, o livro é extremamente cansativo. São mais de quinhentas páginas que poderiam ser menos de trezentas se a autora não repetisse tantas situações. O romance é gostoso, mas previsível e o final é extremamente clichê.

Eu estava predisposta a gostar muito do livro, mas fiquei bem decepcionada.


Um pouco sobre a autora: Carina Rissi é uma leitora voraz, sempre lê a última página de um livro antes de comprá-lo e tem um fascínio inexplicável pelo tema “amores impossíveis”. Vê nas obras de Jane Austen uma fonte de inspiração. Quando se desgruda dos livros – tanto dos que lê quanto dos que escreve –, Carina se diverte assistindo a comédias românticas ao lado da família e planejando viagens a lugares exóticos que não conhecerá tão cedo, devido ao seu pavor de avião. Nasceu em Ariranha, interior de São Paulo, onde mora atualmente com o marido e a filha. Carina já vendeu mais de 400 mil exemplares e teve seus livros publicados em Portugal, na Rússia, na Ucrânia e na Itália. Seus livros publicados são:
- Perdida
- Encontrada
- Destinado
- Prometida
- Desencantada
- Quando a Noite Cai
- Procura-se Um Marido
- Mentira Perfeita
- No Mundo da Luna
- No Mundo da Luna: a Entrevista
- Menina Veneno
- O Livro dos Vilões
- Amor sob Encomenda

8 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Nunca li nada da Carina Rissi, mas tenho bastante vontade. Caramba, eu estava com tantas expectativas para esse livro, é uma pena que seja uma história decepcionante :( . Adorei a resenha sincera!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ivi!
    Eu nunca li nada da Carina Rissi, mas é porque eu realmente não consigo me interessar pelos seus enredos, mesmo ela recebendo muitas críticas positivas. Até me surpreendi com a sua leitura negativa.
    Acredito que não irei ler algo dela tão cedo.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/2020/01/melhores-leituras-de-2019.html

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Adorei sua resenha e tenho que lhe parabenizar por ter sido tão sincera, nem sempre vemos isso pela blogosfera, né?
    Confesso que li apenas um livro da Carina e ele me irritou um pouco também, então, prefiro passar essa leitura.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá

    Faz um bom tempo que não leio algum livro da autora.
    Quero ler os livros que são únicos dela, porque parei na série Perdida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ivi!
    Puxa vida, que pena que esse livro não te agradou! Uma amiga minha leu e teve essas mesmas opiniões, estou até com receio de começar a leitura e me decepcionar assim. Uma pena, mas é uma tendência que percebi em alguns livros da autora, ela tende à repetição de várias coisas, quase como para dar volume ao livro.
    bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Olá Ivi!!!
    Assim quando eu vi a notícia desse livro fiquei me perguntando qual conexão a autora faria com a família Cassani e eis que agora me toco que tem o primo que é falado em "Mentira Perfeita", mas mesmo assim a impressão continuou a mesma que não era necessário esse spin-off pois entendo entre os irmãos mas primo acho que é mais venda porque os dois primeiros foram bem vendidos.
    Eu gosto da escrita da Carina, mas faz um bom tempo que não leio nada escrito pela autora e obrigada por me dar uma noção do que esperar nesse livro.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Ivi, tudo bom?
    Adorei conhecer os pontos que você levantou, pois as minhas expectativas em relação a esse livro estavam altas. Realmente é muito chato a autora jogar os personagens anteriores ali, sem a preocupação com quem não leu os dois anteriores ainda.
    Essa questão das coisas repetidas é algo que me deixa cansada nas leituras, então sei que vai me incomodar também. Mas curti saber que não tem disso de rivalidade feminina no livro, era o que mais estava me preocupando em relação a ele!
    Adorei sua resenha ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ivi!
    Adorei a sua sinceridade, eu tenho visto muitos elogios para esse livro e realmente muita gente tem falado que dá para ler sem ter lido os outros. Gostei demais de ver a sua resenha, eu estava curiosa com esse e até queria ler sem ter lido os outros, mas agora fiquei com receio, pelo que você falou, eu acredito que ficaria incomodada com muitos pontos do livro e provavelmente ficaria perdidona com a inserção dos personagens partindo do pressuposto que o leitor já os conheça

    ResponderExcluir