25.4.19

Filme da Vez #94 Superação – O Milagre da Fé

FICHA TÉCNICA:
Título Original: Breakthrough
Ano de Produção: 2019
Lançamento no Brasil:  11 de Abril de 2019
Duração: 116 minutos  
Gênero:  Drama, Biografia
País de Origem: Estados Unidos
Classificação Etária: 10 anos
Direção: Roxann Dawson
Elenco: Chrissy Metz, Mike Colter, Topher Grace, Dennis Haysbert, Josh Lucas, Marcel Ruiz.
Distribuidora: Fox Films
Sinopse: John Smith, um menino de 14 anos passeava com a família em uma manhã de inverno no Lago St Louis no Missouri quando acidentalmente sofreu uma queda e se afogou. Chegando ao hospital, John foi considerado morto por mais de 60 minutos até que sua mãe, Joyce Smith, juntou todas as suas forças e pediu a Deus para que seu filho sobrevivesse. Sua prece poderosa foi responsável por um milagre inédito.
Como gosto de histórias dramáticas, esse filme já me chamou a atenção pelo trailer e combinei com um amigo de vê-lo na semana da estreia. Foi um pouco turbulento porque já não havia ingressos no cinema que tínhamos escolhido, mas chegar a tempo da sessão em um outro cinema e por fim deu tudo certo!

As primeiras cenas mostram a rotina da família Smith, composta pelo casal Joyce (Chrissy Metz) e Brian (Josh Lucas), o filho John (Marcel Ruiz) e a rotina da igreja que eles frequentam. John é fã de basquete e ao caminhar com amigos em um lago congelado, todos caem. John os ajuda a sair do lago e eles são resgatados rapidamente, mas o resgate de John é mais complexo e efetuado por um bombeiro (Mike Colter) que acredita ter ouvido uma voz que o ajudou a localizá-lo. Os médicos tentam reanimar John de várias formas sem sucesso e ele é considerado morto, até que a mãe o vê e pede a Deus pela sobrevivência do garoto.



Todos se surpreendem quando a pulsação dele volta, mas o médico (Dennis Haysbert) sempre deixa claro a criticidade do estado de John e a possibilidade infinita de sequelas. Enquanto Joyce acompanhada pelo pastor Jason (Topher Grace) acredita a todo momento que o filho sobreviverá, Brian não está tão confiante e não consegue ficar com o filho no quarto no hospital.

As cenas são bem feitas, me assustei com a queda de John mesmo tendo visto pelo trailer. O começo do filme me pareceu bem parado, mas depois da queda e com foco em Joyce, o ritmo muda e mesmo já imaginando o final, fiquei aflita ao acompanhar o sofrimento e comovida pela fé e positividade dela. Em um momento, tive a impressão de que já haviam se passado vários dias e na realidade eram somente 72 horas após o acidente.


John é natural da Guatemala e adotado pela família, acredito que o tema da adoção pudesse ser melhor explorado no filme, assim como o questionamento natural de “por que algumas pessoas se salvam e outras não?” feito em um momento importante.

Joyce protagoniza várias cenas emocionantes com sua fé inabalável, há uma cena igualmente linda em que todos se unem em uma oração por John. O filme demonstra o poder da fé e do amor materno, presente em todos os momentos.

A adaptação é baseada em uma história real e no final do filme há fotos e dados atuais dos envolvidos, achei interessante porque alguns atores realmente se parecem com aqueles que viveram a história de John. Fiquei bem curiosa para conferir o livro de mesmo nome, provavelmente será uma das minhas próximas leituras.

Eu gostei bastante, recomendo para quem goste de histórias dramáticas com foco religioso.

Trailer Oficial: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário