3.11.20

Cartas Que Escrevi Antes de Você (Cynthia Hand)

Ficha Técnica:

Nome Original: The How and the Why
Autora: Cynthia Hand
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Paula di Carvalho
Número de Páginas: 368
Ano de Lançamento: 2019
ISBN13: 9780062693167
Editora: Harper Collins
SKOOB | GOODREADS | Compre na AMAZON

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 83º livro lido em 2020 e foi Cartas Que Escrevi Antes de Você (Cynthia Hand). Minha primeira experiência com a autora foi através do triste, mas perfeito O Último Adeus lido em 2017 e desde então queria ler outro livro da autora e quando soube deste, me empolguei para ler o mais rápido possível.

O livro nos traz Cassandra, uma jovem de 18 anos que está terminando o ensino médio e se encontra diante da decisão de escolher a universidade, mas esta não é a única decisão difícil presente em seus dias. Cass sempre soube que foi adotada e atualmente está muito interessada em conhecer sua origem e entender a motivação de sua mãe biológica ao entregá-la para adoção ainda bebê. Embora ame a família que a adotou pois realmente tem pais e avós maravilhosos, essa dúvida não deixa seu coração em paz e Cass parte para uma investigação do seu próprio nascimento.


Cass tem uma melhor amiga maravilhosa chamada Nyla que a apoia em todos os momentos. Se interessa por um novo aluno da escola, Bastian, de quem se aproxima e se apaixona. Eles fazem o par romântico em uma peça da escola e passam muito tempo juntos, o que alimenta a paixão de Cass.

Em capítulo alternados, a vida de Cass se desenvolve na busca de sua mãe biológica, bem como sobre todas as coisas intensas que acontecem em sua vida. Há cartas que essa mãe escreveu para ela durante a gestação, contando-lhe detalhes sobre como engravidou e como foi decidir entregar seu bebê para adoção. Nestas cartas, a mãe biológica de Cass não cita nomes nem lugares, mas relata tudo o que aconteceu naquela época, tentando apenas se fazer compreender. As cartas são honestas e melancólicas, mas muito envolventes e o leitor imagina a vida desta jovem e sente as pressões impostas a ela.


Li pouquíssimos livros que tratassem do tema adoção e esse, sem dúvida, foi um dos mais intensos. Cass é uma jovem que goza de alguns privilégios, mas tem que batalhar por suas próprias conquistas. Não é uma personagem perfeita, comete erros muito comuns a fase de sua vida e isso lhe dá humanidade, porque embora possamos sentir empatia por suas dúvidas, entendemos que ela erra bastante também.

As relações dentro do livro são todas muito bem desenvolvidas. Entendemos a busca de Cass e torcemos para que ela chegue ao seu objetivo, mas também ficamos com o coração na mão como seus pais por sentirem os efeitos disso dentro da própria casa. Queremos que Cass encontre sua origem, mas também que ela nunca perca a consciência que foi amada, educada e valorizada por um casal incrível.

Me emocionei em diversas partes do livro e chorei nas páginas finais, realmente comovida pela conclusão belíssima que a autora deu para uma história tão bonita. Como se fosse pouco, a nota da autora ao final do livro também é cheia de emoção, por relatar sua própria experiência como adotada dentro de uma família feliz.

É um livro emocionante, forte, bonito e que traz um enredo perfeito. Promete entregar uma história intensa e cumpre com o prometido.



Sem dúvida, tornei-me um pouco mais fã da autora e torço para que ela escreva mais e mais livros, ainda que eles me façam chorar.

Amei!! 


Um pouco sobre a autora:
Cynthia Hand é uma escritora Best seller do New York Times, autora de vários livros com abordagem jovem/adulto. Ela divide seu tempo entre o sul da Califórnia, onde vive com o marido e o filho, e o sudeste de Idaho, perto das Montanhas Teton. Hand dá aulas de escrita criativa na Universidade de Pepperdine. No Brasil, seus livros publicados são:
    • O Último Adeus
    • Minha Lady Jane
    • Cartas Que Escrevi Antes de Você

Nenhum comentário:

Postar um comentário