8.4.20

Além do Oceano (Keira Andrews)

FICHA TÉCNICA
Nome original: Beyond the Sea 
Autora: Keira Andrews
Tradução: A. J. Ventura
País de origem: Canadá
Número de páginas:347
Ano de Lançamento: 2019
ISBN: B07TLCVGKV
Editora: Cherish Books

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 22º livro lido em 2020 e foi Além do Oceano (Keira Andrews). Faz um tempo que tenho vontade de ler este livro, mas sempre o empurrava para depois na lista de leituras, até que chegou o momento em que eu precisava de algo mais leve e despretensioso e apostei minhas fichas neste livro.

O livro nos traz o Troy Traner que faz parte de uma boy band de grande sucesso. O livro começa com todos em Sidney em uma turnê mundial de muito sucesso, porém Troy descobre que seu irmão mais novo, Tyson está super envolvido com drogas, usando-as indiscriminadamente. Após apelar para o irmão deixar as drogas e não ser atendido, Troy decide deixar a equipe no meio da turnê e voltar para casa. Para isso, contrata uma empresa que faz serviço de táxi aéreo e um jato particular tem a missão de levá-lo para a Califórnia. Logo que embarca, Troy conhece Paula, pilota que conduzirá o avião e o co-piloto Brian, que carrega alguns traumas referentes a profissão. A aeronave é abatida por uma forte tempestade e em um pouso bem problemático, a tripulação e Troy caem em uma ilha. Infelizmente, Paula morre na queda e Brian e Troy terão que se virar para sobreviver na praia paradisíaca e solitária.

O livro se desenvolverá em os dois sobreviverem ali. Nas primeiras horas, eles acreditam que logo serão encontrados e resgatados, porém conforme os primeiros dias se passam essa esperança vai se tornando fraca e improvável. Brian e Troy desenvolvem um forte senso de equipe e uma amizade nasce dali. Com o passar das semanas, essa amizade se torna uma atração física irresistível.

Troy é um personagem adorável!!! Mesmo sendo famoso e milionário, ele é simples, carismático e sem frescuras para se adaptar a vida de poucas provisões no ambiente da ilha. Sente uma saudade imensa da família e da vida que tinha antes do avião cair e se sente culpado pela morte de Paula, mas o que o aterroriza é imaginar que o irmão pode estar se afundando no vício perigoso. Quando a atração por Brian começa a surgir, Troy tenta racionalizar e se convencer que aquilo se trata apenas de carência física, por ter tido muitas namoradas e uma boa dose de experiência sexual com todas elas, ele não acredita que pode estar interessado em um homem dessa forma.

Brian é mais misterioso e por ser mais velho que Troy, mais comedido e reservado. Aos poucos, conhecemos seu passado e a razão de seus traumas, porém, quando ele se vê pensando em Troy sem ser sob o aspecto da amizade, a confusão é basicamente a mesma do companheiro de ilha.

O livro tem uma dose bem intensa de cenas sensuais e a autora traz um linguajar um pouco vulgar, mas tudo funciona bem dentro da narrativa e é bem fácil se envolver na química que o casal constrói ao longo do enredo. Claro que não eram necessárias tantas cenas sensuais para convencer o leitor que os dois tinham que ficar juntos, independentemente de saírem ou não da ilha, mas isso não diminuiu a minha experiência na leitura.

Há algum tempo li a duologia Him e Us (Sarina Bowen e Elle Kennedy) e faço uma comparação essas duas obras com Além do Oceano sob a seguinte perspectiva: Em Him e Us é fácil acreditar no sentimento do casal gay que a obra traz, pois eram amigos de infância, um deles tinha plena consciência de sua homossexualidade e da atração que sentia pelo amigo. Porém, a parte erótica desta duologia não me convenceu, me pareceu forçada e para servir de fetiche para mulheres. No caso de Além do Oceano, o romance em si não me convenceu porque Troy e Brian não se conheciam e só estavam juntos em função de uma circunstância limite, entretanto a parte sensual do livro é mais crível e convincente, o que me agradou bastante. 

De um modo geral, eu gostei do livro. Algumas partes demonstram o quanto a autora pesquisou e tem certa intimidade com assuntos como a aviação, bem como traz referências bem atuais do mundo da música pop. Foi interessante acompanhar a jornada pela sobrevivência dos personagens, bem como entender seus instintos que culminaram no romance do livro.

Eu gostei.


Um pouco sobre a autora: Depois de escrever por anos e nunca encontrar a inspiração certa, Keira Andrews descobriu sua voz no romance gay, que se tornou uma paixão. Ela escreve ficção contemporânea, histórica, paranormal e de fantasia e, embora adore uma deliciosa angústia ao longo do caminho, Keira acredita firmemente em finais felizes. Pois, como Oscar Wilde disse uma vez, “o bem acabou feliz e o mal, infelizmente. É isso que ficção significa. Além do Oceano é o seu único livro publicado no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário