10.6.19

Tudo o que Nos Separa (Rosie Walsh)

FICHA TÉCNICA
Nome original: Ghosted
Autora:  Rosie Walsh
Tradução: Marcio El-Jaick
País de origem: Estados Unidos
Número de páginas: 336
Ano de Lançamento: 2018
ISBN-13: 9788501113771
Editora: Record

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 40º livro lido em 2019 e foi Tudo o que Nos Separa (Rosie Walsh). No final do ano passado todo mundo estava lendo este livro e o elogiando intensamente, então foi inevitável que eu ficasse muito curiosa com esse enredo.

O livro nos traz Sarah Mackey, uma mulher que está enfrentando seus primeiros dias de divórcio e que teve uma perda complicada em sua vida no passado Enfrentando as consequências do que aconteceu quando ela era jovem e sentindo-se muito sufocada pela situação, ela decidiu mudar-se para Los Angeles onde estabeleceu a sua vida. Porém, agora em que está passando por este momento delicado, Sarah decide voltar a Inglaterra, para a cidade onde nasceu e cresceu e visitando um local muito importante para ela, conhece Eddie David.


Existe uma conexão imediata entre eles e passam uma semana romântica juntos. Porém, Eddie já tinha uma viagem marcada e quando os dois se despedem, ele promete que manterá contato durante o tempo que estiver fora, mas isso não acontece. Sarah não consegue contato e é como se ele tivesse desaparecido.

Os amigos ao redor tentam convencê-la de que para ele não foi tão sério quanto para ela e que Sarah deve esquecer tudo o que passaram naquela semana, mas ela intimamente sabe que o que sentiu durante aquela semana não foi passageiro e encontrar Eddie é quase o seu objetivo de vida.


O livro então se desenvolve nesta busca de Sarah por Eddie, intercalando os momentos que os dois passaram juntos com algumas menções ao passado de Sarah e a perda que ela sofreu no início da juventude. Numa narrativa melancólica, porém, fluida e simples, mergulhamos em uma história de amor que nos faz pensar em muitos finais, mas sem dúvida, nenhum dos que eu pensei se confirmou porque o enredo me trouxe uma conclusão bem surpreendente.

O foco narrativo é sobre a Sarah e conjecturamos muitas possibilidades sobre o Eddie, mas os melhores amigos dela também ganham força no desenvolvimento da história. Tommy é seu amigo de escola e Sarah teve que defendê-lo muitas vezes quando os dois eram adolescentes. Sua melhor amiga é sincera e um pouco fria, mas é impossível não entender que tudo o que ela quer é que Sarah fique bem e seja feliz. 


Eu gostei bastante da experiência de leitura e achei que o final surpreendente foi muito bem desenvolvido, porém, como o livro foi extremamente elogiado e ouvi muitas pessoas falando bem dele, eu esperava um pouco mais. Os segredos do passado que foram trazidos ao final me pareceram um pouco forçados e a própria personalidade de Sarah me irritou um pouco. É um bom romance e o desfecho satisfaz o leitor, mas ainda assim, não é tudo isso que as pessoas falaram.

Eu gostei, mas esperava mais.


Um pouco sobre a autora: Rosie Walsh já viajou o mundo inteiro e morou em diversas partes dele, trabalhando como produtora e roteirista de documentários. Tudo Aquilo Que Nos Separa é seu primeiro livro em que não assina sob um pseudônimo. Ela mora em Bristol, na Inglaterra, com o companheiro e o filho. Tudo o Que Nos Separa e o seu único livro publicado no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário