10.5.19

As Melhores Mães da Literatura


Oi gente que ama livros, hoje venho com um post bem relacionado com o Dia das Mães. Pensando e observando minhas prateleiras, decidi compartilhar com vocês as quatro mães literárias que mais amo na vida.

Vamos conferir?

Catelyn Stark (As Crônicas de Gelo e Fogo – George R. R. Martin)
Mãe clássica, sofredora, protetora, que perdoa e faz prevalecer a sua honra e a dos filhos. Preciso dizer que gosto da Catelyn antes mesmo de começar a ler os livros ou assistir a série. Ao ler um artigo sobre mulheres fortes, me deparei com esta personagem, infelizmente neste artigo continha uma tonelada de spoilers sobre ela e mesmo anos depois quando comecei a ler os livros, eu ainda assim me surpreendi com sua força de mulher e sobretudo de mãe. É uma personagem que roubou a cena durante a narrativa e chamou a atenção para si pela forma que tentou proteger seus filhos e toda a sua família. Acho que ela é uma das razões pelo sucesso desta saga que é tão amada pelo mundo todo.

Sinhá Vitória (Vidas Secas – Graciliano Ramos)
A mulher do sertão está muito bem representada nessa obra clássica da literatura brasileira. Graciliano Ramos construiu uma mulher forte e diferente do que se espera de um romance escrito no início do século XX. Por meio da personagem Sinhá Vitória, visitamos as difíceis relações sociais e a degradação humana. Mais do que isso, ela nos leva a entender que o autor deve ter sido rodeado de mulheres assim (nas quais se inspirou para criar esta personagem), o que por conseguinte nos leva a entender que a força da mulher não é algo novo e sim algo que sempre existiu e por muitas vezes foi silenciado, mas neste caso foi enaltecido pela literatura de alta qualidade em que está inserida.

Sra. Bennet (Orgulho e Preconceito – Jane Austen)
Impossível ler Orgulho e Preconceito e não ficar no mínimo intrigada com a mãe da protagonista que produz no leitor raiva e ao mesmo tempo e com um olhar mais atento, empatia. Em um primeiro momento ela é irritante, superficial, vazia, mas conforme começamos a nos relacionar com a trama e entender seus objetivos, passamos a admirá-la como mãe. A personagem criada há mais de duzentos anos nos gera um incômodo porque existe um pouco dela em nós, mulheres que se julgam tão independentes nos dias de hoje e é aí que eu a admiro como mãe.

Molly Weasley (Harry Potter)
Como deixar de fora Molly Weasley? Impossível. A saga de Harry Potter é maravilhosa por um milhão de detalhes, mas sem dúvida, quando penso em maternidade, amor de mãe real, a personagem da Molly me deixa o coração mais que aquecido. Mãe maravilhosa da família mais feliz e bonita do mundo bruxo. Ela segue o padrão da mãe raiz, cozinhando e tricotando, porém, quando é chamada para combater as forças sinistras do mundo bruxo, ela arrasa demais. Acho que ela é muito o que toda mãe quer ser: cuidadora dentro do lar e voraz fora de casa. Adoro essa personagem!



Gostaram da minha lista? Quais mães vocês incluiriam neste post? Espero que tenham gostado e um livro Dia das Mães para as mamães leitoras que acompanham o blog.

Beijos

11 comentários:

  1. Eu até que gosto da Sra. Bennet, acho ela divertidíssima e muito bem representada nas adaptações.A sua lista ficou bem diversificada trazendo mães de histórias e épocas completamente diferentes. Se pudesse escolher uma mãe literária para incluir em seu post, com toda certeza seria a Carolina Maria de Jesus, uma brasileira de fibra que registrou em seu diário a luta diária e real pela sobrevivência e educação dos filhos. É uma das minhas personagens literárias favoritas. Carolina Maria de Jesus é autora do best-seller "Quarto de despejo - Diário de uma favelada", quem puder leia e ajude a divulgar esse livrão nacional!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ivi! A melhor, Molly! Concordo demais! A Molly então pra mim sempre foi o retrato fiel de como uma mãe deve ser, eu não tive mãe, a minha morreu eu tinha dois anos, mas, eu amo essa Molly! A Catelyn, hum, meio ressentida né, o Jon que sabe coitado. A Sinhá eu não lembro, li Vidas Secas há milhões de anos atrás E Mrs Bennet só queria saber de casar as filhas, embora eu concorde que ela era muito divertida.

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    A Molly realmente é uma mãezona, impossível não incluí-la nessa lista. Adorei ela tanto nos livros, quanto na adaptação.
    A sra. Bennet eu lembro bem pouco das aparições dela na adaptação, tenho que ler o livro com certa urgência!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ivy.
    Adorei a postagem de hoje. Uma linda homenagem para a mães da literatura que representam as mães maravilhosas da vida real!!
    Dessas que você mencionou só conheço a Sra. Weasley e concordo que ela seja uma mãezona!! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Sou apaixonada pela Molly! Ela é uma mãe maravilhosa, até mesmo para o Harry Potter, quem ela protege e cuida como se fosse um dos seus filhos. Ela é demais!

    Quanto à Sra. Bennet, desculpa, mas dela eu não consigo gostar não. Ela ama fazer chantagens emocionais e se esconder atrás disso para manipular a família. Isso me irrita além da conta.

    ResponderExcluir
  6. Oi Ivy
    Só conheço a Molly e ela é mesmo uma das melhores mães encontradas na literatura. Cria seus filhos maravilhosamente bem com quase nada e ainda defende e cuida de Harry e Mione como se fossem seus.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Apesar de assistir GOT, não tive oportunidade de ler os livros da saga mas já tinha ouvido falar na personagem. Os outros ainda não conhecia mas fiquei curiosa com a Sra. Bennet, preciso colocar minhas leituras de Jane Austen.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Adorei esse post e achei fantástica as mães que você citou, principalmente a Molly Weasley que sou muito fã.

    ResponderExcluir
  9. A minha preferida de todas citadas é a Molly! < 3 Adoro ela, e o carinho que ele tem com alguém que nem é filho dela. ♥
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá Ivi, adorei sua postagem, já li todos os livros citados e sem duvida as mães que você escolheu são mulheres fortes *-* A minha favorita dessas sem duvida é a Molly <3

    ResponderExcluir
  11. Adorei essa lista! Eu ainda não li nenhum dos livros (vergonhoso, mas ainda não li HP) e um dos que eu mais quero é Orgulho e Preconceito. As Crônicas de Gelo e Fogo eu tenho vontade, mas também tenho uma preguicinha hahaha

    ResponderExcluir