4.2.19

Para Você (Jane Harvey-Berrick, Stuart Reardon, Paola Scott e Sofia Silva)

Ficha Técnica:
Autores: Jane Harvey-Berrick, Stuart Reardon, Paola Scott e Sofia Silva
Tradução: Natalie Gerhardt / Adaptação: Patrícia da Silva
Número de Páginas: 418
Ano de Lançamento: 2018         
ISBN: 978-85-52923-30-5
Editora: The Gift Box
Compre na Amazon

Esse livro é uma antologia de contos e reconheço que o comprei pelo conto da Sofia Silva, já que não conhecia muito dos outros autores. A capa é bem bonita e o recebi autografado com meu nome por ter comprado na pré-venda da editora The Gift Box.

O primeiro conto é “Toque minha alma”, escrito por Jane Harvey-Berrick e Stuart Reardon. Narrado pelo inglês Ben Richards, jogador de rugby, que se envolve com a fisioterapeuta brasileira Bruna e tem um irmão chamado Paul, que sofre de fibrose cística. Ben está em ascensão na carreira, se preocupa com o irmão (há momentos lindos e outros bem engraçados entre eles) e Bruna (chamada pelos jogadores de Ru) é inteligente, independente e logo conquista Ben.

Há algumas descrições interessantes sobre pontos turísticos de Londres, assim como informações sobre fibrose cística e características do rugby, o que enriquecem a leitura. Fiquei incomodada com a descrição estereotipada do comportamento da família de Bruna (brasileira), mas achei justo Ben se sentir feliz e “em casa” com eles. Com desfecho bem dramático, o livro aborda importância da doação de órgãos, com a mensagem de amor e lealdade em todos os momentos.
“Você precisa se sentir um vencedor para se tornar um. Você precisa acreditar em si mesmo para dar o seu melhor” – página 20.
“Algumas pessoas passavam pela nossa vida pelo mais breve instante e faziam a maior diferença. Não sei por que isso acontece, só sei que é verdade” – página 117.
O segundo conto é “Caixa de mensagens” de Paola Scott e começa sendo narrado por Antonela, estagiária em uma agência de publicidade que participa de uma campanha para que as pessoas escrevam mensagens e as depositem em uma caixa para que possam se conhecer sem a tecnologia proporcionada pelos telefones celulares. Ela adora a ideia, pois ainda guarda a mensagem que recebeu há 13 anos numa noite de natal de um desconhecido.

Antonela escreve outras mensagens e ao depositá-las na caixa, conhece Thales (que trabalha no mesmo prédio que ela) e os dois se envolvem, mas ela não imaginava que há muito mais em comum entre eles.  

Lucien (chefe de Antonela) é um personagem importante na história e responsável pelo desfecho surpreendente do conto, que menciona a importância das palavras e da família, aborda adoção e destaca o amor das pessoas que fazem parte da nossa vida.
“Sei que dói. Uns dias mais que outros. Mas a dor da alma é assim mesmo. Você pode alimentá-la com seus pensamentos do passado ou mandá-la embora para sempre. A escolha é sua e a forma de fazer isso está dentro de você”. – página 165.
"Abraçar vai muito além de apertar o corpo de outrem com os braços. É um ato em que a troca de energia transforma. Abraços acalmam, aquecem, acolhem, confortam, emocionam. Alguns marcam momentos, outros conseguem marcar uma vida. Podem ser viciantes e mudar o seu mundo” – página 187
O terceiro é último conto é “O Futuro que nos Roubaram”, de Sofia Silva. Como é característico da autora, o prólogo é bem descritivo e dramático, narrado pelo protagonista Andrew, amigo de Jeremy, que morreu atropelado.

Andrew volta à cidade após alguns anos para cumprir promessa feita ao amigo e encontra Mia, mãe de Jeremy, que trabalha em uma biblioteca. A vida de Mia é complicada, pois é julgada por todos os habitantes da cidade. Andrew e Mia se envolvem, o que gera vários conflitos. Sabina (amiga de Mia, de 89 anos) rende momentos bem engraçados e por sempre dizer o que pensa, assim como proporciona seus sábios e experientes conselhos.

As últimas páginas trazem fatos MUITO surpreendentes envolvendo praticamente todos os personagens do livro, não esperava a interligação e gostei bastante! O conto aborda mentiras, segredos e preconceito, a impossibilidade de controlar certos acontecimentos, a necessidade de manter as aparências pelo medo do que os outros possam pensar e principalmente o amor em todos os sentidos. O desfecho sugere continuação da história, já que há fatos e situações a serem esclarecidas.
“Na minha opinião, existe um livro para cada pessoa no mundo ler e ficar apaixonada pela leitura” – página 262.
“Às vezes precisamos libertar alguém que amamos se soubermos que sem nós a pessoa será mais feliz. Outras vezes, temos que mostrar todos os dias que viemos para ficar” – página 372.
Meu conto preferido do livro foi Caixa de Mensagens porque adoro e valorizo muito mensagens escritas, mas também fiquei muito curiosa para saber o que acontecerá entre Mia e Andrew, protagonistas de O futuro que nos Roubaram.


Um pouco sobre os autores: 
Jane Harvey-Berrick viveu em Londres por mais de dez anos e tem um caso de amor com Nova York. Foi só depois que se mudou para o campo que as palavras realmente começaram a fluir. Mora em uma pequena vila à beira-mar e caminha com seu cão, Pip, todos os dias. Adora assistir aos surfistas na praia local, enquanto tece histórias no mundo moderno com todas as tribulações e ama que os leitores entrem em contato com ela. Seus livros publicados no Brasil são:
- A Educação de Sebastian
- A Educação de Caroline
- Imbatível
- Explosivo

Stuart Reardon é ex-jogador de rugby, com carreira profissional de mais de 16 anos jogando nos principais clubes da modalidade. Sofreu várias lesões sérias que quase acabaram com sua carreira, exatamente como no livro Imbatível, escrito com Jane Harvey-Berrick. Mora atualmente em Cheshire, onde trabalha como personal trainer e tem um programa fitness on-line.            

Paola Scott é o pseudônimo de Patricia Zirhut Dalmolin. Nascida e criada em Curitiba, casada, mãe de dois filhos e contadora por profissão, viu a escrita surgir por intermédio da leitura. Sentindo falta de romances que retratassem a mulher na sua fase madura, decidiu se aventurar na brincadeira e escrever uma história mostrando que a idade não é empecilho para se viver um amor cheio de fantasias e erotismo. Salpicado com humor, drama, relações familiares e muitas cenas picantes, nascia aí o primeiro livro de uma série que conquistou as mulheres pelo seu modo realista de retratar a vida a dois. Além da escrita e leitura, um dos seus maiores prazeres é interagir com as leitoras, ouvindo os comentários e opiniões a respeito dos assuntos abordados em seus romances. Seus livros publicados são:
- Série Provocante (Provocante, Ousada, Adormecida, Determinada, Protegida).
- Enquanto Houver Tempo
- À Distância
- Contos da Fraternidade

Sofia Silva nasceu em Vila Nova de Gaia, Portugal. É licenciada em Ensino Básico (1º Ciclo) pela Universidade de Aveiro. Amante da literatura, em especial da poesia e, nela, de Pablo Neruda. Sempre gostou dos sentimentos contidos nas palavras e do poder que exercem sobre os leitores. Ávida devoradora de romances, com predileção pelos dramáticos de final feliz, desde jovem participa ativamente do meio literário. Em dezembro de 2014, iniciou-se na ficção através da plataforma online Wattpad com a Série Quebrados, cujo foco são histórias sobre violência doméstica, deficiência física e abuso sexual. Com mais de 1 milhão de leituras e o apoio fervoroso das leitoras brasileiras, publicou, dois anos depois, o seu primeiro livro na Amazon, Sorrisos Quebrados, atingindo o top 10 de vendas em ebook no Brasil. Para o futuro, deseja continuar a dar voz aos problemas da sociedade através de personagens que ultrapassam inúmeros obstáculos e merecem ser felizes. Seus livros publicados são:
- Sorrisos Quebrados
- Corações Quebrados

Nenhum comentário:

Postar um comentário