5.10.18

Vidas na Noite (Aione Simões)


Ficha Técnica:
Autora: Aione Simões
País de Origem: Brasil
Editora: Kindle
Número de páginas: 71
Ano de publicação: 2018
ISBN-13: B07FVZP69G

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 55º livro lido em 2018 e foi Vidas na Noite (Aione Simões). Não é segredo pra ninguém o quanto admiro o trabalho da Aione como blogueira e booktuber e já tive o privilégio de ter um dos meus livros resenhado por ela, por isso quando vi que ela lançaria uma antologia de contos, já era certo que eu compraria e leria.


O livro nos traz 5 contos e cada um deles pertence a um gênero literário diferente. O trabalho é aberto com Pesos e Medidas que traz uma personagem desconfortável com seu corpo e muito ansiosa em poder agradar as pessoas ao seu redor. Ela tem uma amiga maravilhosa que no decorrer da história, vai se mostrar presente e confiável para que esse desconforto seja trabalhado com amor-próprio e as demais qualidades que tem. Acho que o livro não poderia ter sido aberto de outra forma, porque além de nos apresentar essas duas personagens, também nos introduz ao cenário que é um bar e será sobre este lugar que as outras histórias também se desdobrarão.

O segundo conto é Os Habitantes do 9º Andar e aqui temos um relacionamento desgastado culminando em uma traição. Os personagens e suas motivações são intensificadas a partir de uma única perspectiva, mas ainda assim, conseguimos visualizar os envolvidos e entender a situação de dúvida que o protagonista se encontra. A autora brincou com as palavras de maneira bem inteligente e nos fez sentir o pulsar da dúvida do narrador.

O terceiro é Gatilho, o conto mais intenso na minha opinião. Aqui temos uma personagem que vive um relacionamento doentio e ainda que não haja descrições dos abusos emocionais que ela sofre, é fácil sentir empatia e desejar que ela tenha força e suporte para dar um basta na situação. A forma como ela descreve seus sentimentos e reflete sobre as consequências de tudo, é feita de um jeito tão sensível e emocionante que eu me senti ouvindo o depoimento de alguma amiga ou conhecida e meu coração só pensava em poder ajudar esta pessoa. Por mais que não exista uma identificação minha com a história, senti a força da empatia que um bom enredo é capaz de causar.

O quarto conto é Domado Descontrole e temos uma mulher muito consciente do seu papel de mulher que deseja, que tem ousadia e que quer viver intensamente um momento único em sua vida. Na minha opinião foi o conto que mais deu espaço para uma possível continuação e que merecia uma história maior. Acredito que este tenha sido o conto que mais agradou o público de uma forma geral e por isso eu acho que um livro com esta personagem já encontraria leitores ansiosos.

O último conto chama-se O Começo de Tudo e foi o que mais gostei. Traz uma personagem leve, crível e que possivelmente seria minha amiga. Com planos para o futuro mas muito consciente do seu presente, é a personagem que menciona a existência dos outros personagens dos contos anteriores, sem uma ligação direta, mas nos lembrando que todas estas histórias estão acontecendo no mesmo espaço.

É um livro rápido e muito envolvente. Ao mesmo tempo que o desenvolvimento e seus respectivos finais me deixaram satisfeita enquanto leitora, desejei conhecer mais de cada personagem e de cada vivência, ter mais subsídios de como eles de fato chegaram ao momento de vida em que os conhecemos. E foi algo muito positivo pois fez com que me afeiçoasse por cada um deles e desejasse reencontrá-los em uma outra história.

Enfim, eu sabia que ia gostar da obra toda, mas foi bem mais além do que imaginava. Encontrei uma versatilidade profissional em transitar em muitos gêneros literários e uma intimidade forte com as palavras, pois cada conto agregou vocabulário e deixou meu coração quentinho.

Recomendo para quem gosta de leituras rápidas mas consistentes e sobretudo, para quem gosta de ler ficção com conteúdo reflexivo, que nos faça imaginar os lugares, visualizar os rostos e desejar tê-los na nossa vida de todo dia.

Eu adorei.


Um pouco sobre a autora: Libriana com ascendente em capricórnio e estudante de Letras (fugiu da área de Nutrição depois de ter se formado), é paulistana de nascimento e mogiana por vivência. Leitora apaixonada por romances e chick-lits, não dispensa um bom thriller, principalmente os policiais e psicológicos. Conhecida por Mi, A, Iô, One ou qualquer outra coisa certamente mais fácil do que seu nome, precisa de chocolates para viver tanto quanto dos livros. Vidas na Noite é o seu primeiro livro publicado, ainda em formato digital.

6 comentários:

  1. Oie!
    Eu gosto de histórias que nos fazem refletir, e pelo jeito, vou gostar dessa leitura.
    Confesso que não me sinto confortável com contos, pois sempre fico com a sensação de que falta algo na trama, mas isso não significa que não fiquei curiosa para ler. Anotei essa dica, e vou ler cada uma das histórias.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  2. Olá Ivi, tudo bom?
    Li esse livro recentemente e gostei muito do que encontrei! Assim como você, me afeiçoei aos personagens. Identifiquei neles características que encontraria em meus amigos e isso só me fez gostar ainda mais! Espero ler mais coisas da Aione ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Que dica bacana. Já tinha visto essa capa na Amazon mas não sabia que se tratava de um livro de contos. Gostei de conhecer um pouco mais das histórias e ver que a autora foi feliz em usar a versatilidade para trazer diversos temas e deixar a leitura prazerosa.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Oii Ivi, tudo bem? Adorei sua resenha e a dica foi anotada. Acompanho o trabalho da Aione na blogosfera há alguns anos e a admiro muito, então estou empolgada para conferir essa leitura e feliz em vê-la apostando na escrita :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ivi! Tudo bem?
    Eu ainda não consegui encaixar esse livro nas minhas leituras, mas estou ansiosa para ler também. Sempre admirei muito o trabalho da Aione como blogueira e booktuber e, depois que tive a oportunidade de conhecê-la na Bienal desse ano, passei a admirar ainda mais. Pelo que percebi da sua resenha os contos são bem diferentes uns dos outros, mas todos foram bem desenvolvidos e trazem personagens bem construídos, o que considero muito importante.
    Fiquei muito curiosa para ler todos, mas os dois últimos foram os que me deixaram mais interessada.
    Amei a sua resenha e espero ler esse livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Ivi!!!
    Eu tenho uma coisa com contos que dar pra fazer uma continuação, uma vez que me deparei com um não sosseguei até conseguir a continuação do mesmo que não tem no Brasil só fora mesmo então se a autora quiser dar uma continuação o bom é que é bem pertinho e está por aqui rsrsrs
    Adorei que é um livro curtinho e que dar pra se ler rapidamente o mesmo, além de achar a capa super fofa.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir