23.7.18

As Piores Leituras do Primeiro Semestre de 2018


Oi gente que ama livro, hoje venho compartilhar com vocês As Piores Leituras do Primeiro Semestre de 2018. Até o presente momento eu li 45 livros e vou citar os 3 piores. 

Vamos conferir?

Dias Perfeitos (Raphael Montes)
Comecei a ler Dias Perfeitos muito empolgada porque afinal de contas o Raphael Montes é uma referência fortíssima dentro da literatura nacional e este foi o primeiro a ser publicado fora do Brasil, muito bem recebido pelo público e pela crítica. O livro relata um jovem que cuida da mãe cadeirante e se ressente muito por isso, acaba conhecendo uma jovem por quem se apaixona perdidamente e decide sequestrá-la com o objetivo de fazê-la se apaixonar por ele. O livro é tenso e um pouco angustiante, porém tem uma série de pontas soltas que me incomodaram bastante e o final é tão fora de contexto e desconectado de toda a trama que me decepcionou demais. Eu imaginava que a leitura poderia não me agradar muito em função do gênero, já que não tenho muita experiência em ler terror, porém a escrita em si também não me envolveu. Nada me convenceu o suficiente para que eu conseguisse justificar o sucesso que o livro tem entre os leitores, por isso ele foi a minha primeira grande decepção nas leituras de 2018. Não desisti do autor e lerei outro livro dele porque acredito que todos os elogios que ele recebeu não foram em vão. 
Resenha AQUI

Simplesmente Ana (Marina Carvalho)
Este foi o meu segundo contato com a escrita da autora e eu comecei a ler com certa insistência porque como o primeiro livro que li dela não me agradou, eu decidi partir para outro trabalho seu com o objetivo de apagar a primeira impressão negativa. Mas de igual modo, esta história também não me deixou nenhum pouco satisfeita. Aqui temos uma jovem de vinte anos sendo descoberta pelo pai que é ninguém menos que o rei de um pequeno país europeu. Ele a convida para passar uma temporada com ele para que se conheçam melhor e ela aceita. Lá, se apaixona pelo enteado do pai, que é comprometido e assim temos um triângulo amoroso como plote do romance central. O fato de existir um triângulo amoroso não é a parte pior deste enredo, mas sim o fato da autora ter desenvolvido a namorada do rapaz de forma arrogante e antipática, enquanto nossa protagonista era praticamente perfeita. Era tão clichê, que me irritou mais que o esperado. Uma disputa entre as duas acontece no decorrer da trama e eu acho isso totalmente desnecessário nos dias de hoje. Esse tipo de comportamento, mulheres guerreando em função de um homem, não precisa ter mais espaço dentro da literatura, não é mesmo? Enfim, outras coisas negativaram a história para mim e eu desisti de ler qualquer outro livro da Marina Carvalho.
Resenha AQUI

Fuck Love – Louco Amor (Tarryn Fisher)
Peguei a indicação deste livro em um canal literário no youtube que gosto muito, porém, eu não tive a mesma experiência que a dona do canal teve: ela adorou o livro e eu detestei. Aqui temos uma mulher de vinte e poucos anos que em uma noite, sonha que está casada com o namorado de sua melhor amiga. No sonho eles estão casados e têm uma família linda e maravilhosa. Quando ela desperta do sonho, se vê totalmente apaixonada pelo homem em questão e passa a negligenciar a amizade e a perseguir o rapaz. Temos outra vez a repetição daquele artifício narrativo horroroso que é colocar um homem como o motivo central da luta entre duas mulheres e como já esperava, uma é incrível enquanto a outra é uma bruxa. O livro ainda se desenvolve em outras camadas, segredos do passado são revelados e algumas reviravoltas surgem, mas tudo orbita sobre o mesmo núcleo: um triângulo amoroso previsível e totalmente mal desenvolvido. Muitas pessoas gostaram do livro e ele tem uma nota alta no Skoob e no Goodreads, mas sinceramente, eu não consegui me envolver com este enredo. A escrita da autora é um pouco repetitiva e cansativa e algumas situações iam e vinham da mesma forma, o que tornou a leitura ainda pior para mim. Mas essa é apenas a minha opinião e na dúvida, acredito que você deva ler e ter sua própria experiência.
Resenha AQUI

Estes foram os três livros mais fracos do primeiro semestre de 2018 na minha vida de leituras. Como li bastante coisa boa, eles não me desanimaram e eu sei que no segundo semestre, lerei coisas incrivelmente melhores.

E vocês, quais foram suas piores leituras? Leram algum destes que citei acima? Deixem nos comentários e vou adorar conferir.

Beijos

16 comentários:

  1. Ainda não li nenhum desses, que pena que não gostou :/

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Desses que você mencionou, tenho muita curiosidade em conhecer os livros do Raphael Montes, na verdade é a primeira crítica negativa que vejo sobre algum livro dele. Ainda quero ler, mas admito que minhas expectativas estão menores agora.
    Estou pensando aqui, e não li nenhum livro que tenha desgostado totalmente esse ano (que sorte!), claro que alguns tiveram pontos negativos, mas nada que me fizesse desgostar da leitura como um todo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Eu respeito muito a opinião de cada leitor, sempre gosto de dizer que quando não gostamos de um livro é porque ele não foi feito para mim.
    Posso te dar uma dica? Não use "piores" no título do post, é muito forte. E essas pessoas levam em consideração quando leem sabe?
    Eu gosto muito de Fuck Love, achei a premissa de amizade do livro muito boa, já uma amiga não curtiu. Dias Perfeito é um livro um tanto quanto complicado ou gosta ou não gosta, eu acho a narrativa do Raphael bem singular sabe? hahahahahaha
    E Simplesmente Ana é um livro gostosinho de ler no meu ver, mas não é tudoooo aquilo...

    ResponderExcluir
  4. Oi Ivy
    Eu não tive piores leituras ainda. Estou lendo muita coisa boa e nada me decepcionou, o que é ótimo. Uma pena quando algum livro nos decepciona. Sobre Dias perfeitos vejo opiniões bem conflitantes. Uma pena que Simplesmente Ana não te agradou. É um livro que me chama atenção.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi!
    Acredita que não me lembro de ter lido um livro ruim nesse primeiro semestre? Por enquanto, todas as minhas leituras foram ótimas - umas melhores que as outras, mas nenhuma ruim.
    Sobre as suas leituras, ainda não li nada do Raphael Montes, mas como adoro o gênero e tenho todos os livros dele aqui em casa, espero conseguir ler algum dele logo e esse talvez seja o que mais me interessa, até por causa das inúmeras críticas positivas.
    Sobre os outros dois, não conhecia as autoras nem os livros. Mas não seriam histórias que leria, pois não curto o gênero e concordo com você sobre a questão da "briga" das mulheres por um homem. Acho que hoje em dia já não faz nenhum sentido e também acredito que até traz uma impressão ruim.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ivi.
    Tô achando que nossos gostos são completamente diferentes. Já li os três livros que você citou e gostei bastante dos três!!! kkkkkkk
    Acho que nesse semestre ainda não li nada que me decepcionou! Ainda bem!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. De todos esses livros só li Dias perfeitos, hoje eu teria uma visão um pouquinho diferente da obra, na época eu amei demais, mas hoje vejo o quanto é fraca e realmente deixou umas pontas soltas, odeio isso. Acho que minha pior leitura esse ano foi A farsa.

    ResponderExcluir
  8. Acho que escrita angustiante é marca registrada do Raphael e é exatamente por isso que ainda não sei se o amo ou odeio rsrs. Não conhecia a fundo a premissa de Fuck Love, mas achei uma pena ter sido mal desenvolvido e Simplesmente Ana eu não conhecia e sabendo que temos a protagonista mais que perfeita já excluem qualquer possibilidade de querer ler. Acho que o meu pior foi A escrava Isaura, odeiooo protagonistas perfeitas e sonsa, odiei kkkk

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ivi!

    Não li nenhum dos livros mencionados por você, mas Dias Perfeitos está na minha lista de futuras leituras. Também ouço falar muito bem do autor e apesar de todas as críticas negativas que esse livro vem recebendo (não é a primeira vez que vejo alguém falando mal dele) ainda assim pretendo lê-lo.

    Da Marina Carvalho eu pretendo ler O Amor nos Tempos do Ouro, pois li uma resenha que me deixou louca por ele. Não sei se um dia apostarei em Simplesmente Ana.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Olá Ivi, tudo bom?
    Eu tenho esse livro da Marina Carvalho aqui e não será por muito tempo. Depois de ler o que escreveu, não tenho vontade nenhuma de ler mais! Não curto triângulo amoroso, não tenho paciência pra nos dias atuais ler livros onde mulheres ficam brigando por causa de homem. Fico feliz de ter lido sua lista antes de me aventurar na leitura! rs Quanto a este livro do Raphael, tenho muita vontade de ler, mas vai ser bom ir com menos expectativas então! rs Adorei a lista e o seu ponto de vista! ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Tenho Fuck love na estante mas ainda não peguei pra ler e confesso que ver que foi um dos piores pra ti me deixou com pé atrás com essa leitura. Agora me surpreendi com o livro do Raphael não ter te conquistado, sempre vejo muitos comentários positivos sobre suas tramas, mas acontece também de não sermos conquistados com certas leituras.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu não li nenhum desses três livros, apesar deles serem muito conhecidos, especialmente o do Raphael Montes. Confesso que nunca tive muita curiosidade para ler nenhum deles, mas até daria uma chance para Fuck Love e o da Marina Carvalho. O único que não pretendo ler de jeito nenhum é o do Raphael Montes, por ser um gênero que eu não leio.
    De qualquer forma, acho uma pena que essas leituras não tenham sido boas para você, mas gostei da sua sinceridade ao falar sobre elas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá... Não tive a oportunidade de ler nenhum dos livros que você citou, mas F*ck Love está na minha lista. Gostei de ver seu ponto de vista sobre a história que foi diferente de muitos que eu vi por aí.

    Estou pensando aqui e acho que não tive nenhum livro ruim até agora esse ano

    Beijão

    ResponderExcluir
  14. Oi Ivi,
    ainda não li esse livro do Raphael, tive duas experiências super positivas com obras dele, então recomendo que se ainda tiver interesse, dê uma nova chance ao autor. Simplesmente Ana, eu li a bastante tempo e na época gostei bastante mas como antes tinha uma concepção completamente diferente da que tenho hoje, não posso afirmar com tanta certeza se gostaria dele da mesma forma que gostei antes. Quanto ao último livro, não sei se lerei algum dia, não sou muito fã do tema abordado e por isso costumo me preservar.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  15. Olá Ivi, tudo bem?

    Conheço a Marina Carvalho, mas infelizmente os livros que ela escreve nunca chamaram minha atenção, deixo isso para minha colunista. Já o Montes, eu até tive alguns contatos com os textos dele pela internet e tenho este livro também, mas assim como você, eu acabaria entrando de cabeça na leitura e isso é um caos, porque na maior parte das vezes eu acabo me decepcionando muito.

    Beijos
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Na verdade nunca me interessei por ler algo da Marina, sei lá, os livros não me atraem. Sempre quis ler algo solo da Tarryn, pois gostei dos livros que li dela em parceria. Sou doida para ler esse livro do Raphael, dizem ser o mais assombroso, por isso não foi surpresa vê-lo por aqui haha. Apesar de você não ter gostado, assim que possível darei uma chance. Esse ano tá muito bom em relação a decepções, tive pouquíssimas.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com

    ResponderExcluir