30

Um Martíni com o Diabo (Cláudia Lemes)

FICHA TÉCNICA
Nome Original: Um Martíni com o Diabo 
Autor: Cláudia Lemes
País de origem: Brasil
Páginas: 390
Ano de lançamento: 2016
ISBN-13: 9788567191287
Editora: Empíreo
Compre AQUI

Oi gente que ama livros, hoje eu venho com a resenha do 91º livro lido em 2016 e foi Um Martíni com o Diabo (Cláudia Lemes). Depois de conhecer a escrita inteligente e original da autora com o recomendadíssimo Eu Vejo Kate, qualquer livro assinado por ela, seria recebido por mim com ansiedade e curiosidade. Por isso, quando este livro chegou pra mim, esqueci as minhas metas de leitura para 2016 e mergulhei nesta narrativa, com a expectativa lá nas alturas.

O livro nos traz o Charlie, um jovem humilde, bom e tranquilo, filho de uma mãe solteira, Loreen, de origem irlandesa que ao perceber as péssimas companhias que o filho tinha, decidiu lhe contar a verdade sobre o seu pai, Tony Conicci e a maneira violenta que ele foi concebido. Tomado de ódio e desejo de vingança, Charlie decide ir atrás do pai, que agora é um dos mafiosos mais poderosos em Las Vegas e tudo o que Charlie quer é matar o homem que fez tanto mal para a mãe dele.


Charlie consegue então se aproximar de Tony e seu plano inicial, se infiltrar entre os gangsteres da quadrilha dele, é atingido sem grandes dificuldades, porém, Charlie começa a duvidar da própria motivação em matar Tony. De alguma maneira, ele se vê seduzido pelo poder, pelo dinheiro e pelas facilidades em ser um dos homens do pai, mesmo que ele desconheça este detalhe e, de uma forma estranha, até desenvolve uma espécie de carinho e empatia para com ele.

O livro então se desenvolve em nos apresentar o crime organizado em uma das cidades mais interessantes do universo. A narrativa é recheada de violência, sexo, drogas, e um mundo com regras próprias e totalmente bizarras. Charlie passa por todo tipo de situações e é colocado à prova em um número sem fim de desafios. Sobrevive a cada um deles, mais duro e incansável, porém, muito distante do jovem inocente que as primeiras páginas do livro nos apresenta. A mudança do personagem principal não é de uma hora pra outra e nem tão pouco suave, mas, ainda assim, conforme vemos Charlie se afastar do seu objetivo, vendo ele mergulhar no mundo do crime, ainda assim, somos envolvidos com o seu carisma e humanidade.


Mais uma vez, a autora foi generosa na questão da violência e descrição de mortes e espancamentos, mas de uma forma original e extremamente viciante, ela nos entrega uma história que chega a incomodar fisicamente e ainda assim, não nos deixa largar o livro até ler sua conclusão.  Cada parágrafo, cada diálogo, cada uso de termos comuns para o meio usado no enredo, foi com certeza, fruto de um trabalho de pesquisa sério, que nos faz imaginar os cassinos, as bebidas, o olhar frio dos homicidas e também, sentir a paixão e o amor que motivou determinadas reviravoltas.

A escrita é alucinante e pesada. A abordagem é adulta e muito intensa e em muitas cenas, eu conseguia ouvir os tiros e gritos. E sentir a dor.


A minha expectativa era alta, mas ainda assim, não estava preparada para um livro que me fizesse abrir mão de valores e princípios e torcesse pela morte de uns e a redenção de outros. É uma história que nos faz julgar e absolver os personagens com uma argumentação totalmente diferenciada e, a experiência de leitura, mais uma vez, foi muito forte e extremamente, diferente.

Sem dúvida alguma, este foi uma das melhores leituras do ano. Um livro que incomodou, me estressou, me fez chorar e sorrir e sobretudo, um livro que eu não conseguia ficar longe sem pensar muito nos personagens. Foi como se Charlie fosse meu melhor amigo e eu o conhecesse a muito, muito tempo.


Eu sabia que apreciaria, mas nem imaginei que pudesse ser absorvida por um cenário que fez meus olhos arderem com o neon que estava apenas na minha imaginação. 
“Ser poderoso é como ser engraçado. Se você tem que dizer às pessoas que você é... Então você não é.” página 82
Tenho certeza que este livro será uma referência forte dentro do gênero e tenho muito orgulho de ter a minha primeira edição em mãos, na certeza que esta história ganhará o mundo com a força avassaladora que possui.

Adorei!!!


Um pouco sobre a autora: Cláudia Lemes é brasileira e nasceu em Santos-SP. Cresceu no Rio de Janeiro, onde, sob a forte influência da mãe, professora de literatura, tornou-se uma leitora compulsiva. Dos dez aos dezesseis anos, morou no Cairo, Egito. Ao voltar para o Brasil, viveu na cidade de São Paulo e decidiu estudar criminologia por hobby, depois de passar por uma tentativa de assalto. Seus livros publicados são:
  • Eu Vejo Kate
  • Um Martíni com o Diabo
Comentários
30 Comentários

30 comentários:

  1. Olá Ivi
    Eu não conhecia esse título, mas adorei poder conferir suas impressões a respeito. Realmente, sua resenha me deixou bem motivada, especialmente pela referencia ao gênero, ao qual eu gosto bastante. Não conhecia a autora também, mas fiquei curiosa quanto ao seu desenvolvimento da narrativa diante dos personagens e acontecimentos. Espero poder ler também!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não conhecia mais me parece ser uma história sensacional, eu quero muito ler e mergulhar nessa maravilhosa história.
    Amei a sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ivi, tudo bem???
    Jamais poderia deixar de vir aqui conferir a sua opinião sobre esta obra maravilhosa... lembro-me quando disse que precisava conversar com alguém que já leu... nós iremos nos entender... sabemos o que sentimos, ainda que sejam sentimentos diferente, talvez, mas o livro nos transportou para dentro do enredo de uma forma avassaladora... enquanto lia seus sentimentos e pensamento a respeito, percebi o quanto ficamos tocadas com tudo que lemos. O quanto Cláudia soube mais uma vez me prender na leitura de um livro escrito por ela. Ela tem o dom... ela consegue mexer com a gente e nos fazer desenvolver sentimentos loucos e mesmo assim querer ler o livro inteiro... eu amei essa história... ele foi meu favorito... foi uma experiência sem dúvida marcante. Ah e sua resenha ficou perfeita! Suas descrições e essas fotos??? Ficaram lindas demais... a primeira principalmente, tente achar uma taça, mas não houve tempo rs... de qualquer forma nos vemos no lançamentos e poderemos fofocar bastante rs. Xero sua linda!!!!

    ResponderExcluir
  4. Ivi!
    Quando vejo uma resenha fantástica como essa, sobre um livro escrito por uma autora nacional, é que ratifico minha opinião ao dizer que nossos escritores brazucas nada ficam a dever aos escritores estrangeiros.
    Isso que é enredo, instigante, conflitante e perturbador...
    Quero ler com certeza.
    “O verdadeiro sentido do Natal não está nos presentes e nem no papai noel, mas sim no nascimento de Jesus Cristo, que veio ao mundo para nos libertar do pecado e ser o nosso único salvador!” (Andréia Godoi)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Não conhecia a autora nem seu livro, porém sua resenha me deixou intrigada. Fiquei curiosa para saber mais do que acontece quando Charly resolve ir atrás do pai. A história parece mesmo original e sem dúvidas leria!

    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Ivi,
    Primeiramente tenho que dizer que estou chocada porque você já leu 91 livros esse ano :o Não vou nem comentar quantos eu li pra não passar vergonha! Rsrs
    Gostei muito das fotos e da resenha. Confesso que fiquei com medo de ler pois pelo que você resenhou ele é um livro muito intenso, com muita violência e questionamentos que te fazem pensar em princípios. No momento não me atrevo a ler, mas gostei bastante de conhecer o livro e a autora.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  7. Hey, já conhecia essa obra por uma outra resenha que eu tinha lido e infelizmente por não ser fã desses livros que envolvem máfia, ele não chegou a me atrair tanto quanto eu gostaria :/ Achei uma história super bem escrita e com momentos para surpreender e com bastante emoção, mas não conseguiu chegar ao ponto de me conquistar e me fazer desejar ler nesse momento. Por isso, por enquanto, vou passar a dica. Mas para os que gostam desse tipo de história podem ir fundo que tenho certeza que irão amar.
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Amei a premissa do livro, nunca li um livro com essa temática, não de forma explícita assim, fiquei bem curiosa. Adoro esses livros que contém informações sobre tal assunto, pois mostra que o escritor(a) pesquisou e trouxe aquilo para dar mais realidade ao livro, e também faz o leitor aprender um pouco sobre determinados assuntos. O livro acaba de entrar para minha lista, espero ler o mais rápido possível.
    Beijos.
    Novo blog >> Squad Of Readers

    ResponderExcluir
  9. Antes de tudo: amei as fotos que você tirou, super criativas! Adoraria ler esse livro, principalmente pelo gênero, ia me tirar totalmente da zona de conforto. Fiquei bem feliz em saber a escrita é alucinante, deve dar uma ansiedade enorme de passar os capítulos para saber o que acontece.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ivi.
    Adorei sua resenha !
    O livro não pertence a um gênero do qual eu aprecie, mas você falou com tanta convicção e admiração pela obra/autora que fiquei louca pra ler!
    Dica anotada ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá. Eu acredito que um livro para ser bom ele deve despertar essas emoções que despertaram em você. Precisa ter aquela coisa de rir, chorar, torcer pela morte e redenção dos personagens, entre outros.

    Amei a emoção que você passa na sua resenha. Uma emoção que nos atinge do lado de cá e da vontade de apostar que esse livro também será uma das melhores leituras do ano para mim também.

    Dica anotada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá Ivi,
    Já ouvi falar desse livro, mas nunca tinha lido nenhuma resenha, se não me engano... E WOW, que resenha mais extraordinária e que livro mais interessante! Adorei conhecer suas impressões e fiquei mega curiosa para ver como eu lidaria com essa questão de torcer pela morte de uns e redenção de outros.
    Adorei saber que a temática é adulta e que é uma história que nos faz julgar de uma forma tão diferente.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Já tinha visto alguém falar sobre esse livro e fiquei louca para ler.Confesso não ser meu gênero favorito, mas sempre gostei de filmes que tenham gângster essas coisas assim.A premissa é Muito instigante, e quando você disse que podia ouvir até o barulho dos tiros fiquei mais empolgada ainda,pois parece que a autora é bem detalhista.Quero muito poder ler e me aventurar e saber qual e o final dessa estória e o que o filho decidiu .Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi Ivi, livros assim que mexem com a cabeça da gente são, em sua maioria das vezes, interessantes. Já aconteceu isso comigo, de querer que alguns personagem morressem ou que nunca tivessem aparecido.
    Quando eu vi esse livro, não quis ler, mas mudei de ideia esses dias.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Essa é a segunda resenha que leio da obra e, mesmo não sendo meu estilo de leitura, confesso que estou bem intrigada para fazer a leitura pelo fato de a obra mexer com a cabeça do leitor.
    O título chama muito a atenção e a capa também, dessa forma, dica anotada.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oie
    uau parabéns pela resenha e pelas fotos criativas, adorei. nossa, quero muito ler esse e Eu vejo kate, ambos parecem ser muito bons e eu adoro o gênero apesar de nao acompanhar muito, adorei a dica, mais que anotada

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, Ivi. Tudo bem por aí?

    Gente, eu me apaixonei pela premissa! Sério, eu AMO livros desse tipo e tudo o que você escreveu na resenha me fez querer lê-lo. E a autora ainda é brasileira... melhor ainda! Eu adoro quando encontro autores brasileiros que apostam nesse gênero. Com certeza vou adicioná-lo na minha lista e lê-lo assim que eu puder.

    Beijos!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Ivi. Tudo bem?
    Adorei sua resenha :)
    Assim como você também já li Eu Vejo Kate e adorei. Então quando eu soube desse livro eu já quis. Mas agora ao ler sua resenha, senti um certo receio. Acho que ele não vai me agradar. Como eu disse, a resenha está ótima, mas seus comentários me fizeram perceber que talvez essa não seja a obra certa para mim.
    talvez eu leia daqui um tempo, mas acredito que não no momento.
    Mas mais uma vez, parabéns pela resenha.
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Ivi, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar da outra obra publicada pela autora e Eu Vejo Kate já estava na minha lista de desejados faz um bom tempo. Ao conferir a sua resenha da nova obra da autora, vi que teria que adicionar mais um para a lista. Nossa, que premissa incrível e interessante! Creio que nunca li nada que abordasse cassinos e máfia, então creio que seria bem interessante conhecer esse cenário e descobrir se o protagonista irá sucumbir ao poder ou irá se vingar. Estou curiosa para conferir!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  20. Oi Ivi, tudo bem??? Gente, adorooo quando leio sobre BONS autores nacionais. Gostei da premissa e da ambientação que ela usou, embora eu sempre critique autores nacionais que escrevem histórias que não se passam aqui, mas diante da premissa e das influências da autora eu entendi perfeitamente. E que fotos são essas do livro??? Que lushooooo, adorei! Já quero ler, eu gosto dessa atmosfera pesada, de violência, gangsteres e afins! Bjosss

    http://porredelivros.blgspot.com

    ResponderExcluir
  21. Violência, sexo e drogas são coisas que não curto nem um pouco encontrar em uma narrativa, não sei nem dizer qual dessas coisas me faz querer ler menos o livro. Desde o outro livro da autora percebi que as obras dela não são pra mim, mas fico feliz que seja fã e tenha gostado. Muito louco isso do livro te fazer abrir mão de valores e princípios para torcer pelo bem ou pelo mal dos personagens.

    ResponderExcluir
  22. Apesar de parecer interessante, não é meu tipo de leitura. Acho que deixar de lado meus princípios pra torcer pelo personagem te afeta num nível muito grande. Passo a dica.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  23. Nossa Ivi, que resenha incrível. Sua descrição da obra me vez vivência as situações que Charles passa, por um momento. Ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita da autora, mas só ouço elogios principalmente pela obra anterior, e essa, pelo que li, também é digna de ser lida. Amei!
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Oi, Ivi

    Você realmente gostou muito do livro, pois essa foi uma das melhores resenhas que eu já li aqui!!
    Eu li muitas resenhas sobre Eu Vejo Kate, e a grande maioria adorou o livro. Não sabia que a autora tinha publicado esse livro também e achei muito interessante.
    A vida não é feita só de água com açúcar, não é mesmo? Às veses é necessário uma leitura mais pesada assim pra gente acordar, se é que você me entende.
    Espero ter oportunidade para ler em breve (leia-se dinheiro para comprar)! Hahahahaha

    Beijo

    ResponderExcluir
  26. Oi Ivi! Como é bom ler um livro que nos envolve, não é mesmo? Tenho certeza que esse é o tipo de leitura que vou amar! Adoro quando você consegue até sentir o cheiro do que está acontecendo, de tão realista a descrição. Com certeza vou procurar, sua resenha me convenceu que Claudia Lemes promete! Abraços

    ResponderExcluir
  27. Oii flor, ainda não li esse livro mas ultimamente só tenho visto resenhas boas a respeito dele. Parece ser uma história bem forte, gostei do fato dele parecer bem realista que vc sente o que está acontecendo, acho que vou colocar ele na minha lista de leitura. adorei sua resenha!!
    Beeeijos ;*

    ResponderExcluir
  28. Oi Ivi!

    Eu fico até sem saber o que dizer diante de uma resenha tão bem escrita e maravilhosa como essa. Tudo, exatamente tudo sobre esse livro me encantou: a capa, o título, a sinopse, os seus comentários... Estou boba por não ter ouvido falar sobre ele ainda, mas depois de ler tudo o que você sentiu enquanto lia esse livro, é claro que eu preciso lê-lo o mais rápido que puder.
    Obrigada pela dica maravilhosa.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  29. Oi Ivi
    Tive o prazer de ser Beta desse livro e simplesmente me envolvi com essa história magnífica criada por Lemes. Charlie é um cara único e tudo o que ele vive é resultado da sua criação e ambição. Adorei a ambientação e a linguagem. Mais uma vez a autora arrasou!
    Amei suas impressões!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  30. Oi!
    Ainda não li nada da autora, achei esse livro dela bem interessante, principalmente por ela falar da marfia, do crime organizado e outros assuntos tão importante, o protogonista parece mudar muito ao longo do livro e gostei de saber que ela faz essa mudança de forma lenta, fiquei curiosa para ler esse livro !!

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014