19

O Amor Nos Tempos de #Likes (Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francione e Pedro Pereira)

Ficha Técnica:
Nome Original: O Amor Nos Tempos de #Likes
Autores: Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francione e Pedro Pereira
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 272
Ano de Lançamento: 2016
ISBN-13: 9788501075581
Editora: Galera Record
SKOOB

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 76º livro lido em 2016 e foi O Amor Nos Tempos de #Likes (Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francione e Pedro Pereira). Como grande admiradora do canal da Bel Rodrigues, quando soube que ela teria um conto publicado em uma pequena coletânea escrita por Booktubers, fiquei bem animada para ler.



O livro é composto por três contos inspirados em grandes clássicos universais e abordam a relação do jovem de hoje, com toda a sorte de tecnologia a sua disposição, ainda confuso e amedrontado em lidar com o amor, sentimento que permeia gerações, antenadas ou não.

Vou contar para vocês o que achei de cada conto.

Próximo Destino: amor – Pam Gonçalves



Aqui conhecemos a Liz, uma youtuber de muito sucesso, indo passar o fim de semana com a família e em função do mau tempo, ela s eve presa no aeroporto ao lado de do Duarte, um jovem que tem que administrar a carreira e os cuidados com a irmã de 14 anos que está com câncer. Acontece que a irmã do Duarte é muito fã da Liz e o orgulho de ambos, além de uma troca de farpas, atrasará que eles se conheçam e se aproximem da maneira como tem que ser.

Achei a escrita da Pam deliciosa de ser lida. Fluida e leve, mas com algumas oportunidades de reflexão. O conto é narrado em primeira pessoa, sob a perspectiva dos dois personagens principais e o enredo em si, foi muito original. Mas o que mais me ganhou na pequena história, foi a forma como ele foi concluído. O final é uma graça e muito crível.
“O ódio e o amor caminham juntos. Muitas vezes eles são usados como disfarce. Pessoas que nos odeiam, se fingem de amigas. E pessoas que nos amam, fingem odiar, pelo simples medo de amar.” página 35
Este conto foi inspirado no clássico Orgulho e Preconceito da inesquecível Jane Austen e eu confesso que apenas o perfil do personagem masculino, foi que me repostou de alguma maneira para o livro original. Tenho a impressão que se eu não soubesse da inspiração, não o relacionaria com Orgulho e preconceito.

Re (começos) – Bel Rodrigues



Aqui temos a Madu, uma jovem de 17 anos que está ansiosa para fazer uma viagem. Ela deixará São Paulo e passará alguns dias em Búzios, uma cidade da região dos lagos, no estado do Rio de Janeiro. Duda tem uma família gracinha e uma melhor amiga maravilhosa, a Sofia. Porém, ela teve um relacionamento bem complicado com o ex namorado, que era controlador, machista e extremamente inflexível. Isso deixou marcas na Duda e agora, ela ficou sabendo que uma de suas amigas, está namorando com ele. Duda é muito fã do Ed, um youtuber que tem um canal de música e foi neste canal que ela encontrou paz para quando a dor do relacionamento rompido, a fizesse sofrer.

Na minha opinião, a escrita da Bel me pareceu um pouco infantil e me fez lembrar redações de escola, daquele tipo de volta das férias. A todo momento, ela afirmava que a protagonista era uma garota forte e bem inteligente, mas isso não me convenceu completamente e acabou por me incomodar um pouco. O romance dentro do conto é bem previsível e um pouco mal desenvolvido e não consegui me conectar com os personagens.
“A saudade define a certeza”. Página 156
Este conto foi inspirado do livro Dom Casmurro do Machado de Assis e mais uma vez, não consegui relacionar as duas obras. Talvez algumas características do ex namorado de Madu, sejam parecidas com o do Bentinho, mas achei um pouco artificial esta ligação.

337 km (Hugo Francione e Pedro Pereira)



Aqui temos o Júlio, filho de um grande empresário brasileiro do ramo da hotelaria, mas que nem de longe, sonha em suceder o pai na administração do império. Aliás, profissionalmente, ele quer ser escritor e usa a internet e suas variadas plataformas, para publicar textos e fanfics de sua autoria. E em um destes grupos, ele conhece o Ramon, um jovem universitário que mora em outro estado. Os dois passam a trocar mensagens, a conversar por vídeos e decidem se conhecer.

De longe, este foi o meu conto preferido do livro. A história e a representatividade, sem caricaturas, fez este conto ser na minha opinião, o mais relevante do livro. O desenvolvimento do sentimento que liga os dois personagens, é desenvolvido de forma tão bonita, que eu suspirei muito enquanto lia. A escrita dos dois autores é bem estruturada e embora o conto seja narrado em terceira pessoa, com capítulos alternados entre os personagens, não dá pra sentir que são dois autores. A harmonia no desenvolvimento do enredo é constante e muito emblemática. A voz é uma só!
“Julgamos um sorriso sem saber quanta dor é emitida para mantê-lo no rosto.” página 234
Este conto foi inspirado na peça Romeu e Julieta de Willian Shakespeare e isso me deixou apreensiva em vários momentos da história, porque é de conhecimento universal, como a história original termina. Dos clássicos utilizados como inspiração para os contos, este é o único que eu não li, apenas acompanhei as releituras que foram feitas no cinema, porém, senti uma conexão mais perceptível com a história que os dois autores criaram.

De uma forma geral, eu gostei muito da leitura de todos os contos, com uma pequena parcela de decepção para com o conto da Bel Rodrigues, que era o que eu nutria expectativas. Porém, ainda assim, é uma leitura boa, de entretenimento e válida. Os três contos são cheios de referências da nossa atualidade e das diversas formas que interagimos com o mundo virtual.


Os contos são completamente independentes entre si, porém, alguns detalhes inteligentes, fazem a ligação entre um conto e outro. Por exemplo, a Liz é amiga do Ed, dono do canal que a Madu adora e a Madu se hospeda em um dos hotéis da família do Júlio. Achei interessante isso e gostei de sentir essa ponte entre uma história e outra.

Recomendo a leitura para quem gosta de contos modernos, com um toque bom de romance e com situações que será impossível para o público jovem, não se identificar.

Eu gostei!!!


Um pouco sobre os autores: 

Pam Gonçalves nasceu em 1990, mora em Santa Catarina e é formada em Publicidade  Propaganda. Desde 2009, produz conteúdo sobre cultura pop para a internet, com foco em literatura para jovens. Criadora e editora por cinco anos do blog Garota It, especializado em livros Young Adult, atualmente se dedica exclusivamente ao seu canal no Youtube.

Bel Rodrigues nasceu em 1994, mora em Santa Catarina e é formada em Publicidade e Propaganda. Descobriu no Youtube o amor pela produção de vídeos, criando seu canal em 2013, com conteúdo recheado de livros.

Hugo Francione nasceu em 1990, mora em Santa catarina e é formado em Publicidade e Propaganda. Criou o canal literário no Youtube com o seu namorado, em 2013, como complemento do blog Estante Geek. É apaixonado por cultura japonesa e por histórias de fantasia.

Pedro Pereira nasceu em 1994, mora em Santa Catarina e é viciado em quadrinhos. Do seu amor pela cultura pop, é parceiro na criação de conteúdo para o canal Pedrugo, onde fala de livros, relacionamentos, nerdices e outros assuntos. Ele vê na literatura a oportunidade de encorajar outros jovens a serem eles mesmos, independente de julgamentos.
Comentários
19 Comentários

19 comentários:

  1. Olá!
    Estou muito interessada nesse livro, esses pequenos detalhes que ligam um ao outro me lembrou muito Deixe a Neve Cair. Acho que alguma coisa que ligaria a história do conto com Dom Casmurro seria o ciúme excessivo? Acho que isso deveria ser bem expresso. Enfim, vou adicionar na minha lista de leituras.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu ja li esse livro, mas adorei poder conferir suas impressões a respeito. Gostei bastante de todas as histórias, umas mais que as outras, mas de um modo geral os desenvolvimentos ficaram ótimos. O fato de haver uma tal conexão entre os contos é mesmo interessante, apesar de toda a independência entre eles.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Ivi.
    Primeiro me interessei por esse livro por causa do título, depois, ao ler sua resenha e ver que são contos inspirados em grandes clássicos da literatura, fiquei mais interessada ainda!
    O conto que mais chamou minha atenção foi o da Pam Gonçalves, por ela ter conseguido ser inovadora com um enredo que está quase clichê hoje em dia.
    Abraços.

    Papel, palavra, coração

    ResponderExcluir
  4. Oláá!!
    Nossaaaa 76º livro desse ano?? Estou boba.. quero ser assim um dia :DD
    Ah, parece ser muito fofo esse livro! gostei, fiquei com vontade de ler!
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Quando esse livro foi lançado eu não tinha a menor vontade de ler, mas comecei a ver opiniões e até que ele me deixou curiosa. Gostei de ver a sua resenha e de saber detalhes sobre os contos, eu sabia muito pouco sobre eles. O conto da Pam é o que mais me interessa mas os outros parecem ser fofinhos também e saber dessa ligação entre eles me deixou curiosa para saber como isso acontece.

    ResponderExcluir
  6. Olá Ivi,
    Acompanho o canal da Pam e da Bel e gosto do conteúdo que elas produzem, mas tenho dúvidas em relação à maturidade delas para escrever um livro, esse é o principal motivo que me faz querer ler, para abater essa dúvida.
    Até hoje, acho que todos acharam o ultimo conto o melhor e eu, apenas de ler as resenhas, tenho dificuldade em associar com as obras que foram inspiradas.
    É uma pena que você tenha se decepcionado com o conto da Bel.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá Ivi,

    Todo mundo falando bem desse livro e eu achando ele muito gracinha, capa, diagramação ... tudo. Com certeza está em minha lista de compras, embora seja cismada com releituras de clássicos (exceto releituras de conto de fadas). Tô curiosa, principalmente, com o conto relembrando Jane Austen.

    ResponderExcluir
  9. Oi oi querida,
    Eu lembro das fotos e da Pam falando do livro que lançou e do quanto é incrível.
    Mas acabei ficando com um pé atrás, pois não gosto nem um pouco de contos. Achei interessante os autores fazerem essa "conexão" com os personagens, mas a leitura acabara muito rápido e não vou saber o que acontece com os personagens no final. Entende!?

    Mas é claro que teve um conto que me chamou atenção que foi o da PAM, sério que ela fez todo o conto lembrando (Apenas um pouco) Orgulho e Preconceito? Nossa acho que leria.

    Beijos, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  10. Oi Ivi, tudo bem?
    Dos youtubers, eu apenas acompanho a Pam Gonçalves, acho ela uma pessoa incrível e maravilhosa. Ouvi falar de muita gente que o conto dela é o melhor dos três, então estou curiosa para conferir o livro. É uma pena que as inspirações usadas para criar as histórias usando o toque da modernidade não foram assim tão perceptíveis, acredita que as características dos personagens estariam semelhantes. Espero ler um dia!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  11. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro, devo dizer, mas ainda bem que gostaste da leitura! :) Eu quero ler... Adorei a premissa do amor neste tempo de "Net acima de tudo" ahah :)

    Parece ser ealmente o tipo de leitura que nos deixa com vontade de rir e e bom que os contos tenham uma ligação ténue e inteligente e que faça o publico jovem identificar-se! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  12. Oiee Ivi ^^
    Eu também não consegui fazer uma ligação entre o conto da Bel e "Dom Casmurro", e o conto dela acabou sendo o que eu menos gostei. Não imaginava que a escrita da Pam fosse tão leve, e ler o conto dela me deixou curiosa para ler "Boa noite". Eu também gostei mais do último conto, fiquei encantada pela escrita de Pedrugo e me apaixonei pelos personagens ♥ seria uma boa se eles continuassem a história em um livro, né?
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Ivi!
    Eu acompanho os canais da Pam e da Bel e adoro ambos, e apesar de gostar bastante de releituras de clássicos não tenho muita vontade de ler esse livro.
    E o que parece ser mais interessante é o da Bel, mesmo sendo o que você menos gostou... Não sei, se tiver oportunidade talvez dê uma chance.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/10/acqua-toffana-e-de-matar.html

    ResponderExcluir
  14. Oi Ivi,
    Esse livro parece ser uma gracinha. Faz um bom tempo que não leio livro com contos, e pelas suas considerações, esse parece ser legal e leve. Vou anotar a dica, que bom que você gostou! Abraços

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu não estava animada com esse livro, mas porque criei uma ideia na cabeça da história kkkkkk Acontece que foi bem diferente do que eu esperava e não fui completamente conquistada. Essa ideia deles terem se inspirado em clássicos é bacana, eu como não li todos, não consegui relacionar as coisas. O último conto também é o meu favorito, achei o mais bem desenvolvido. O da Bel foi o que menos gostei, também achei a escrita um tanto infantil e não fui convencida e nem conquistada pela protagonista.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Oie,

    Eu li outras resenhas sobre esse livro, mas não sabia que um dos contos era baseado em Orgulho e preconceito. E que imagens lindas essa que você tirou! Fiquei curiosa sim, para saber como os contos desenrolam a temática amor, e mais ainda na visão dos jovens de hoje: confusos e tecnológicos, que em sua maioria são superficiais.
    Pretendo ler em breve!

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Ivi, tudo bem? Quando comecei a ler seu resumo sobre o conto da Bel também fiquei buscando na memória o que esse conto teria haver com Dim Casmurro e até o momento não consegui entender. Rsrs..
    Esse é um livro que não chama a minha atenção e vou deixar a dica passar dessa vez..
    BJ

    ResponderExcluir
  18. Olá,
    Embora tenha achado a premissa bem interessante pelo fato de ser baseada em três grandes clássicos (Dom Casmurro, Romeu e Julieta e Orgulho e Preconceito) de uma forma que abordasse temas atuais como a influência da tecnologia na vida dos jovens, creio que a leitura seria arrastada para mim no momento. Mas anotei a dica para no futuro tentar a leitura.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Ivi, tudo bem?
    Eu li o livro esses tempos atrás e gostei muito, ainda mais eu que adoro um bom livro de contos e não me decepcionei com ele. Adorei conhecer a escrita dos youtubers e conhecer essas histórias de amor, fico feliz em ver que de um modo geral você gostou do livro, uma pena que o conto da Bel não te agradou tanto.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014