22.7.20

A Filha Ideal (Aione Simões)

Ficha Técnica:
Nome Original: A Filha Ideal
Autora: Aione Simões
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 110
Ano de Lançamento: 2020
Editora: Kindle

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 49º livro lido em 2020 e foi A Filha Ideal (Aione Simões), novela que compõe a coleção Femme Fatalle que traz histórias protagonizadas por mulheres, recontos de princesas clássicas do universo literário. Embora eu não goste de princesas ou recontos, não pensei duas vezes em ler esta obra porque tudo o que li da autora foi de alta qualidade.

O livro nos traz Yasmin, uma jovem que desde criança conheceu o mundo da fama através da música. Liderou as paradas de sucesso, fidelizou uma legião apaixonada de fãs e sua carreira consolidou o título de “filha ideal” uma vez que ela concentrava em sua vida qualidades que muitos julgavam como as que poderiam definir uma boa moça, dentro e fora dos palcos. Discreta, comportada, sempre acompanhada do pai, que através dela fundou e prosperou com uma empresa no show business. O livro começa com o pai sofrendo com um péssimo investimento, tendo apenas Yasmin em sua carteira de clientes para manter sua empresa e seu padrão de vida em pé, mas neste momento Yasmin quer dar uma guinada em sua carreira. Ela já não se identifica com as características que a colocaram no topo do sucesso e acredita que mesmo ressignificando seu talento, ainda pode ser amada por seu público, mas está presa a um contrato milionário que garante a estabilidade do seu pai e a mantêm no mesmo lugar de sempre.

Neste momento em que está dividida em não decepcionar o pai ou os fãs e a possibilidade de encontrar um novo caminho com suas escolhas pessoais, Yasmin conhece Alain, um jovem músico que se apresenta em bares e casas noturnas com o grande sonho de viver da música. A princípio Alain não sabe quem é Yasmin, mas eles se aproximam e uma paixão doce e bonita nasce, ainda que Yasmin tenha que entender que não pode confiar cem por cento em ninguém.

Este enredo nos é apresentado através dos diários de Yasmin e reportagens sobre sua carreira, bem como do mundo da música. Esse formato nos deu a possibilidade de conhecer a protagonista intimamente, bem como analisar sob os olhos dela como os veículos da mídia a enxergavam e essa maneira peculiar e assertiva nos faz torcer por Yasmin por todo o enredo.

Por se tratar de uma novela, a história é enxuta e contida, mas nem as poucas páginas são capazes de limitar a intensidade da história, que nos apresenta uma personagem consciente do que quer e que precisa ter prudência para seguir sua voz e assumir as consequências de possíveis escolhas erradas. Yasmin é desenvolvida com intimidade e isso dá uma boa profundidade para a narrativa que nos faz desejar ser sua melhor amiga.

Os outros personagens não são tão bem desenvolvidos como a protagonista, mas isso em nada diminui a experiência com a história, porque entendemos logo nos primeiros parágrafos que o fio condutor deste enredo é dar espaço para a nossa própria voz e fazer com que as pessoas a ouçam integralmente. A partir disso, é fácil refletir sobre o quanto nos anulamos para agradar ou não decepcionar quem é importante em nossas vidas e essa reflexão é o que dá vida e força a esta curta história.

O final pode não agradar todo mundo, mas é muito consistente com todo o universo criado pela autora. Muitos o entenderão como aberto, mas eu o absorvi como conclusivo, afinal a trajetória dos personagens que encontramos nos livros não se encerra com o último ponto final dado pelo autor.

Particularmente, não consegui ligar esta história com o conto de fadas que traz Jasmine e Aladdin como protagonistas, mas a minha intimidade com a história original é mínima e isso foi um ponto mais que positivo para o meu completo envolvimento com o enredo que a Aione nos trouxe.

Mais um trabalho da autora que deixou meu coração quentinho e me deu mais um argumento para desejar que suas histórias ganhem o mundo, encontre leitores e sua carreira seja de real sucesso, tanto ou maior que o da protagonista desta história. Inclusive esta história nos mostra um novo talento da autora que é a composição de músicas, pois traz canções inéditas escritas para o livro e não tem como isso passar desapercebido. Fiquei imaginando as melodias na minha cabeça e já estou predisposta a adorar se um dia puder ouvi-las.

Amei!!!


Um pouco sobre a autora: Libriana com ascendente em capricórnio e estudante de Letras (fugiu da área de Nutrição depois de ter se formado), é paulistana de nascimento e mogiana por vivência. Leitora apaixonada por romances e chick-lits, não dispensa um bom thriller, principalmente os policiais e psicológicos. Conhecida por Mi, A, Iô, One ou qualquer outra coisa certamente mais fácil do que seu nome, precisa de chocolates para viver tanto quanto dos livros. Seus livros publicados são:
    • Cinco Minutos
    • Vidas na Noite
    • Escrito nas Estrelas?
    • A Filha Ideal
    • Então Vem, Dia dos Namorados (participação com um conto)

4 comentários:

  1. Muito obrigada pela leitura, Ivi, e por mais essa resenha tão atenta! Feliz que a trajetória da Yasmin tenha te conquistado!
    Seu apoio é sempre importante ❤️

    ResponderExcluir
  2. Conheço o trabalho da Aione, mas pelos conteúdos. Ainda não tive oportunidade de ler nenhuma obra, mas confesso que tenho bastante curiosidade em conhecer. Esse livro me chamou atenção, principalmente em saber sobre o final que pode dividir opiniões. Quero ler em breve.

    ResponderExcluir
  3. Oi oi,
    Não conhecia as obras da Aione já publicadas. Mas adorei saber mais sobre A Filha ideal, e como a Yasmim é talentosa e quer mais da vida de cantora. Espero que o romance seja encantador, porque me senti envolvida e tocada com o enredo da autora.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  4. Eu já li da autora a coletânea Vidas na Noite e gostei bastante, tanto que tenho outro livro dela na minha lista.

    Já tinha visto esta capa, mas ainda não sabia do que se tratava a história, embora já esperasse que fosse trazer uma personagem dona de si. Já torço para que a protagonista realmente consiga realizar seus sonhos, se soltar das amarras que a prendem a uma vida que ela jã não deseja mais e que, pelo que pude perceber na resenha, a sufoca. Espero que ela tenha força suficiente para mudar.

    ResponderExcluir