13.4.20

Sistema Solar Book Tag


Oi gente que ama livros! Eu estava em busca de tags literárias para trazer para o blog, me deparei com essa em vários blogs e canais literários e amei. A tag consiste em relacionar cada elemento do sistema solar com um livro. 

Vamos conferir?


Sol: O sol é o início do nosso sistema planetário, qual foi o primeiro livro que você leu?
O meu primeiro livro lido na vida foi A Mina de Ouro (Maria José Dupret). Já havia lido vários livros infantis, mas este foi o primeiro com mais de 100 páginas, menos ilustrações e a memória dessa leitura ainda é bem forte na minha cabeça. O livro traz a aventura de 6 crianças indo fazer um piquenique no Pico do Jaraguá e com a intenção de pegarem um atalho, entram em uma gruta e se perdem lá dentro, passando alguns dias. A leitura foi emocionante e inesquecível.









Mercúrio: O planeta mais rápido a dar a volta no Sol. Qual livro você leu mais rápido?
Tenho um ritmo de leitura bem acelerado, mas um dos livros que me lembro ter lido mais rápido que o normal foi Tampa (Alissa Nutting). O livro nos traz Celeste Price, uma mulher de 26 anos, casada com Ford, um policial oriundo de uma família com posses. Celeste começa o livro se preparando para trabalhar como professora na escola Jefferson, que atende crianças do Ensino Fundamental 2. Ela é professora de inglês e está animada com seu novo trabalho, não pelo trabalho em si e sim porque Celeste é uma mulher com impulsos sexuais doentios: ela se sente intensamente atraída por garotos na faixa dos 13 e 14 anos. Celeste tem completa aversão pelo marido, geralmente se droga para conseguir suportar a intimidade do casamento e manter o relacionamento, porém, quando se trata de meninos, ela é praticamente incontrolável. O ano letivo começa e Celeste vislumbra entre os alunos quem poderia saciar a sua vontade insana de ter relações sexuais com meninos e logo descobre Jack Patrick, um aluno tímido, discreto e que ela acredita ser o par perfeito para satisfazê-la. Com manipulação e muita ousadia, Celeste seduz Jack e o livro se desenvolve no que poderia ser um namoro para ele, mas para ela, é tudo o que sempre quis na vida. Celeste tenta ao máximo se assegurar que não descubram o relacionamento, então articula todos os encontros com Jack de forma que não possa ser seguida ou rastreada e também o orienta nesse sentido, mas como ele se apaixona e visualiza um futuro normal entre os dois, os problemas começam a surgir.
Resenha AQUI

Vênus: Seu nome é inspirado na Deusa do amor e da beleza na mitologia romana. Qual o livro mais bonito da sua estante?
Sem sobra de dúvida é o Em Algum Lugar das Estrelas (Clare Vanderpool). O livro nos traz Jackie Bakers, um garoto americano de 13 anos vivendo o pós-guerra nos Estados Unidos em 1945. Ele perdeu a mãe, com quem tinha uma relação muito carinhosa e o pai decide colocá-lo em um colégio Naval no Maine. Lá, Jackie é mais um entre muitos garotos, mas faz amizade com o mais peculiar deles: Early Auden, um menino que é deixado sem muita supervisão, tem hábitos sistemáticos e talentos extraordinários. Ele tem uma playlist para cada dia da semana e quando fica muito ansioso ou nervoso, se acalma separando balinhas de goma pela cor. Jackie tenta lidar com a morte da mãe, o abandono do pai e isso se dá se envolvendo nas peculiaridades do amigo e a mais surpreendente é que Early considera que o número pi – sim, o 3,14 – e suas centenas de decimais, contam uma história. Inspirado por ela, Early está determinado a empreender uma jornada e Jackie o segue, apesar de não acreditar completamente nos argumentos do amigo. Os dois se embrenham nas florestas do Maine e vivem várias aventuras loucas, nas quais Jackie aprende mais sobre o amigo e sobre si mesmo, além de descobrir o que os dois têm em comum.
Resenha AQUI

Terra: Até onde sabemos, o único planeta que tem vida. Qual livro te deixou com uma sensação boa, um quentinho no coração?
Foi o livro Garoto 21 (Matthew Quick). O livro nos traz o Finley, um garoto tranquilo, que mora com o avô e o pai em um bairro pobre e violento de Bellmont, uma cidade no interior da Pensilvânia. Finley namora a sua melhor amiga desde o ensino fundamental e ambos são apaixonados por basquete. Embora ele não seja um grande jogador, é extremamente dedicado, mas Erin, é uma jogadora notável e todos ao redor sabem que terá um futuro brilhante no esporte. Finley é um garoto com um coração maravilhoso e ama muito a família. Ajuda o avô, que teve as duas pernas amputadas quando ele ainda era criança, na mesma época que sua mãe morreu e, ainda que este seja um assunto inconversável dentro da sua casa, ele entende o fato da pequena família não ter grandes posses. Até que uma coisa acontece na vida do Finley e a sua rotina é alterada. Um dia, o treinador de basquete pede para que ele ajude um novo aluno que entrará na escola. Seu nome é Russ, ele teve os pais assassinados e em função disso, ficou um pouco desorientado. Mesmo com a ajuda profissional que teve após esta violência, acredita sobre todas as coisas que os pais foram para o espaço e que voltarão para buscá-lo. O fato é que o Russ é um gênio no basquete. Quando Russ morava com a família na Califórnia, já havia alguns times e universidades de renome de olho nele, mas após o trauma da morte do pai e da mãe, ele se recusa a jogar. O treinador então pede que Finley seja um bom amigo para o Russ e que o convença a jogar no time. Finley atende o pedido do treinador de bom grado, porém sabe que se convencer o Russ a jogar, perderá a sua posição na equipe.
Resenha AQUI

Marte: O planeta vermelho ganhou esse nome inspirado no Deus da guerra da mitologia romana devido a sua cor que lembra o sangue. Qual o livro mais pesado (em termos de morte, sangue, etc) que você já leu?
Sem dúvida é o Eu Vejo Kate (Cláudia Lemes). O livro nos traz a Kate, uma escritora americana que no momento está muito envolvida em seu novo projeto: escrever a biografia de Nathan Bardel, um serial killer que com requintes de crueldade, matou doze mulheres na cidade de Blessfield, (cidade natal de Kate) e após ser capturado, foi punido com a pena de morte pelo estado da Flórida. Kate fez uma excelente pesquisa sobre Bardel e quando começa a escrever o livro, recebe a notícia que a editora que publicaria a biografia não está mais interessada no projeto e oferece uma boa quantia para que Kate comece a escrever outro romance, gênero que já escreveu antes. Kate está muito envolvida neste projeto, não quer parar de pesquisar e escrever e ignora as orientações da sua agente para interromper a biografia. Segue pesquisando e neste processo de angariar informações, conhece Owen, agente federal que traçou o perfil de Nathan e teve a oportunidade de entrevistá-lo muitas vezes antes da sentença de morte ser executada. Owen e Kate se envolvem quase que automaticamente, porém ambos estão sufocando fantasmas do passado e em paralelo a isso, Kate recebe ameaças para arquivar o projeto sobre Nathan e novas mulheres aparecem mortas. Embora Nathan esteja morto, as mortes possuem as mesmas características das vítimas dele. O livro se desenvolverá em descobrir quem é o novo serial killer e a investigação se estabelece sob a plataforma de que qualquer um pode ser o assassino, inclusive Kate e Owen.
Resenha AQUI

Júpiter: O maior planeta do sistema. Qual o maior livro da sua estante?
É Os Miseráveis (Victor Hugo), com 1512 páginas. Ainda não li, mas está na lista para ler ainda em 2020. Sinopse: Na França do século 19, o ex-prisioneiro Jean Valjean, perseguido ao longo de décadas pelo impiedoso policial Javert por ter violado sua liberdade condicional, busca redenção pelo seu passado e decide acolher a filha da prostituta Fantine.











Saturno: Esse planeta além de seus lindos anéis têm 62 luas já descobertas. Qual a maior série de livros que você leu ou tem na estante?
A maior série da minha estante é a lindeza de Os Bridgertons (Julia Quinn). Os Bridgertons é uma série de romance de época composta por 9 livros, cada um conta a história de um dos irmãos e o livro 9 é uma sequência em forma de epílogos alguns anos depois, respondendo algumas dúvidas que ficaram entre os leitores ao final da leitura de cada livro. Em O Duque e Eu conhecemos a história de Daphne, a sétima irmã, a mais velha das meninas. Seu par é o Simon. Em O Visconde Que Me Amava conhecemos o protagonista Anthony, o irmão mais velho, herdeiro do título de visconde e responsável pelas finanças da família. Sua dama é a Kate. Em Um Perfeito Cavalheiro encontramos um reconto da Cinderela. Conhecemos aqui o nosso Benedict Bridgerton, o segundo irmão. Sua dama é Sophie. Em Os Segredos de Colin Bridgerton, conhecemos o Bridgerton mais encantador da família, o irmão número 03, que todas as solteiras sonham em receber a corte. Sua dama é a Penelope. Em Para Sir Phillip, com Amor conhecemos a história de Eloise Bridgerton e se você chegou até aqui, sabe bem o gênio de Eloise, então não poderia ser de outra forma que não astuciosa a de Eloise encontrar seu grande amor. Seu par é Sir. Phillip. Em O Conde Enfeitiçado conhecemos a história de Francesca que vive na Escócia. Sua felicidade dura pouco, ela fica viúva em apenas 03 anos de casada e sem filhos. Seu par é Michael. Em Um Beijo Inesquecível nossa protagonista é Hyacinth Bridgerton, a irmã mais nova da família, à frente de sua época, não segura a língua e age fora dos padrões. Seu par é o Gareth. Em A Caminho do Altar conhecemos a história de Gregory Bridgerton, que se mostra um romântico incurável e após ter seus oito irmãos casados por amor, decide que assim também será com ele, determinado a encontrar sua amada, de forma arrebatadora. Sua dama é Lucinda. Em E Viveram Felizes Para Sempre, Júlia Quinn nos presenteia com um conto de cada livro, nos contando o fim de cada história. O último conto é um presente muito especial, onde conhecemos a história de amor de Violet Bridgerton, deixando claro porque ela não se casou novamente, já que teve seu felizes para sempre.

Urano: Algumas de suas luas tem nomes inspirados em personagens de livro antigos. Qual seu personagem de livro favorito?
Que pergunta difícil!!!! Sem dúvida é o protagonista do livro Uma História de Solidão (John Boyne). O livro nos traz o Odran, padre irlandês que infelizmente vê a Igreja Católica mergulhada em sérios escândalos relacionados à pedofilia e apesar dele ser um homem bom e digno da posição que ocupa, começa a questionar a administração de toda esta máquina eclesiástica. O livro começa com Odran já adulto em pleno exercício de seu ministério, como um dos melhores professores em um tradicional colégio católico. Paralelo a isso, ele assiste denúncias que envolvem conhecidos, especificamente, o padre Tom Cardle, contemporâneo de seminário e também seu melhor amigo de todos os tempos. Odran se mantém honesto, forte e incorruptível ao longo de sua jornada, fazendo dele um ser humano a ser admirado. 
Resenha AQUI

Netuno: Netuno é o último planeta do sistema. Qual foi o último livro que você leu?
Foi Além do Oceano (Keira Andrews). O livro nos traz o Troy Traner que faz parte de uma boy band de grande sucesso e começa com todos em Sidney em uma turnê mundial de muito sucesso. Troy descobre que seu irmão mais novo, Tyson está super envolvido com drogas, usando-as indiscriminadamente. Após apelar para o irmão largar as drogas e não ser atendido, Troy decide deixar a equipe no meio da turnê e voltar para casa. Para isso, contrata uma empresa que faz o serviço de táxi-aéreo e um jato particular tem a missão de levá-lo para a Califórnia. Logo que embarca, ele conhece Paula, pilota que conduzirá o avião e o co-piloto Brian, que carrega algumas e traumas referente a profissão. A aeronave é abatida por uma forte tempestade e em um pouso bem problemático, a tripulação e Troy caem em uma ilha. Infelizmente Paula morre na queda e Brian e Troy terão que se virar para sobreviver na praia paradisíaca e solitária. O livro se desenvolverá em os dois sobreviverem ali. Nas primeiras horas eles acreditam que logo serão encontrados e resgatados, porém conforme os primeiros dias se passam essa esperança vai se tornando fraca e improvável. Brian e Troy desenvolvem um forte senso de equipe e uma amizade nasce dali. Com o passar das semanas, essa amizade se torna uma atração física irresistível.
Resenha AQUI

Plutão: Já foi considerado planeta, mas não é mais. Qual livro já foi seu favorito, mas hoje você não acha mais tanta graça?
Na adolescência eu li A Marca de Uma Lágrima (Pedro Bandeira) que é um clássico da leitura jovem brasileira e lembro que adorei a experiência na época. Reli este livro em 2017 e a leitura não funcionou para mim, acabei problematizando algumas partes do livro. O livro nos traz Isabel, uma garota de 14 anos que tem uma autoestima baixíssima. Ela considera seu reflexo no espelho como seu mais cruel inimigo e a imagem que tem de si mesma é muito negativa. Ela se acha feia, gorda e desinteressante. A narrativa inicia-se com um convite para ela ir à festa de aniversário de seu primo Cristiano que está de mudança para a cidade onde Isabel mora. Ela convida Rosana para ir com ela nesta festa e ao rever Cristiano, Isabel se apaixona por ele, porém ele se interessa por Rosana. Deixada de lado na festa, ela conhece Fernando, um garoto da mesma escola que ela, que se mostra muito atencioso com Isabel, mas não o suficiente para que ela esqueça Cristiano. Uma cena inicial deste livro me incomodou muitíssimo e eu passei grande parte da leitura considerando isso. Aos 14 anos, Isabel está em uma festa de adolescente e bebe 3 copos de uma bebida alcoólica, fica tonta e bêbada. É beijada por um menino que sabe que ela está alcoolizada e que no final, é considerado um herói. Essa questão do menino beijá-la sabendo que ela estava bêbada me causou forte aversão e eu sinceramente não sei como que interpretei isso quando li o livro pela primeira vez, mas agora, adulta, não enxergo isso de forma normal. Para mim foi abuso!!!
Resenha AQUI

Esta foram as minhas respostas para cada integrante do nosso sistema solar. Espero que vocês tenham gostado das respostas e eu gostaria de saber quais livros vocês escolheriam para essa tag. Deixem nos comentários porque vou adorar conferir.

Beijos

13 comentários:

  1. Oi, Ivi!
    Ainda não tinha visto essa TAG. Não li nenhum dos livros que citou, mas ontem mesmo coloquei "Os miseráveis" na minha lista de desejados na Amazon.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem?
    Adorei essa tag e as suas respostas. Sobre A Marca de Uma Lágrima, foi um dos primeiros livros que li e me lembro de ter ficado encantada com tudo. Mas depois disso nunca mais li. Agora que você mencionou, percebo o quão errado essa história é, porque realmente beijar uma menina - sequer era maior de idade! - bêbada numa festa é abuso sim! Fiquei bem triste agora, mas agradecida por ter me aberto os olhos para isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei essa tag, até salvei, vou fazer ela em vídeo.
    Os Miseraveis também tenho. Mas meu maior livro mesmo é um do Ken Follet e Decamerão que é grandinho

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Não conhecia essa tag ainda, mas achei bem bacana e já salvei para responder lá no blog em breve. Todo mundo fala super bem de "A marca de uma lágrima", eu até tenho curiosidade de ler, mas agora fiquei com um pé atrás. Adorei tuas respostas!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi, tudo bem ?
    Não conhecia a TAG e dos livros que indicou ainda não li nenhum, ainda tenho muita curiosidade em ler os livros de Julia Quinn.
    Engraçado como os livros que lemos em outras fases de nossas vidas em dado momento não funcionam mais né ?! Isso tbm acontece comigo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ivi.
    Me apaixonei pela TAG e, enquanto ia lendo as suas respostas, já ia pensando nas minhas!!!
    Vou responder com certeza!!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Ai! Amo/sou A Marca de uma Lágrima!
    Lembro que li uma versão beeeeeeeeeeeem resumida mesmo de Os Miseráveis e por isso sou apaixonada pela história. Um dia me arrisco na edição completa.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #SorteiodaAmizade no twitter; três livros, um ganhador

    ResponderExcluir
  8. Adorei essa booktag! Dos livros que você apresentou, li apenas a série da Julia Quinn e eu adorei. Tenho muita vontade de ler "em algum lugar das estrelas" e tenho que dizer que essa capa é lindíssima mesmo.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ivi!
    Houve uma época em que eu adorava responder TAGs, mas depois de um tempo eu cansei. No entanto, eu não conhecia essa.
    Sobre as respostas, o único livro que também li foi Eu Vejo Kate e gostei bastante da leitura. Preciso ainda ler o segundo...
    A minha maior série é Rangers: Ordem dos Arqueiros, que tem 12 ou 13 livros, além da nova série. Quero muito ler Em Algum Lugar nas Estrelas.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/2020/04/resenha-olga.html

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Adorei a TAG e suas respostas. Acho que Os Bridgertons foi realmente uma das maiores séries que li também, e meu primeiro livro lido admito que não lembro, só aquele que me fez retornar ao hábito de leituras. O maior da minha estante é com certeza It, A Coisa. Como falei, amei a postagem <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Gostei de mais da TAG, muito criativa e bem bolada. Um dos maiores livros que tenho aqui também é "Os miseráveis" e quando era criança, li "A marca de uma lágrima" e gostei muito.

    ResponderExcluir
  12. Oi Ivi!

    Que Tag diferente! Achei incríveis as respostas que deu para as perguntas. Confesso que desisti de ler Os Bridgertons, não pelo tamanho, mas porque não curti a escrita da Quinn nessa série.

    ResponderExcluir
  13. Oi Ivy
    Eu adorei essa tag e vou salvar pra responder logo. Faz tempo que não respondo tags no blog, deu saudades hahaha. Adorei ver as suas respostas. Um dos primeiros livros que tenho lembrança de ler também é da Maria José Dupre, da mesma coleção que o livro que você citou: A montanha encantada. Acredito, inclusive, que seja com as mesmas personagens. Foi um livro que já li tantas vezes, e sempre que releio me encanto, mesmo já tendo meus quase 30 anos.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir