8.3.19

Em Algum Lugar das Estrelas (Clare Vanderpool)

FICHA TÉCNICA
Nome original: Navigating Early
Autora: Clare Vanderpool
Tradução: Débora Isidoro
País de origem: Estados Unidos
Número de páginas: 288
Ano de Lançamento: 2017
ISBN-13: 9788566636833
Editora: Darkside Books

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 14º livro lido em 2019 e foi Em Algum Lugar das Estrelas (Clare Vanderpool). Ganhei este livro no meu aniversário do ano passado e não vou negar que só o coloquei na minha lista de desejos por causa da beleza desta capa. Imaginem minha cara quando além da beleza da capa, a diagramação interna é também luxuosa e a história uma das melhores do gênero??? Sim, já adianto que adorei o livro.

O livro nos traz Jackie Bakers, um garoto americano de 13 anos vivendo o pós-guerra nos Estados Unidos em 1945. Ele perdeu a mãe, com quem tinha uma relação muito carinhosa e o pai decide colocá-lo em um colégio Naval no Maine. Lá, Jackie é mais um entre muitos garotos, mas acaba fazendo amizade com o mais peculiar deles: Early Auden, um menino que é deixado sem muita supervisão, tem hábitos sistemáticos e talentos extraordinários. Ele tem uma playlist para cada dia da semana e quando fica muito ansioso ou nervoso, se acalma separando balinhas de goma pela cor.


Jackie tenta lidar com a morte da mãe, o abandono do pai e isso se dá se envolvendo nas peculiaridades do amigo e a mais surpreendente é que Early considera que o número pi – sim, o 3,14 – e suas centenas de decimais, contam uma história. Inspirado por ela, Early está determinado a empreender uma jornada e Jackie o segue, apesar de não acreditar completamente nos argumentos do amigo. Os dois então se embrenham nas florestas do Maine e vivem várias aventuras loucas, nas quais Jackie aprende mais sobre o amigo e sobre si mesmo, além de descobrir o que os dois têm em comum.


Foi uma leitura deliciosa para mim porque além da originalidade do enredo, a autora usou muitos elementos para nos afeiçoarmos aos dois personagens principais. Conforme Jackie apresenta o Early e suas excentricidades, conseguimos entender que ele pode ter a síndrome de Aspenger, mas essa possibilidade não é mencionada em momento algum na história, uma vez que ela se passa em uma época em que a síndrome ainda não havia sido estudada. A escritora enche o enredo de metáforas e vários momentos engraçados, responsabilidade do narrador que é bem sarcástico, ainda mais em confronto com Early e sua sinceridade absoluta. 

Juntamente à aventura dos dois garotos, temos a história de Pi (o personagem inventado por Early), que se relaciona com as situações e pessoas que os meninos encontram em sua viagem. Temas sérios como o luto são tratados com seriedade e leveza, nos dando oportunidade para refletir sem nos deixar melancólicos.


Eu amei tudo no livro!!! O projeto gráfico é impecável, porém a história é ainda superior a toda beleza física que a edição brasileira ganhou. O livro fala sobre amizade, perda, empatia e nos faz desejar voltar a infância e ter um amigo como Early. Foi o meu primeiro contato com a autora, mas a partir desta excelente porta de entrada, já quero ler tudo o que ela publicar porque foi uma leitura extremamente proveitosa.

Super recomendo para quem gosta de livros que envolvem personagens jovens, mas com enredos maduros e bem desenvolvidos. O livro é realmente maravilhoso.

Eu amei.


Um pouco sobre a autora: Clare Vanderpool cresceu lendo livros em lugares incomuns: vestiários, banheiro, andando pela calçada (às vezes, dando com a cara em postes), igreja, aula de matemática. Ela desconfia que alguns professores sabiam que ela escondia um livro atrás do livro da escola, mas os bons nunca falaram nada. Clare foi a primeira autora estreante a receber o cobiçado prêmio John Newbery Medal de mais distinta contribuição para a literatura infantil norte-americana, da American Library Association. Seus livros publicados no Brasil são:

  • Minha Vida Fora dos Trilhos
  • Em Algum Lugar das Estrelas

11 comentários:

  1. Essa capa é uma beleza mesmo, então saber que adorou a história é animador. O que mais me chama a atenção é o fato do narrador ser sarcástico, adoro livros com esse tipo de narrativa, assim como gosto da ideia de refletir sem ficar melancólica. Quero conhecer Jackie e a sinceridade de Early. Sugestão super anotada.

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ivi!
    Esse é um dos livros que a DarkSide lançou a uns dois anos para cá que quero muito ler. Apesar de ainda ter todo aquele clima do término da guerra, me parece que a autora consegue equilibrar bem isso com a vida do jovem Jackie. Já tenho esse livro em casa e concordo que a edição está lindíssima!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Ivi. Eu sempre via muitas resenha sobre esse livro, mas até então nunca tinha tido tanto interesse em ler a história como agora. Sou apaixonada por tramas que trazem crianças protagonistas, e mais ainda quando tem uma amizade bonita como essa para agregar mais emoção como essa. amei conhecer um pouquinho dos personagens e saber que a história é leve e muito boa. Obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu tenho esse livro desde o lançamento mas ainda não tinha lido. Fiquei super curiosa por saber que tem uma demonstração sobre uma possível Síndrome de Asperger e os personagens parecem terem sido trabalhados com muito cuidado deixando a leitura bem envolvente.
    Adorei suas considerações!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Olá, Ivi.

    Esse livro me atraiu mais pela capa do que pela história em si, rs.
    Me dá um aperto no coração, pois o menino teve que lidar com o luto muito cedo e não teve o apoio de seu pai durante essa jornada, ele praticamente foi abandonado. Mas é bom saber que ele faz um amigo que junto com ele irá ter grandes aventuras. Tenho muita vontade de ler esse livro!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ivi!
    Tenho esse livro, mas ainda não li, é a primeira resenha que leio dele, fiquei muito curiosa sobre a história, é tão bom quando lemos história com personagens bem desenvolvidos, e a mensagem sobre o enredo é bem clara. Parabéns pela resenha, obrigado por me lembrar desse livro vou colocar na frente de minhas leituras, bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ivi, do jeito que sou chorona, me emocionei com a sua resenha e tenho certeza que eu choraria demais com o livro, não sei lidar com histórias que envolvem crianças, meu coração não aguenta haha. Concordo contigo, essa capa é linda demais e também adicionei na minha lista por conta da beleza. Adorei a resenha, sempre muito sincera.

    ResponderExcluir
  8. Oi, que bom saber que curtiu essa leitura. Eu já tinha o livro há meses mas só li recentemente em uma leitura conjunta e gostei muito dele, do enredo e dos personagens. A edição é mesmo super caprichada.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, que livro lindo!!! Estava com muita vontade de ler essa obra, mas agora que li sua resenha e vi as fotos, minha vontade quadruplicou. Preciso adquirir o meu, urgente!!! Valeu pela dica.

    ResponderExcluir
  10. Olá Ivi!!!
    Esse livro está na minha lista de livros que quero ler a um bom tempinho e admito que também na minha lista ele está lá por conta dessa capa maravilhosa e da diagramação que já vi inúmeras vezes em fotos de outras resenhas.
    Fico feliz que não tenha se decepcionado com o enredo e que a história tenha sido maravilhosa a ponto de você querer conhecer mais obras da autora.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oie!!

    Esse livro tem me chamado a atenção desde a epoca do seu lançamento, mas confesso que apesar de me parecer um livro bem gostoso, complexo e muito bem escrito acima de tudo. Adorei a sua resenha!

    beijos

    ResponderExcluir