6.4.18

Filme da Vez #69 Jogador Número 1

FICHA TÉCNICA:
Título Original: Ready Player One
Ano de Produção: 2017
Lançamento no Brasil: 29 de março d e2018
Duração: 140 minutos
Gênero: Aventura e Ação
País de Origem: Estados Unidos
Classificação Etária: 12 anos
Direção: Stephen Spielberg
Elenco: Ben Mendelsohn, Mark Rylance, Olivia Cooke, Simon Pegg, T. J. Miller, Tye Sheridan, Elisa Perry, Hannah John-Kamen, Kae Alexander, Lena Waithe, Letitia Wright, Ralph Ineson, Simone Kirby, Win Morisaki.
Sinopse: O ano é 2044 e o mundo real está numa terrível situação. Como a maioria das pessoas, Wade Watts escapa de sua desanimadora realidade passando horas e horas conectado ao OASIS - uma utopia virtual que permite a seus usuários ser o que eles quiserem, um lugar onde você pode viver e se apaixonar em qualquer um de seus milhares de planetas. E, como a maioria da humanidade, Wade sonha em encontrar o grande prêmio que está escondido nesse mundo virtual. Em algum lugar desse playground gigante, o criador do OASIS escondeu uma série de enigmas que premiará com uma enorme fortuna - e um poder muito grande - aquele que conseguir desvendá-los.

Oi gente que ama livros, hoje vamos conversar um pouco sobre o filme Jogador Número 1, adaptação cinematográfica do livro de mesmo nome de Ernest Cline.

Quando o livro foi lançado e  todo mundo que eu conhecia estava lendo, eu não me interessei porque afinal, livro de vídeo game não me atrai em nada. Quando se falou que o livro seria adaptado, meu desinteresse foi o mesmo. Porém tenho que confessar que os elogios que foram feitos por quem teve a oportunidade de ver o filme antes do lançamento, me deixaram curiosa e lá fui eu conferir a produção no cinema com o meu herdeiro.



E já adianto que saí da sessão do cinema pra lá de satisfeita, ainda que uma sensação de deja vú tenha me envolvido durante o filme. O novo longa de Steven Spielberg, não é exatamente novo, mesmo que exiba uma capa tecnológica na qual é envolto e das muitas referências ao mundo da cultura pop dos anos 1970 e 1980.

O diretor fez quase a mesma coisa em seu grande sucesso, E.T. — O Extraterrestre (1982), tendo como base narrativa o princípio do “role playing game”, um tipo de jogo sem tabuleiro em que os concorrentes assumem personagens em uma aventura criada por um dos envolvidos .Em Jogador nº 1, ele dá um passo à frente no futuro, ao situar seus personagens, os mesmos jovens nerds estranhos, comuns em filmes do gênero, em um roteiro que envolve realidade virtual e adultos ambiciosos em busca de dinheiro, em um mundo decadente e de grande desigualdade social. É nesse contexto que Wade/Parzival, o protagonista, junto com Samantha/Art3mis, Helen/Aech, Sho/Akihide e Daito/Toshiro, amigos que se conheceram através de um jogo, enfrentam o vilão Sorrento.

O ritmo vertiginoso, embalado por uma trilha sonora eletrizante, ajuda a entrar no clima e temos um enredo cheio de aventura, inserindo amizade, honestidade e superação em cada cena.

Jogador Número 1 se passa em 2045, quando o mundo "real" é assolado pela pobreza, e a válvula de escape é um universo paralelo de realidade virtual conhecido como Oasis.

Oasis é um jogo inventado pelo nerd James Halliday  que, quando morre, em 2040, deixa um desafio: aquele que encontrar o easter egg - é um ovo mesmo - a partir do cumprimento de três provas, ganha o controle total do sistema - e uma bagatela de meio trilhão de dólares.


Ninguém é mais fã do magnata do que o órfão Wade Watts, o que credencia o jovem com cara de "garoto comum" ao favoritismo na corrida ao Ovo. Ao longo do percurso, Parzival - nome do avatar que ele adota dentro da Oasis, reúne um time de amigos, com direito a um romancinho fofo também.

Com um vilão bem inescrupuloso, os jovens precisam encontrar o Ovo e evitar que toda a empresa caia na mão de Sorrento, um empresário mal intencionado.

Os efeitos visuais e sonoros do filme são incríveis e existe no roteiro uma homenagem fortíssima ao filme O Iluminado, lembrando inclusive que Stephenn King odiava o filme, em um paralelo que às vezes o criador original de determinado produto, não aprova os desdobramentos que sua criação ganhou.

Enfim, é um filmão e se puder ver em 3D eu indico, porque quase todo o filme usa o recurso e as cenas de ação e guerra, são incríveis com os objetos saindo da tela.

Eu adorei!!!

Trailer Oficial

11 comentários:

  1. Oi, Ivi.
    Fiquei super curiosa depois dos comentários da galera. Na real eu imaginava que fosse completamente diferente do que a trama se apresenta. Já tive o livro em mãos diversas vezes e não dei o devido valor, agora estou bem arrependida.
    Adoro distopias e acho que vou curtir bastante essa.
    Feliz que o filme está fantástico, ansiosa para ver os comentários sobre a relação dele com o livro (apesar de que para mim, que não li, acho não fará muita diferença).
    Beijos,
    Barb.
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem?
    Eu li o livro faz um tempinho.
    Mas curti muito.

    Uma busca emocionante, perigosa e desenfreada começa e nela encontra-se um jovem de dezoito anos desprovido de recursos e que pretende ir até o fim mesmo que essa busca apresente perigos reais para ele!

    Um livro atual que condiz com nossa realidade pelo vicio das redes sociais. Juro que vira e mexe me pergunto como se portarão as pessoas daqui a uns 20 anos.
    A tecnologia vem evoluindo muito e a perspectiva apresentada pelo autor não é tão difícil de imaginar!

    Identifiquei-me muito com vários termos citados o que tornou a leitura ainda mais agradável e palpável, pois me vi dizer em voz alta, conheço isso!

    Enfim.. Recomendo o livro e amei cada página lida!

    Curiosa pelo filme.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi! Antes dessa falação todo sobre o filme eu nem conhecia o livro. E divido minha opinião com a sua no começo, não me interessou.
    Agora, com tantos elogios e boas críticas, talvez eu possa assistir. Não sou muito chegada a distopias, mas quem sabe vendo o filme eu ache legal. Sou muito fã de SS, e os filmes dele arrasam sempre. Obrigada pela dica!

    Bjoxx – http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu estava mesmo super curiosa para ver uma resenha desse filme. Não cheguei a ler o livro ainda, mas pelo seu post, acho que vou gostar de conferir esse filme que parece bem agitado.

    ResponderExcluir
  5. Menina, não conhecia o filme e menos ainda o livro, mas o filme sendo de quem é com certeza tem tudo para me satisfazer também.
    Confesso que o enredo me lembrou um episódio da quarta temporada de Black Mirror e fiquei curiosa pela homenagem ao filme O Iluminado, que eu amo de paixão. Não é um filme que eu me dedicaria a ver, mas tendo a oportunidade não teria porque dizer não.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ivy!
    Já me recomendaram a leitura de O jogador número 1, mas na época eu dei preferência para outras leituras. Agora estou aqui roendo as unhas de curiosidade, mas queria ler antes de assistir (acho que vou ter que assistir primeiro. rsrs)

    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Olá Ivi!

    Eu, assim como você não sou uma pessoa que se interessa muito por esse universo de video-games e tudo mais, por isso tbm não me interessei em assistir esse filme ou ler o livro.
    Entretanto, a sua resenha me deixou bem tentada e curiosa.

    beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Eu fiquei tão fora de órbita nesses últimos tempos que nem vi o lançamento desse filme. Parece ser uma história bem gostosa e algo que eu gostaria muito de acompanhar.
    Não li o livro, mas pretendo assistir ao filme.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ivi! Tudo bem?
    Eu estou bastante curiosa para ver esse filme, mas ainda não li o livro e por isso não sei quando irei assistir.
    Fiquei muito feliz de ver o quanto você gostou do filme. Confesso que os últimos trabalhos do Spielberg que eu vi deixaram muito a desejar, então, estava com o pé atrás. Mas, pelo que você falou, vale muito a pena conferir.
    Assim que eu ler o livro, vou assistir.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ivi!
    Estou louca para ver esse filme! Adoro o livro, lembro que quando li fiquei viciada na leitura, é uma história eletrizante e com certeza vou adorar ver no cinema. Assim que puder vou conferir!

    Beijos,

    Rafa - Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  11. Olá Ivi,
    Eu tenho vontade de ler esse livro para, então, assistir ao filme. Até ler sua resenha não sabia muito o que esperar da história, mas agora acho que você formou uma boa ideia em minha cabeça e gostei disso. Eu não curto assistir filmes 3Ds por conta do óculos, mas vou arriscar.
    Eu achei o ponto alto dessa história o fato de o vilão ser inescrupuloso. Vou anotar a dica!
    Beijos

    ResponderExcluir