10

Infinito + Um (Amy Harmon)

FICHA TÉCNICA
Nome original: Infinity + One
Autora: Amy Harmon
Tradução: Luciana Cammarota
País de origem: Estados Unidos
Número de páginas: 336
Ano de Lançamento: 2015
ISBN-13: 9788576864424
Editora: Verus Editora
SKOOB

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 24º livro lido em 2016 e foi INFINITO + UM (Amy Harmon). Depois de duas experiências maravilhosas com a escrita da autora, quando vi este lançamento no Brasil, não pensei duas vezes e mergulhei na leitura.
"Cair pode parecer gostoso, mas aterrissar não é. " página 17
O livro nos traz a Bonnie, uma jovem de vinte e poucos anos que está vivendo o auge do seu sucesso como cantora country nos Estados Unidos. Ela venceu um concurso musical e a partir disso, sua carreira deslanchou meteoricamente. Bonnie tinha uma irmã gêmea que infelizmente faleceu de câncer e o livro começa com Bonnie vivendo o seu luto de forma triste e angustiada, ainda que já se tenha passado mais de um ano desta perda. Sua avó, que também que é sua empresária, é viciada em trabalho e faz Bonnie viver horários malucos e uma agenda apertada, afim de que o sucesso não esfrie. Porém ela está tão melancólica e confusa, que em um momento de saudade e dor, decide se matar, jogando-se de uma ponte em Boston. Mas ela não consegue concluir seu plano de suicídio, porque aparece um rapaz para impedir seu salto. Seu nome é Finn e ele tira Bonnie de lá e ela com medo que sua avó a alcance e a force a continuar trabalhando sem parar, Bonnie decide ir com Finn de carro até Las Vegas. A principio Finn rejeita a proposta da garota – ele não a reconhece porque antes da tentativa de suicido, ela havia cortado os cabelos bem curtos e tingido de preto – mas acaba cedendo e carregando Bonnie com ele.

O livro então irá se desenvolver nos dois atravessarem o país de carro, Finn em busca de esquecer os últimos anos. Como Bonnie, ele também tinha um irmão gêmeo que morreu de uma forma violenta, nos braços dele. Ele quer recomeçar em um lugar diferente e enterrar os últimos anos da sua vida. Finn é um rapaz prodígio, apaixonado por matemática e com um raciocínio brilhante e Bonnie, é uma garota sonhadora, entristecida pelas contingências da vida e com um talento espetacular para a música.

A narrativa faz um paralelo interessante sobre a vida de Bonnie e Clyde, casal de bandidos que morreu nos anos 30, executados após fugir da polícia em função de inúmeros assaltos. Como o sobrenome do Finn é Clyde, a autora usou o casal original para desenvolver a história do casal fictício. Com uma narrativa romântica e intensa, vemos Bonnie e Finn se aproximando, se envolvendo e se apaixonando, como era de se esperar e nesta jornada pelo interior dos Estados Unidos, confusões e mal entendidos vão acontecendo.

Confesso que a narrativa me prendeu bastante em grande parte da leitura, porém, as situações começaram a gerar um certo cansaço em mim, porque do meio do livro para o final, tudo vai perdendo um pouco da consistência e do brilho da história.

Na minha opinião, dentre todos os livros que eu li da autora, este aqui foi o menos envolvente e cativante e eu já estava exausta quando consegui virar a última página. O desenvolvimento do amor entre Bonnie e Finn é bonito e crível, mas ainda assim, achei cansativo e algumas situações desnecessárias. Acho que o livro poderia ser mais enxuto e coeso.
"Às vezes, a esperança é a única diferença entre a vida e a morte." página 123
Ainda assim, recomendo para aqueles que gostam de romance com uma boa road trip na narrativa. Na verdade, esta foi a parte mais interessante do livro para mim, mas ainda assim, o romance é bonito e bem construído. Para os fãs da Amy Harmon, é um livro que não se iguala à The Law of Moses e nem chega perto de Beleza Perdida, mas tem uma escrita a bonita e sensível.

Para os românticos de plantão, com certeza agradará.


Um pouco sobre a autora: Amy Harmon é uma escritora americana que atualmente está marcando presença nas listas de livros mais vendidos do Today e New York Times. Além de escritora, é professora e palestrante motivacional. No Brasil, seus livros publicados são:
Infinito + Um
Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Oi Ivi,
    Acho que Amy Harmon escreve de uma maneira maravilhosa, e como amo romances desse tipo (sou romântica ao extremo mesmo haha), recomendo muito essa leitura. Já li Beleza perdida e esse e fiquei apaixonada pelos dois. Bom, que pena que você não se envolveu tanto... espero que curta outras leituras se for lançado novos títulos da autora.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oiee Ivi ^^
    Eu adoro histórias que mencionam suicídio, e também adoro livros onde os personagens entram num carro e saem viajando por aí ♥ Só vi resenhas positivas desse livro, então estou mais do que animada para lê-lo, mas é uma pena que algumas partes tenham sido cansativas para você, espero que isso não aconteça comigo também *-* Também sou doida para ler "Beleza perdida", não sei qual dos dois eu quero ler mais...hehe' ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Ivi!
    Eu já li esse livro e gostei bastante da trama. Eu ainda não li o livro The Law of Moses que citou, mas já li Beleza Perdida no qual eu gostei da trama. Não lembro de ter me emocionado como algumas pessoas me falaram, mas a história é delicada. Vamos ver o que mais teremos da autora aqui no Brasil, rs.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Li Beleza Perdida e me encantei! Quando lançou esse livro, fiquei louca querendo lê-lo, minhas expectativas estavam muito altas, e agradeço minhas leituras atrasadas por não ter lido antes, pois estou vendo inúmeros comentários sobre o meio e o fim do livro, e não me agradou muito. Com certeza lerei, mas não por agora, estou com medo de me decepcionar.

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/2016/03/resenha-111-pequenas-grandes-mentiras.html

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi eu estou bem curiosa com esse livro e é a primeira resenha que eu leio sobre ele, achei o enredo bem fraquinho apesar da história ser interessante mas não acho que seja algo que me apaixone. MAs ainda quero ler, parece ser uma leitura gostosinha e leve

    ResponderExcluir
  6. Ooi, mesmo com os pontos negativos que vice citou do livro, acho que daria uma chance pra ele, pois fiquei curiosa com a personagem tentando se suicidar, e também por amar livros de romance. É uma leitura que eu faria, mas não no momento.

    Beijos
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Ivi,
    nunca li nada da autora, mas vi e desejei esse livro desde o lançamento, mas lendo suas considerações a respeito acho que vou preferir iniciar minhas leituras por um outro livro dela, pois quero ter acesso ao melhor para não ficar com uma impressão ruim e desanimar dos livros dela. Adorei a resenha sucinta e sincera.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  8. Já conhecia esse livro, mas nunca li nada da autora, e por isso agora não se se leria esse livro, me interessei por ele, mas não a ponto de me fazer querer ler de imediato. Vou aguardar mais um pouco e quem sabe mais pra frente.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Ivi lindona eu adoro essa capa, gosto da premissa do livro, do encontro de duas pessoas em fases tão diferentes de suas vidas, ela que deixou tomarem as rédeas de sua vida, e para as mudanças precisamos de coragem, uma pena o livro perdeu o ritmo, mas mesmo assim quero acompanhar esse casal. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Sou completamente louca para ser esse livro, mas ainda não tive a oportunidade, me falta dinheiro heheee Quero ler Beleza Perdida também, nunca li nada da autora.
    Gente que triste isso do personagem ter visto o irmão gêmeo morrendo em seus braços;
    Uma pena o livro ter perdido o brilho e a leitura ter ficado mais lenta. Espero que comigo seja diferente.
    Adorei sua resenha.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014