20

Tag: Livros Abandonados

Oi gente que ama livros, hoje trago pra vocês a tag LIVROS ABANDONADOS que consiste em falar de alguns dos livros que eu abandonei a leitura. Não costumo desistir fácil de uma leitura, na verdade insisto bastante, mas em alguns casos, realmente foi bem complicado ir até o final e eu acabei abandonando.

Vamos lá conferir???

1-) O SIMBOLO PERDIDO (Dan Brown)
Sinopse: Depois de ter sobrevivido a uma explosão no Vaticano e a uma caçada humana em Paris, Robert Langdon está de volta com seus conhecimentos de simbologia e sua habilidade para solucionar problemas. Em 'O Símbolo Perdido', o professor de Harvard é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon - eminente maçom e filantropo - a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar lá, descobre que caiu numa armadilha. Não há palestra nenhuma, Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo. Mal'akh, o sequestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse. E está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo. Vendo que essa é sua única chance de salvar Solomon, o simbologista se lança numa corrida alucinada pelos principais pontos da capital americana - o Capitólio, a Biblioteca do Congresso, a Catedral Nacional e o Centro de Apoio dos Museus Smithsonian. Neste labirinto de verdades ocultas, códigos maçônicos e símbolos escondidos, Langdon conta com a ajuda de Katherine, irmã de Peter e renomada cientista que investiga o poder que a mente humana tem de influenciar o mundo físico. O tempo está contra eles. E muitas outras pessoas parecem envolvidas nesta trama que ameaça a segurança nacional, entre elas Inoue Sato, autoridade máxima do Escritório de Segurança da CIA, e Warren Bellamy, responsável pela administração do Capitólio. Como Langdon já aprendeu em suas outras aventuras, quando se trata de segredos e poder, nunca se pode dizer ao certo de que lado cada um está.
Ganhei este livro em 2010 e corri para o livro, bem curiosa pela leitura. Seria o meu primeiro (e último) contato com a escrita do famoso e reverenciado Dan Brown, porém, não passei da página 90. Não sei exatamente o que me incomodou tanto na escrita do livro e quero pensar que eu não estava no momento certo para ler este livro. Não penso em retomar esta leitura, mas acredito que se eu lesse outra coisa do autor, poderia gostar bastante, mas este aqui, realmente não funcionou para mim.

2-) PEÇA-ME O QUE QUISER (Megan Maxwell)
Sinopse: Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.
Quando comecei a ler este livro, eu à sabia que se tratava de um romance erótico, gênero que realmente não aprecio, mas como adoro música em espanhol e o livro mencionava muitas músicas assim, comecei a ler, muito empolgada, mas não deu certo. Um milhão de cenas sensuais, um enredo comum e uma escrita vulgar, fizeram eu parar de ler antes da página 50. Sei que a autora é adorada entre seus fãs e aqui no blog, a Kelly é uma destas admiradoras, mas não consegui me conectar com a história e deixei pra lá.

3-) IRRESISTÍVEL (Sylvia Day)
Sinopse: Sete anos antes, às vésperas de seu casamento, Jessica testemunhou sem querer uma cena íntima protagonizada por um casal, ao ar livre. Ainda que se sentisse estranha naquela posição de voyeur, ela ficou magnetizada, sem conseguir sair do lugar. Mesmo sem compreender os motivos, ela se viu completamente excitada, e a cena com aquele homem povoou seus sonhos por muito tempo: Alistair era o nome dele. Durante os anos de um casamento sem grandes marcos, a imagem de Alistair continuou alimentando a imaginação de Jessica, provocando sonhos e fantasias que ela não ousava contar para ninguém. Agora Jess passava por momentos decisivos. Viajar para o Caribe a fim de recomeçar a vida parecia ser a melhor coisa a fazer. Tendo perdido o marido um ano antes, decide fazer a viagem e acaba encontrando Alistair no mesmo cruzeiro.... E os sete anos de prazeres negados pareciam agora detidos apenas por algumas finas camadas de seda... e a certeza de que já haviam esperado o bastante. Diferenciais/Comentários Enquadra-se no gênero de livros de literatura erótica. A autora já é best-seller no Brasil e no mundo com outros títulos como “Toda Sua” e “Profundamente Sua”.
Olha eu insistindo no gênero erótico, mesmo sabendo que não é a minha praia. Abandonei o livro antes da página 50 e sinceramente, não lembro de absolutamente nada do enredo, nem o nome dos personagens eu lembrava antes de pesquisar a sinopse da obra. Enfim, esta é mais uma daquelas autoras que arrastam multidões para seus lançamentos, mas realmente, eu não sou uma destas pessoas.

4-) OUTLANDER (Diana Gabaldon)
Sinopse: Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros. Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?
Mais um daqueles livros que eu comecei a ler muito empolgada, estimulada pelos muitos elogios que eu tinha lido a respeito da série, porém, toda essa empolgação foi se perdendo a cada parágrafo. Não conseguia me conectar com a história e me sentia entediada ao ler. Senso assim, acabei abandonando na página 70, mas este é o único caso que pretendo ainda insistir utra vez. Acho que não estava no momento certo e ainda acredito que eu possa vir a gostar da obra.

5-) CICATRIZES (Eva Zooks)
Sinopse: Perdida em um mar de ilusão. Afogando-se em uma onda de solidão, entregando-se as pequenas chances e esperanças de enfim recomeçar, Cassie luta contra o mar bravio e revolto que está sua vida, caminhando em direção ao farol, seu porto seguro. Hawke. Um homem bem sucedido que vê sua vida virada as avessas com a entrada desse furacão. Uma batalha será travada, de um lado o amor, quase obsessivo de Cassie e de outro a força centrada e resoluta de Hawke. Princípios serão quebrados, lágrimas derramadas, corações dilacerados. Tudo em nome do amor.
Na verdade, eu não abandonei este livro, mas faltou pouco, muito pouco para eu desistir, mas como se tratava de um livro de parceria, eu cumpri com a minha responsabilidade de ler o livro até o final. Mas como a leitura não foi proveitosa, creio que o melhor teria sido abandonar. O livro é recheado de clichês mal construídos e com inúmeras inconsistências na trama e para mim, realmente foi uma leitura pouco proveitosa.

Estes foram os livros que eu lembrei ter abandonado ao longo de tantos anos de amor pelos livros. Agora eu quero saber quais foram os livros que você abandonou. Deixe nos comentários quais foram, e se responder a tag no seu blog, deixe o link para que eu possa conferir também.

Beijos
Comentários
20 Comentários

20 comentários:

  1. Oi, Ivi!
    Geralmente eu não abandono livros porque eu sou curiosa pelo final. Mas tem alguns que nem com reza braba eu consigo terminar. Os da Sylvia Day são um exemplo.
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  2. Olá Ivi!
    Nunca abandonei nenhum livro, felizmente.
    Não acredito que você abandonou O Símbolo Perdido. Esse livro é tão incrível, mas você já deve ter ouvido isso de alguém haha
    Romances eróticos não funcionam muito comigo então nem costumo ler. Agora, Outlander? Fiquei chocada e com receio de não gostar, pois tenho muuuita vontade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Ivi!
    Outlander é um livro bom, mas a autora enrola demais na história. Para quê tantas páginas? Fala sério, não existe braço que aguente kkkkkkk
    Quanto ao abandono de leitura, eu já abandonei algumas, mas é dificil, sempre tento ler até o final.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi,ainda não li nenhum dos livros dessa lista,mas tenho esse do Dan e como as críticas são boas quero ler um dia e espero não abandoná-lo também. Não sou de abandonar leituras, sempre sou de deixar de lado e voltar a ler na hora certa, sempre funciona.

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Amiga até então livros que abandonei e não li até o fim foram 2
    Os outros eu li, mas teve uns que não gostei de jeito nenhum e tenho até vontade de passar pra frente, porque a leitura realmente não me agradou. Mas isso acontece né? Fazer o que....Mas espero que você não se decepcione mais com outras leituras =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-ilha-dos-dissidentes.html

    ResponderExcluir
  6. Poxa! Você abandonou o símbolo perdido?
    É um livro meio chatinho no início, mas depois fica perfeito.
    Os outros que você citou eu nunca li, mas foi interessante saber as razões do seu "abandono".
    O único livro que abandonei foi Marina, de Carlos Ruiz.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Oie ^^
    Nunca li nada do Dan Brown, mas sabe que eu não tenho curiosidade de ler? Não sei, não é o tipo de leitura que eu curto muito *-* Tinha curiosidade de ler "Cicatrizes", mas saber que é um pouco clichê me desanimou um pouco. Estou animadíssima para ler "Outlander", mas confesso que o tamanho dele desanima um pouco...
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho poucos livros abandonados, como Fallen (por causa de mimimi) e Maldosas (por causa de tudo ser muito patty), Outlander tive vários momentos de preguiça, mas o esquema para mim for ler nas férias e em caso de sono ler algo leve e curto entre para dar uma pausa e funcionou super bem para mim, já me vi fazendo isso várias vezes para não largar o livro, fiz com o Hobbit e Coração de Tinta por exemplo.
    Nunca li nada do Dan Brown e já vi muitos largarem os livros dele!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Não te entendo... se você não gosta do gênero, por que tem tantos dele? Eu tenho esse problema com livros sobrenaturais, mas mesmo assim leio todos até o final. Por que a maioria tem uma escrita muito boa e deixo isso me levar. Tenta relê-los e não se importar tanto com a história e mais com a escrita (#ficaadica).
    A maioria dos blogueiros não gostam de "Simbolo Perdido", então não se sinta sozinha kk
    Até logo,

    Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
  10. Olá, Ivi.
    Eu não sou de abandonar nenhuma leitura, raramente faço isso. Sempre fico na esperança de que vai melhorar hehe. Mas deveria aprender a abandonar porque com tantos livros bons para ler, não devemos ficar lendo o que não gostamos. Desses só li O simbolo Perdido e adorei. Não é o meu preferido do autor, mas gostei bastante também. Se você não gostou desse, nem leia outros, porque todos seguem essa mesma linha.

    ResponderExcluir
  11. Oiie Ivi,

    Menina abandonou muitos livros heim? Eu abandonei até agora só 1, mas não gosto, porque eu sou louca para saber o final kkk Entre esses ai, fiquei com vontade de ler o CICATRIZES (Eva Zooks).

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  12. Também sou de insistir muito, mas ultimamente tenho largado de lado quando os livros não me prendem.
    Abandonar mesmo (sem dar a chance para tentar novamente) eu só me lembro da série House of Night - que parei no quinto e ainda acho que fui longe...rs E de Chama Negra da Alyson Noel... Estava tão empolgada com a série, mas o terceiro livro foi um sacrificio ler e o quarto não cheguei na metade...
    Sabe que eu adorei Código da Vinci e foi uma leitura que fiz muito rápido, mas Simbolo Perdido não aconteceu para mim... Então, acho que o problema maior é o livro e não o autor... Mas concordo com você com essa coisa de momento para se ler um livro, isso influencia muito na hora da leitura.
    Eu sou uma das fãs da Megan, mas acho que não é um livro para qualquer leitor. Acho que até quem curte o gênero pode não gostar da forma dela de escrever...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  13. Oiee!!
    Tendo tanta coisa para ler hoje em dia, quando uma leitura esta se arrastando para mim eu não insisto muito mais, pois o tempo que perco lendo algo que não estou gostando posso investir em algo que realmente eu possa gostar!!
    Pelo jeito seu maior problema é mesmo com os romances eróticos né rs!!
    Outlander me assusta um pouco pelo tamanho rs!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Ivi, sabe que eu também sou muito difícil para abandonar algum livro, geralmente eu insisto até o fim, mas tem vezes que não da né? eu nunca li nenhum desses livros, mas já abandonei alguns que não tinha jeito da leitura fluir. Então eu entendo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  15. Menina você me apavorou quando vi que abandonou livro de Dan Brow, Megan e titia Sylvia hahahha.
    Enfim, até entendo teu ponto de vista, mas são meus autores favoritos rs.
    Beijos, Maisa.
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Sim, eu odeio abandonar livros e assim como você tento ler ele várias vezes antes disso. Eu adoro Dan Brown e te indico O Código Da Vinci. Mas assim, a ação começa mesmo do meio para o fim, então insista na leitura que vai valer muito a pena. Além disso, também não curto livros eróticos, por isso nem insisto.
    Beijão :*
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  17. Olha eu tenho que te falar que vc escolheu o livro do Dan que menos gostei, mas se escolher outro pode se apaixonar!!! Eu TB não curto eróticos, odiei 50/tons, só não abandonei p não ficar com peso na consciência!! Mas não li os demais, outro q não gostei e não li a continuação, foi o Se eu ficar!

    ResponderExcluir
  18. Oi Ivi!
    Odeio abandonar livros, me sinto um pouco incompleta, mas alguns não dá mesmo!
    Abandonei A rainha vermelha, Carta de amor aos mortos e Blackbird e olha que eram livros bem avaliados e aclamados, vai entender né?
    Outlander eu te entendo, é muito longo, muitas páginas, muita enrolação, mas eu insisti, valeu a pena.
    Não se sinta mal por não conseguir ler alguns livros, as vezes o momento não é bom, ou o livro 'ruim mesmo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi,

    Geralmente eu sempre me esforço ao máximo para terminar os livros que eu inicio, mas eu parei a leitura de O Melhor de Mim, na pagina 154, não consegui mais ler, foi minha primeira experiência com Nicholas Sparks, e deu para perceber que não foi das melhores.

    http://perdidoemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Tirando os dois últimos, os outros são todos meus favoritos, acredita?
    Dan Brow eu ganhei de presente do namorado quando lançou, e devorei no mesmo dia, gostei muito da história assim como gosto de todos investigativos históricos dele, acho incrível as aventuras.
    O da Megan eu larguei uma vez, porém quando eu decidi ler novamente gostei muito também, acho que é de momento sabe, e você tem que ter noção que o livro é muito erótico mesmo, só assim a escrita dela funciona para o leitor.
    Os de época da Sylvia são menos POP um pouco, e a escrita é bem diferente, mas eu gostei bastante.

    Um que abandonei e não consegui ler de jeito nenhum foi A garota que você deixou pra tras e a rainha do castelo de ar.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014