10.4.19

Dante (Tici Pontes)

Ficha Técnica:
Nome Original: Dante
Autora: Tici Pontes
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 274
Ano de Lançamento: 2017

Como gosto de livros com personagens deficientes, meu primeiro contato com a autora foi ao ver a capa do livro Benjamin, que mostra um homem com muletas. Como trata-se de um spin-off, resolvi ler Dante primeiro, até para conhecer todos os personagens envolvidos com Benjamin.

Dante é um homem que sofre de transtorno bipolar identificado aos 19 anos, logo após o falecimento de sua mãe e se sente culpado por ter sobrevivido ao acidente de carro que a matou. Dante se recusa a seguir seu tratamento, sendo que o prólogo é forte e bem descritivo e nos faz imaginar o sofrimento dele. Nos primeiros capítulos, acompanhamos as consultas de Dante com seu psiquiatra (Dr. Adler), além de algumas explicações sobre o transtorno com linguagem fácil, o que enriqueceu a leitura.

Dante tem relação difícil com o pai e mora com um amigo. Benjamin é aquele amigo com quem se pode contar em todos os momentos, sempre sincero, leal e preocupado com Dante e suas atitudes e reações contraditórias, muitas vezes causadas pelo transtorno bipolar.

Dante conhece Angel na fila de sua cafeteria preferida e o primeiro contato entre eles é inusitado e engraçado, graças a franqueza dele e a irritação dela. Dante gosta de pintar e expressa seus sentimentos através dos quadros, com títulos em russo para não influenciar interpretação das pessoas que possam vê-los. Após novos encontros com Angel se preocupa com a reação dela quando contar sobre o transtorno.

A amiga de Angel (Filomena) pode colocar em risco a relação deles, assim como a reação dos pais de Angel também pode afetá-los. Dante concorda com a exposição de seus quadros, mas este momento acaba sendo um dos mais dramáticos e surpreendentes do livro, sofri por todos os personagens envolvidos e as consequências das atitudes de Dante. Meses depois, uma nova perda o abala profundamente, ele tem uma atitude péssima em um momento crucial que me fez ter muita raiva, mas consegue reconhecer o erro e luta para se recuperar.

As reações e atitudes de Angel são sinceras e totalmente compreensíveis, há vários trechos bem dramáticos com ela. É interessante acompanhar como Filomena e os pais dela têm nova perspectiva de Angel ao conhecer e entender mais sobre o transtorno bipolar. Os últimos capítulos mostram um ciclo de forma linda, com direito a músicas que dizem tudo o que Dante queria dizer.

O livro aborda acima de tudo o transtorno bipolar, mas também amizade, amor, esforço e companheirismo. O epílogo demonstra a necessidade de tratamento contínuo para o transtorno, mas ressalta que é possível reconhecer os próprios erros, lutar para melhorar e ser feliz.

Adorei e já estou curiosa para conhecer a história de Benjamin!


Um pouco sobre a autora: Tici Pontes é cearense, enfermeira e leitora ávida. Desde pequena sempre teve gosto pela leitura, tendo Pedro Bandeira como um dos primeiros autores com quem teve contato. Apaixonada pela profissão, nunca pensou que chegaria ao ponto de escrever um livro. Até então, contentava-se somente em ser observadora desse incrível mundo da literatura.Seus livros publicados e disponíveis pela Amazon são:
- Dante
- Benjamin
- De Repente, Nós
- Entre a Justiça e a Obsessão

Nenhum comentário:

Postar um comentário